Após ataque em Amargosa, reforma em Delegacia é iniciada

A delegacia da cidade de Amargosa, destruída durante revolta da população, que iniciou depois que uma criança morreu a tiros durante ação policial, na última quarta-feira (16), já começou a ser reconstruída. Segundo a polícia, após os ataques realizados no município, o imóvel corre risco de desabar.

De acordo com a assessoria da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), órgão responsável pelas obras, no momento está sendo feita a retirada dos entulhos. Os técnicos da Conder já estão no local para fazer a avaliação da estrutura do imóvel.

Ainda segundo a assesoria do órgão, não há uma data definida para a entrega das obras. A Polícia Civil informou que dos 14 presos que foram libertados durante a revolta, oito já estão novamente sob custódia. A assessoria da instituição destaca que quatro foram recapturados e quatro se entregaram.

Delegacia após ser queimada.
Delegacia após ser queimada.

Foi informado também que a Corregedoria deve permanecer mais uma semana em Amargosa, dando continuidade às investigações do caso.

Carros que estavam nas ruas da cidade.
Carros que estavam nas ruas da cidade.

SSP disponibiliza mais 100 homens para atuar em Buerarema

Com o objetivo de reavaliar os trabalhos das forças de segurança na região de Buerarema, o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, se reuniu, na tarde desta quinta-feira (6), com representantes do Ministério da Justiça, Força Nacional e polícias Federal, Militar e Civil.

Barbosa anunciou o aumento do apoio às forças federais, com a intensificação das blitz e policiais no município e áreas vizinhas. Segundo ele, as ações de inteligência no sul do estado também serão ampliadas com o objetivo de evitar novos conflitos.

Oitenta policiais militares darão o apoio, na realização de blitz e para apreensão de armas de fogo, veículos irregulares e entorpecentes em Buerarema e região”, garantiu Barbosa, que, ao lado de Hélio Jorge Paixão, delegado-geral da Polícia Civil, também anunciou a participação de mais 20 policiais civis para agilizar as investigações.

Participaram ainda da reunião o diretor da Força Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Alexandre Aragón, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, e os delegado César Martinez e Marcus Vinícius de França Moreira, representando a Polícia Federal, dentre outras autoridades.

Funcionários do SAC de Ilhéus paralisam serviços por conta do calor

Sala da SSP do SAC de Ilhéus (Foto: Divulgação)
Sala da SSP do SAC de Ilhéus (Foto: Divulgação)

Desde esta quarta-feira (8) os funcionários do SAC de Ilhéus estão sem prestarem serviço pelo forte calor na agência. Segundo o Blog do Gusmão, a unidade do SAC tem um aparelho central de ar condicionado que está quebrado há dois anos.

Como solução, a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (SAEB) instalou refrigeradores individuais em todas as salas. O equipamento do posto da SSP também quebrou e os funcionários não suportam o calor no local de trabalho.

Revoltados com o problema, suspenderam o atendimento. A gerência do SAC pressionou os funcionários a trabalhar, sob a ameaça de advertência oficial, mas, eles não cederam.

Deputado pede mais segurança para Potiraguá

O deputado Augusto Castro (PSDB) pediu ao secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, que priorize o município de Potiraguá no planejamento para envio de uma viatura para a Polícia Militar e para o aumento do efetivo que atua no distrito de Itaimbé (Coreia).

Através de Indicação o parlamentar informou que a única viatura que o município dispunha foi destruída em acidente ocorrido em meados de setembro passado. Acrescentou, ainda, que a comunidade do distrito Itambé vive momentos de insegurança porque só contam com dois policiais e, por estar em áreas próxima a rodovias, tem sofrido ações de delinquentes.

A aceleração e consequente cumprimento do cronograma da obra de reconstrução da rodovia estadual BA 670, no trecho compreendido entre Potiraguá e a BR 415 (imediações de Palmeirinha) também foi cobrada por Augusto Castro.

Em Indicação ao diretor geral do Derba, Saulo Pontes, o deputado destaca que a ordem de serviço foi assinada pelo governador em novembro de 2012 e que, entretanto, o avanço da obra é insignificante. Informações sobre o prazo para conclusão dos trabalhos também foram solicitadas ao dirigente do Derba.

Trio aplica golpe milionário e lesa a Oi em 10 milhões

Reginaldo Cavalcanti Ramos, de 57 anos, Valmir Batista dos Santos, 44, e Marcelo Florentino de Oliveira, 36.
Reginaldo Cavalcanti Ramos, de 57 anos, Valmir Batista dos Santos, 44, e Marcelo Florentino de Oliveira, 36.

O Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), da Polícia Civil, desarticulou um esquema fraudulento que causou um prejuízo de aproximadamente R$ 10 milhões à operadora de telefonia Oi. O trio trabalhava como técnicos em empresas terceirizadas que prestam serviços a Oi e foram presos, na manhã desta segunda-feira (14), em cumprimento a mandados de prisão, expedidos pela 1ª Vara Crime.

Entenda o desvio

Utilizando recursos de alta tecnologia, os criminosos conseguiam invadir, por meio das centrais telefônicas da Oi – às quais tinham acesso livre por conta da atividade exercida na empresa -, o sistema financeiro da empresa. Das quatro grandes centrais telefônicas da Oi instaladas em Salvador, os técnicos invadiram três, nas regiões de Roma, Campinas de Pirajá e Américo Simas.

Ali, o grupo alterava, para baixo, os valores das faturas dos serviços oferecidos. Uma conta de R$ 200 mil, por exemplo, era reduzida para R$ 100, dentro do esquema. O trio ofereceu a mais de 100 empresas, em todo o estado, links de Internet com grandes velocidades e baixo custo, mediante pagamento de propina.

As empresas beneficiadas abriam pequenos provedores de Internet e ofereciam o serviço para moradores das regiões próximas às suas sedes. Todas as empresas envolvidas no esquema serão ouvidas e os responsáveis podem responder por lavagem de dinheiro, estelionato, formação de quadrilha, interceptação de dados e evasão fiscal.

Informações extraídas da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Dados revelam números de homicídios em Ilhéus e Itabuna no ano passado

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), confirmam o que os moradores perceberam nos bairros periféricos de Itabuna e Ilhéus durante o ano passado: a guerra entre traficantes causou a média de um assassinato a cada 48 horas. Os números da SSP/BA, aos quais o jornal A Região teve acesso na última quinta-feira (13) revelam que 2012 foi o ano mais violento da história. Em Itabuna foram 172 homicídios (doloso) e 179 tentativas na guerra sangrenta entre os criminosos dos raios A e B do Conjunto Penal.
Estão incluídos ainda os casos de roubo seguido de morte. No ano passado, houve aumento de 20 assassinatos em relação a 2011, quando ocorreram 154 mortes provocadas por armas de fogo ou branca. Foram 144 homicídios (doloso) e 10 roubos seguidos de mortes (latrocínio). Em Ilhéus, não houve guerra declarada entre os criminosos, mas a realidade não foi deferente de Itabuna. No município aconteceram 148 assassinatos, contra 106 do ano anterior. No ano passado 14 vítimas de roubo foram executadas depois pelos bandidos. A polícia ilheense contabilizou ainda 90 tentativas de morte. De acordo com a SSP, cerca de 90% das mortes em Itabuna e Ilhéus estão relacionadas com a guerra entre traficantes.