Autorizada a construção do novo aeroporto de Ilhéus

O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, assinou nesta semana a portaria contendo a delegação que transfere, da União para o governo baiano, a administração do projeto e da obra do novo aeroporto internacional de Ilhéus.

A assinatura da transferência de delegação foi realizada no gabinete do ministro, em Brasília, na presença do subsecretário da Casa Civil, Bruno Dauster, que representou o governador Jaques Wagner. O próximo passo é que a obra seja licitada sob do modelo de Parceria Público Privada (PPP) ainda este ano, conforme informou o Correio.

O novo aeroporto será construído em área de 979 hectares, entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Ceplac, na margem direita da BR-415, e faz parte do tripé de desenvolvimento do sul da Bahia, ao lado do Complexo Porto Sul, que integra aeroporto, Ferrovia Oeste-Leste e porto.

Universidades estaduais paralisam atividades nesta quarta-feira (28)

Professores das universidades estaduais da Bahia vão paralisar as atividades nesta quarta-feira (28) em protesto pelo Dia Nacional de Luta em Defesa das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior. Uefs, Uneb, Uesc e Uesb suspenderão as atividades acadêmicas para denunciar a redução de quase 12 milhões das verbas para custeio e investimentos.

Durante o dia da paralisação, os professores estarão mobilizados em uma manifestação na Assembleia Legislativa, às 9h, e na Secretaria da Educação, às 14h, com a participação dos estudantes e técnico-administrativos. A categoria reivindica que sejam destinados, no mínimo, 7% da Receita Líquida de Impostos. Atualmente, este percentual não chega a 5%.

Segundo a Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (ADUFS), a falta de recursos tem causado sérios transtornos à comunidade acadêmica, comprometendo o andamento das atividades. Com a diminuição neste ano, as obras de construção e reformas podem ser suspensas, pagamentos de fornecedores, terceirizados, das contas de água, luz e telefone podem atrasar. A impossibilidade da realização de concurso público agravará a falta de técnicos e docentes. Na Uefs, o restaurante universitário poderá fechar a partir de julho.

UESC divulga edital para concurso de professores

Nesta semana a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) divulgou o edital de concurso para professor auxiliar, assistente e adjunto com oferta de 26 vagas nas áreas como Engenharias Civil, Mecânica e Elétrica [clique aqui para ver edial].

As inscrições começam no dia 28 de janeiro, somente pela internet. O salário inicial varia de R$ 4.358,77 – para professor graduado e jornada de 40h – a R$ 8,797,54 – para professor adjunto com doutorado e regime de dedicação exclusiva. De acordo com o edital, existem vagas para professores com graduação, mestrado ou doutorado.

São 12 vagas para professor adjunto, 10 para assistente e 4 para auxiliar.

O prazo de inscrição no concurso encerra-se no dia 27 de fevereiro. A taxa é de R$ 150,00.

A universidade ainda não divulgou a data de realização da prova.

Projeto Rondon chega ao Sul da Bahia nesta semana

Entre os dias 13 e 20 de janeiro o Projeto Rondon Regional estará visitando os municípios de Almadina, Arataca e Barro Preto com o objetivo de buscar soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e amplie o bem-estar da população. De acordo com o professor Guilhardes Jesus Júnior, que está coordenando o projeto na região, a ideia é que a iniciativa seja estendida a todos os municípios da região.

Equipe do Projeto Rondon
Equipe do Projeto Rondon

O Projeto Rondon chega ao Sul da Bahia através de uma articulação com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o Território Litoral Sul. “Recebemos um convite por meio da coordenação do projeto para buscar parcerias em municípios com maior carência social. Conseguimos com os gestores as contrapartidas necessárias para que o projeto aconteça”, declarou o Agente de Desenvolvimento do Territorial/Seplan, Marcos Souza.

A base do projeto está instalada no Núcleo de Operações Regionais da Uesc, coordenado pelos professores Guilhardes Jesus Júnior e Amarildo José Morett. A realização de Operações regionais é de iniciativa de instituições de ensino superior que implantam Núcleos locais e se responsabilizam por todas as atividades de articulação, logística, seleção e treinamento de voluntários. Para essa Operação, a Uesc contou com a colaboração do Ministério da Defesa na doação dos kits de fardamento dos rondonistas.

As demandas de cada cidade foram apresentadas pelos gestores municipais, entre as quais, se destacam a necessidade de capacitação de professores e servidores municipais, a inclusão de boas práticas de saúde para trabalhar com a população, além de demandas nas áreas de Meio Ambiente, Agricultura Familiar e Social. Para o prefeito de Arataca, Ferlu Mansur, o projeto estará somando as ações do Poder Público em prol do saneamento básico, uma das principais necessidades do município.

A cada operação serão selecionados alunos da Uesc e de outras instituições de Ensino Superior, tanto da região quanto de outras localidades que desejem participar. Nessa atividade, por exemplo, estarão participando um professor e quatro alunos da Universidade Federal de Pernambuco. “A partir disso, a ideia é identificar o estudante que reside no próprio município para formar grupos de trabalho, de modo que eles deem andamento às ações do Projeto e seja uma ponte de ligação entre a Universidade e o Município”, explicou o professor.

Os voluntários não precisam estar matriculados nas instituições de Ensino Superior, como graduandos ou pós-graduandos. Poderão ser também profissionais, de preferência ex-rondonistas, que venham agregar a esse importante trabalho de voluntariado. Ainda de acordo com o professor Guilhardes Júnior, ficou pré-agendado para julho de 2014 a segunda operação, com objetivo de visitar outros municípios do Território, visando desenvolver operações a cada semestre, sempre nas férias e recessos acadêmicos. Antes das atividades serão abertas inscrições para os voluntários interessados em participar.

 

Universidades da Bahia paralisam atividades nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (11) a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) vai paralisar e mais de 60 mil estudantes não terão aula em outras três universidades estaduais do estado. A categoria reivindica o aumento dos recursos estaduais destinados às universidades no próximo ano.

A Secretaria estadual da Educação (SEC) afirmou que serão destinados R$ 903,4 milhões para as quatro instituições em 2014. “O valor representa um crescimento superior a 133% entre 2006 e 2013”, informou a SEC, em nota. O recurso destinados às universidades estaduais é  definido pela Lei de Diretrizes Orçamentárias. Elaborada pelo governador, ela precisa ser aprovada na Assembleia Legislativa — a votação deve ocorrer este mês.

Na quarta-feira às 10h os professores farão uma aula pública em frente à Assembleia Legislativa e, depois, às 11h, vão participar de uma audiência pública promovida pela Comissão de Educação da Casa com o tema autonomia financeira e a vinculação de 7% da receita líquida de impostos.

Professores da UESC paralisam atividades na próxima semana

No próximo dia 11 de dezembro os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) vão paralisar suas atividades para reivindicar o aumento orçamentário das Universidades Estaduais da Bahia. A decisão foi tomada em assembleia realizada na última quinta-feira (28).

Universidade Estadual de Santa Cruz (Foto: Divulgação)
Universidade Estadual de Santa Cruz (Foto: Divulgação)

Docentes das outras universidades estaduais (UESB, UNEB e UEFS) também aprovaram o protesto. De acordo com a Associação dos Docentes da UESC – ADUSC – o governo de Jaques Wagner impôs uma crise orçamentária às universidades baianas, com atraso de pagamentos de fornecedores, precariedade da política estadual de assistência estudantil e desrespeito aos direitos de professores, servidores técnicos e funcionários contratados por empresas terceirizadas.

Universidades Estaduais paralisam atividades nesta quinta-feira

Os professores, técnico-administrativo e estudantes das universidades estaduais da Bahia fecharam os portões e paralisaram as atividades acadêmicas nesta quinta-feira (7). Com a participação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), a paralisação está sendo realizada com o objetivo de reivindicar mais recursos financeiros para as instituições de ensino.

Campus da UESC (Foto: Divulgação)
Campus da UESC (Foto: Divulgação)

A ação tem como objetivo denunciar o déficit orçamentário; reivindicar, no mínimo, 7% de Receita Líquida de Impostos (RLI); posicionar-se contra o Decreto 14.710, que prevê o contingenciamento de recursos; e posicionar-se contra a previsão de corte orçamentário de R$ 12 milhões previsto para 2014; de acordo com a assessoria de comunicação da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (ADUNEB).

Segundo a ADUNEB, a demanda de 7% da RLI, reivindicada desde 2010, é necessária para suprir as demandas de expansão dos cursos de graduação, pós-graduação, pesquisa, extensão, ampliação dos programas de permanência estudantil, elaboração do plano de cargos e salários do segmento técnico-administrativo, entre outros pontos, e o repasse do estado neste ano foi de apenas 4,87% da RLI. Ainda segundo a associação, para 2014, a previsão orçamentária é de 4,92% e no próximo ano, serão cortados das universidades estaduais da Bahia cerca de R$ 12 milhões em investimento e custeio.

UESC paralisa atividades na próxima quinta-feira

Na próxima quinta-feira (7) a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) vai paralisar. A decisão foi tomada pelos professores nesta segunda-feira (4) em assembleia. A paralisação será aderida pela UESB, UEFS e UNEB e foi indicada pelo Fórum das Doze (representantes de docentes, estudantes e técnicos das quatro instituições).

Universidade paralisa na quinta-feira (7) (Foto: Divulgação)
Universidade paralisa na quinta-feira (7) (Foto: Divulgação)

Esta decisão dará continuidade a luta pelo orçamento insuficiente para as Universidades Estaduais da Bahia, segundo o Fórum. Além desta data, professores e funcionários das universidades podem parar também no dia 11 de dezembro, uma segunda-feira. A data será confirmada após assembleias nas instituições.

Os professores não concordam com um projeto de Lei Orçamentária Anual que, para 2014, mantém o orçamento universitário abaixo de 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI). A indicação do executivo contraria a exigência dos reitores. Em documento assinado em conjunto com docentes, eles apontam o mínimo de 7% da RLI para garantir o funcionamento pleno das universidades.

Estudante da UESC perde pendrive com monografias

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

A redação do Blog do Tom recebeu a ligação de uma estudante que encontrou um pedrive contendo monografias. De acordo com ela, os arquivos mostram que o pendrive é de um aluno da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) chamado Marcelo e cursa Direito. O objeto foi encontrado no Shopping Jequitibá. Quem tiver informações sobre o dono pode ligar para Brenda, que achou o pendrive: (73) 8811-8160, ou para o Blog: (73) 3215-3324.

Brenda entende que monografias são muito importantes para os estudantes e crê que a falta desses arquivos podem prejudicar o aluno.

Educação e acolhimento de crianças e adolescentes são pautas do Congresso Integrador do Ministério Público

Com o tema “Um olhar mais atento sobre as instituições de acolhimento e unidades de internação e semiliberdade de adolescentes”, a promotora de justiça, Eliana Bloizi, ministrou palestra em evento do Ministério Público. As atividades, que aconteceram no auditório da UESC, de quarta-feira (23) a sábado (26) integram o III Congresso Nacional Diversidade, Ética e Direitos Humanos/ I Congresso Integrador Nacional do Programa o MP e os Objetivos do Milênio/ a XVI Semana Jurídica da Universidade Estadual de Santa Cruz.

Eliana Bloizi – Promotora de Justiça.

Eliana Bloizi destacou que são necessárias mudanças nas metodologias e normas legais que regulamentam o acolhimento de crianças e adolescentes. “Estamos sempre trabalhando com as consequências, como a criminalidade e a falta de instrução, só que é imprescindível que direcionemos o nosso foco de trabalho para a causa. Percebemos, através dos estudos apresentados, que existem problemas na sociedade que precisam ser tratados emergencialmente, a exemplo dos vícios em drogas, violência contra a criança, a falta de profissionalização e boa educação para aquelas crianças e adolescentes que estão institucionalizados”, destacou. Ainda segundo a promotora, “os acolhidos precisam ter dignidade e direitos preservados, para que eles possam tornar a sociedade mais saudável”, acrescentou.

Professor Roberto Macedo.

Na oportunidade, o professor da UFBA, Roberto Sidnei Macedo discutiu amplamente a aprendizagem infantil e lançou o livro “Devir e Educação: Afirmação do Direito da Criança (Aprendizagem) Formação”. O ciclo de eventos encerrou na manhã de sábado (26), no auditório da UESC, com a premiação da “Melhor Escola Pública do Ano”, promovida pelo programa O Ministério Público e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a Fundação Escola Superior do Ministério Público.

Aberto ciclo de eventos do Ministério Público, em Ilhéus

Foram abertos oficialmente, na noite de quarta-feira, 24, o III Congresso Nacional Diversidade, Ética e Direitos Humanos; o I Congresso Integrador Nacional do Programa o Ministério Público e os Objetivos do Milênio e a XVI Semana Jurídica da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

A série de eventos, que é composta por oficinas, mesas de discussões e palestras, se estende até sábado, 26, no hotel Praia do Sol e na UESC, em Ilhéus.

As atividades visam discutir, refletir, socializar, estimular e fortalecer os Direitos Humanos, com o foco na plataforma desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU), resumida nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

O promotor de justiça, Clodoaldo Anunciação, idealizador do evento, falou sobre as expectativas. Nossa meta, de integrar instituições e pessoas, está sendo alcançada. Conseguimos reunir consagrados representantes do poder judiciário, instituições filantrópicas e educadores, além de ter conseguido grande participação popular. Com essa articulação, unimos a academia com o cidadão, visando potencializar a efetivação dos direitos humanos.

Leia mais…

Estudante tem livros da UESC roubados em assalto

Uma estudante de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) foi assalta por volta das 20h50 da última quarta-feira (16) no bairro Santo Antônio, próximo ao Colégio Lions, em Itabuna. A aluna teve três livros da biblioteca da UESC roubados e acredita que os bandidos possam ter descartado os materiais. Se alguém encontrar os livros, por favor, entre em contato com o blog!

Os livros foram: A Teoria da Alienação em Marx; Necessidade do Controle Social; A Produtividade da Escola Improdutiva.

 

 

UESC paralisa atividades nesta quarta-feira

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) decidiram fazer uma paralisação nesta quarta-feira (09). De acordo com a Associação dos Docentes da UESC (Adusc), a decisão é para “denunciar à sociedade a situação crítica em que as universidades estaduais se encontram por causa da falta de recursos”. O Adusc afirma ainda que “o governo petista, além de não pagar aos credores (terceirizados, fornecedores etc.) ainda enviou a Assembleia Legislativa um projeto de Lei Orçamentária Anual que, para 2014, mantem o orçamento universitário abaixo de 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI)”.

A decisão foi tomada em assembleia feita última na quinta-feira (03). A paralisação será acompanhada por todas as universidades estaduais baianas e deve contar com outras atividades. A Associação dos Funcionários da UESC, por exemplo, pede que todos compareçam ao campus para discutir ações pertinentes à categoria.

Jorge Portugal faz revisão para o ENEM nesta terça-feira na UESC

Jorge Portugal dará suas dicas para redação / Foto: Divulgação
Jorge Portugal dará suas dicas para redação / Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (8) será realizado em Ilhéus o projeto Educação em Movimento com a aula-show dos professores Jorge Portugal, que dará dicas de redação, e José Nilton, professor especialista em história. O evento marca a despedida do projeto no interior do estado e ocorre a partir das 19h no auditório Paulo Souto, na UESC.

A cantora e intérprete Jane Monteiro será responsável por musicalidade ao evento com apresentações durante a aula.

Os ingressos para o aulão são distribuídos por colégios de Ilhéus e Itabuna.

Informações do Ilhéus24H