Universidade Federal do Sul da Bahia é apresentada em Coaraci e Itajuípe

Nesta quarta-feira (16) duas aulas públicas foram realizadas em Coaraci e Itajuípe onde foi apresentado o modelo de operação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e dos colégios universitários. As aulas foram ministradas pelos professores Naomar Almeira, reitor da instituição, e pela vice-reitora Joana Guimarães com iniciativa das prefeituras de Coaraci, Almadina, Itapitanga e Itajuípe.

Coaraci e Itajuípe vão sediar unidades dos Colégios Universitários (Cunis), atendendo os municípios sede além de Coaraci, Itapitanga e Almadina. O reitor Naomar Almeida tem relatado o papel desempenhado pela prefeita Josefina Castro para atrair uma unidade do Colégio Universitário para Coaraci. Brincando, o reitor tem dito que a “prefeita praticamente o sequestrou com sua equipe para Coaraci para mostrar a viabilidade da instalação do Colégio Universitário no município”.

A cidade sul baiana é a que tem o maior número de estudantes no ensino superior das cidades de pequeno porte, superada apenas por Ilhéus e Itabuna. São nove linhas diárias de ônibus para a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e faculdades privadas. “Nossa cidade é referência, temos 10 professores daqui ensinando em universidade. Temos também um grande número de estudantes fazendo o ensino superior”, disse a prefeita Josefina Castro que é doutora em educação e leciona na UESC e Unime.

A prefeita destacou o papel da instituição definindo como arrojado e novo. “É um momento histórico na região”, afirmou. Josefina também ressaltou o papel desempenhado pelo Deputado Federal Geraldo Simões na conquista da instituição. “O papel de Geraldo foi fundamental para a vinda da universidade”. Presente as cerimônias o deputado estadual e líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, Rosembeg Pinto se disse um entusiasta da ideia e do modelo da universidade. “É um novo conceito e forma de educação ajudando a fixar a população em seu lugar e privilegiando a nossa juventude”, afirmou.

Colégios Universitários

A entrada nos Colégios Universitários será o primeiro ciclo na formação do aluno da UFSB. Serão oferecidas cinco mil vagas, em 26 unidades dos Colégios Universitários, sendo 2.550 na área do Território Litoral Sul, 1.150 no Território Costa do Descobrimento e 1.300 no Território Extremo Sul.

O modelo é adotado por 13 universidades federais brasileiras. Um dos exemplos de universidades de grande porte que vem adotando o sistema é a Unicamp, de Campinas (SP), uma das mais conceituadas universidades brasileiras.

Sigla da Ufesba será definida por enquete

A sigla oficial da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba) ainda não foi definida. Mesmo com a aprovação da criação da universidade, ainda há divergências na identificação da sigla.

A comissão de implantação da universidade sul-baiana, que desde o início defende o uso da sigla Ufsba (sem a letra E), decidiu promover uma enquete na página oficial da instituição. Por lá, a sigla Ufesba, como foi aprovada no Congresso Nacional e sancionada pela presidente Dilma Rousseff não é opção. Figuram apenas Ufsba e UFSB. A argumentação é de que a definição Ufesba assemelha-se à de um projeto de criação da Universidade Federal do Extremo-Sul da Bahia.

Para participar da enquete, basta acessar esse link: http://www.ufsba.ufba.br/content/sigla-para-universidade-federal-sul-da-bahia