Grupo de Ação Comunitária apoia Mutirão do Diabético de Itabuna

Nesta quinta-feira (7) foi apresentado o projeto do Mutirão do Diabético de Itabuna durante reunião-almoço do Grupo de Ação Comunitária, que congrega lideranças da sociedade organizada. O Dr. Rafael Andrade, coordenador do Mutirão, fez uma apresentação do evento.

Grupo de Apoio Comunitário (Foto: Divulgação)
Grupo de Apoio Comunitário (Foto: Divulgação)

O Dr. Rafael também manifestou sua satisfação pelo êxito da campanha Novembro Azul, que está envolvendo toda a comunidade. Prédios e espaços públicos, estabelecimentos comerciais, residências e ruas estão iluminadas com a cor azul, que é a cor da campanha mundial de prevenção do Diabetes. Os membros do GAC destacaram a importância do Mutirão e deram total apoio à iniciativa.

O Mutirão do Diabético de Itabuna, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio e pela Associação dos Diabéticos de Itabuna, acontece neste sábado, dia 9.

Estado e Prefeitura oficializam volta do comando único da Saúde

Nesta sexta-feira (8) às 10h o secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, e o secretário municipal de Saúde, Plínio Adry, oficializam o retorno do Comando Único da Gestão da Saúde para o Município de Itabuna. O evento será realizado no auditório da unidade do SEST/SENAT, na avenida José Soares Pinheiro, 2056, Bairro Lomanto Junior.

Claudevane Leite e o secretário de Saúde Jorge Solla (Foto: Divulgação)
Claudevane Leite e o secretário de Saúde Jorge Solla (Foto: Divulgação)

Durante assembleia no início da noite de quarta-feira (6) o Conselho Municipal de Saúde aprovou por 17 votos a 2 o retorno da gestão plena de acordo com o presidente Josivaldo Gonçalves. Segundo ele, o secretário da Saúde, Plínio Adry, se comprometeu em apresentar o Plano de Ação para o primeiro trimestre de 2014, contendo as responsabilidades sanitárias. Na reunião também foi aprovado o Sistema de Pactualização Articulada – Sispacto e indicado representantes titulares e suplentes do CMS para o Conselho Diretor da Fundação de Assistência à Saúde – FASI

Prefeitura de Itabuna realiza seleção pública para reforço no combate à Dengue

A Prefeitura de Itabuna está preparando uma seleção pública para a contratação de 139 agentes de endemias. O edital deve ser divulgado até sexta-feira (8) no Diário Oficial do Município e no site da Prefeitura.

A coordenação de combate realiza reuniões semanais (Foto: Gabriel de Oliveira)
A coordenação de combate realiza reuniões semanais (Foto: Gabriel de Oliveira)

Os novos servidores vão trabalhar em áreas específicas da cidade realizando visitas domiciliares bimestrais, além da instalação de ovitrampas. O grupo reforçará dos 117 agentes, que já estão atuando em campo. A medida também é necessária devido ao vencimento do contrato de 44 agentes de endemias que serão desligados e precisam ser substituídos.

Segundo a Prefeitura, 13 pacientes com dengue foram notificados no mês de outubro, ante 45 no mesmo período em 2012. Apesar da diminuição, é preciso que a população mantenha os cuidados básicos com a chegada das altas temperaturas.

De acordo com o coordenador de Combate às Endemias da Secretaria da Saúde, Renato Freitas, o período de fevereiro a maio é o de maior risco em Itabuna, pois em anos anteriores foi a época em que ocorreram os picos de casos.

Para evitar a produção de ovos, cabeças de prego e proliferação do mosquito, é necessário cobrir os reservatórios, trocar a água de vasos com plantas a cada cinco dias e não deixar qualquer recipiente exposto sem tampa e que possa acumular água, a exemplo de pneus velhos, garrafas e tampinhas de refrigerantes e vasilhames.

Jovem envenenada sai de estado grave e vai para enfermaria

Jovem é presa suspeita de entregar chocolate envenenado (Foto: Acorda Cidade / Divulgação)
Jovem é presa suspeita de entregar chocolate envenenado
(Foto: Acorda Cidade / Divulgação)

Nesta quarta-feira (6) a jovem envenenada ao comer bombons oferecidos por uma conhecida e que estava internada em estado crítico teve melhora em seu quadro de saúde e já  foi transferida da “sala vermelha” (como é chamada a Semi-UTI) para a enfermaria, informou o Hospital Geral Clériston Andrade. A vítima não corre mais risco de vida e continua sem previsão de alta, aponta o hospital. [Relembre Aqui]

Na terça-feira (5) a suspeita foi presa em flagrante na cidade de Feira de Santana e afirmou à polícia que os chocolates foram dados pelo ex-namorado da vítima. O caso é investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). “Antes das duas jovens se encontrarem, a suspeita teria ido ao encontro do ex-namorado da vítima, que teria dado os chocolates à suspeita. Depois as duas jovens se encontraram e ela entregou os bombons”, afirmou sobre o caso a delegada Clécia Vasconcelos.

Informações: G1

Deputados Augusto Castro e Jutahy buscam recursos para HBLEM em Brasília

O deputado Augusto Castro (PSDB) esteve em Brasília nesta terça-feira (5) juntamente com o deputado federal Jutahy Magalhães Junior (PSDB) afim de melhorar o atendimento do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães em Itabuna.

Augusto Castro e Jutahy se reúnem em Brasília em prol do Hospital de Base (Foto: Divulgação)
Augusto Castro e Jutahy se reúnem em Brasília em prol do Hospital de Base (Foto: Divulgação)

A inclusão de uma emenda ao orçamento da União para o HBLEM foi solicitada por Augusto Castro. “O deputado Jutahy tem sido grande parceiro de Itabuna e assegurou que vai destinar verbas para o nosso hospital”, disse o deputado.

Empanados, hambúrgueres e queijos terão teor de sódio reduzido

Nesta terça-feira (5) o ministro da saúde Alexandre Padilha firmou com a Associação Brasileira de Indústrias de Alimentação (Abia) o quarto pacto para a redução de sódio nos alimentos industrializados. Os alimentos que passarão por essa redução são empanados, hambúrgueres, três tipos de linguiças, mortadela, itens de presuntaria, queijo muçarela, requeijão e sopas instantâneas.

Carne de hambúrguer é um dos itens que terá redução de sódio (Foto: Divulgação)
Carne de hambúrguer é um dos itens que terá redução de sódio (Foto: Divulgação)

Essa é uma forma de o governo diminuir o alto índice de consumo de sal no país, um dos fatores de risco para doenças crônicas como hipertensão e doenças cardíacas. A previsão é que esses alimentos sejam acrescentados aos três acordos firmados anteriormente.

Em 2011, o Ministério da Saúde assinou o primeiro acordo com a Abia para reduzir o teor de sódio em 16 categorias de alimentos processados, como massas instantâneas, pães e bisnagas, nos próximos quatro anos. Em 2012, o termo de compromisso incluiu a redução de sódio em temperos, caldos, cereais matinais e margarinas vegetais.

O objetivo desse quarto pacto é reduzir o consumo de 28,5 mil toneladas de sódio até 2020.

Segundo a pasta, a recomendação de consumo máximo diário de sal pela OMS (Organização Mundial da Saúde) é menos de 5 gramas por pessoa. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o consumo do brasileiro está em 12 gramas diários.

Fonte: Uol

Segunda etapa do “Mais Médicos” na Bahia inclui comunidades indígenas

Os 277 profissionais estrangeiros do 2º ciclo do programa “Mais Médicos” encerraram nesta sexta-feira (1º) as atividades coordenadas pela Secretaria da Saúde (Sesab) e seguiram para as cidades onde devem atuar. Para ver a lista completa de cidades beneficiadas com a segunda fase do programa, clique aqui.

O secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, e o secretário especial de Saúde Indígena do governo federal participaram da cerimônia. Secretários municipais de Saúde e prefeitos também viajaram à capital baiana para conhecer os médicos que irão atuar em suas cidades.

Nesta edição do programa, comunidades indígenas baianas também foram incluídas. Dez médicos foram encaminhados para as regiões de Euclides da Cunha, Ilhéus, Itamaraju, Pau Brasil, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal e Porto Seguro. Por conta disso, lideranças indígenas também compareceram.

Antes dos primeiros atendimentos aos indígenas da Bahia, os médicos ainda passarão por três dias de treinamento especial voltado para aprenderem detalhes sobre a cultura e os costumes dos índios.

Fonte: Correio

Funcionários da Santa Casa de Itabuna engajados na Campanha “Outubro Rosa”

Na última terça-feira (15) os funcionários dos hospitais Calixto Midlej Filho, Manoel Novaes e São Lucas participaram de uma programação da Campanha “Outubro Rosa”, onde receberam informações sobre o movimento internacional voltado para a divulgação de informações sobre o câncer de mama.

Santa Casa da Misericórdia de Itabuna aderiu ao Outubro Rosa (Foto: Divulgação)

No Hospital Calixto houve a realização de uma oficina comandada pelo Grupo Se Toque, além de sorteio de camisas da campanha, palestra ministrada pela assistente social Vitória Cunha e um café-da-manhã. Na oportunidade, Suely Dias, presidente do Se Toque, discorreu sobre os cuidados necessários para a prevenção do Câncer de Mama, os fatores de risco, entre outros pontos.

Suely Dias lembrou ainda que com o passar dos anos a doença tem atingido um número cada vez maior de jovens, principalmente em decorrência dos hábitos alimentares. “Esta é uma doença que tem atingido pessoas de todas as faixas etárias, sendo que no passado apenas as mulheres com mais de 40 anos estavam no grupo de risco”, lembrou. “Não existe uma causa única, existem sim vários fatores de risco. É preciso que a mulher tenha consciência da importância de realizar os exames, principalmente aquelas que possuem histórico da doença na família”, afirmou a presidente.

Funcionários participaram de oficinas e palestras (Foto: Divulgação)
Funcionários participaram de oficinas e palestras (Foto: Divulgação)

Uso de álcool, fumo, sedentarismo e excesso de gordura foram apontados como alguns dos fatores de risco. Já a alimentação equilibrada, foi mencionada pela presidente do Grupo Se Toque como um desafio a ser vencido, por contribuir de forma efetiva para a prevenção da doença.

Direitos do paciente com Câncer

Já a assistente social Vitória Cunha aproveitou o momento para transmitir informações sobre os “Direitos do Paciente com Câncer”. A importância do cumprimento da Lei n° 12.732, de 22/11/2012, que garante o tratamento dos pacientes em um prazo de até 60 dias após ser detectada oficialmente a doença, foi um dos pontos abordados.

Os cuidados paliativos da doença e os principais direitos que são garantidos aos pacientes em tratamento de câncer, também foram abordados na palestra que foi encerrada com uma dinâmica interativa.

OMS classifica poluição do ar como cancerígena

Foi anunciada nesta quinta-feira (17) a classificação da poluição do ar exterior como cancerígena. O anúncio foi feito pela Agência Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (IARC) vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Poluição visível nos céus de São Paulo (Foto: João Paulo Moura)
Poluição visível nos céus de São Paulo (Foto: João Paulo Moura)

“O ar que respiramos tem sido contaminado por uma mistura de substâncias que provoca câncer”, afirmou Kurt Straif, chefe da seção de monografias da IARC. “Agora sabemos que a contaminação do ar exterior não apenas é um risco maior para a saúde em geral, mas também uma causa ambiental de mortes por câncer”.

“Os especialistas concluíram que existem provas suficientes de que a exposição à poluição do ar provoca câncer de pulmão. Também notaram uma associação com um risco maior de câncer de bexiga”, destacou a IARC em um comunicado.

Apesar da possibilidade de variação considerável na composição da contaminação do ar e dos níveis de exposição, a agência destacou que suas conclusões se aplicam a todas as regiões do mundo. Os dados mais recentes da agência mostram que, em 2010, mais de 223 mil pessoas morreram de câncer de pulmão relacionado à poluição do ar.

Fonte: G1

Fundação Hospitalar de Camacan recebe liminar para ser fechada

A Fundação Hospitalar de Camacan recebeu uma liminar para ser fechada e funcionários se preocupam com a saúde do município. O hospital é o único da região que realiza todo tipo de exame, faz internações, partos e ainda atende cidades vizinhas como Pau Brasil, Santa Luzia, Arataca e até vilarejos.

Segundo uma funcionária que trabalha no local há mais de 20 anos, o presidente da casa renunciou e, em audiência realizada, o juiz afirmou que o hospital não existe. Com mais de 30 anos de funcionamento, a Fundação Hospitalar de Camacan corre o risco de fechar as portas de vez.

A instalação conta com vários aparelhos novos de última geração que estão lacrados nas salas. Mesmo sem receber o salário por 3 meses, os funcionários ainda estavam fazendo atendimento, porém, com a liminar, a fundação está fechada. É importante salientar que o hospital é de suma importância para Camacan e cidades adjacentes.

Uma nova audiência será marcada para decidir o futuro da fundação.

Prática de exercícios físicos por idosos reduz ida ao médico

Os idosos que praticam exercícios físicos regularmente procuram menos atendimento médico do que os sedentários. É o que mostra estudo feito pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) com dois grupos de pacientes do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE).

Foram selecionados pacientes com idade média de 79 anos para uma avaliação que durou um ano. Um grupo de 48 idosos que fazem exercícios reduziu em 35% a procura de atendimento em relação a 44 pacientes sedentários.

Por meio de nota, o coordenador do estudo, Samir Salim Daher, especialista em medicina do esporte, destacou que além dos benefícios à saúde, a prática de atividades físicas evita a ocupação de leitos hospitalares e procedimentos de maior complexidade.

“Para um hospital do tamanho e da importância do HSPE, onde 60% dos pacientes internados são da terceira idade, a prevenção pode beneficiar outras pessoas que necessitam de atendimento médico”, observou.

Novos médicos chegam à Ilhéus mas unidades de saúde estão em falta

A médica Aline atende em uma sala de aula (Foto: Divulgação)
A médica Aline atende em uma sala de aula (Foto: Divulgação)

Em Ilhéus dez novos médicos foram contratados para reforçar o atendimento à população na rede de saúde pública. Conforme José Antonio Ocké, secretário de saúde, a contratação foi autorizada pelo prefeito Jabes Ribeiro em caráter emergencial para suprir a demanda reprimida do setor.

Dentre os médicos contratados, há especialistas em pediatria, clínica geral, psicologia, nutrição, geriatria, entre outros. Os profissionais começam a atuar na próxima semana.

Mais Médicos

Na semana passada, a primeira médica do programa federal Mais Médicos se apresentou em Ilhéus. Aline Souza Nunes, formada pela Unirio, já iniciou o trabalho na cidade. O município solicitou 60 médicos ao programa.

Nesse primeiro ciclo, o Ministério da Saúde designou três médicos para Ilhéus, sendo que dois desistiram. Segundo Bárbara Christian, após a validação do processo da doutora Aline Souza, a perspectiva é que a pediatra seja indicada para atuar no Programa de Saúde da Família (PSF IV) no bairro Teotônio Vilela.

Em contraponto à chegada de médicos, a rede básica de saúde de Ilhéus passa por outra dificuldade, o funcionamento dos postos.

Quase todas as unidades da zona sul de Ilhéus, por exemplo, estão fechadas. No bairro Nossa Senhora da Vitória, o posto não abre há um ano.

Informações: Ilhéus24h

Cerca de 30 animais são encontrados mortos por dia em Feira de Santana

Uma média de 30 animais mortos são encontrados por dia (Foto: Divulgação)
Uma média de 30 animais mortos são encontrados por dia (Foto: Divulgação)

De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos de Feira de Santana (SESP) de janeiro a setembro deste ano foram removidos 5.213 cadáveres de animais de pequeno porte nas ruas da cidade, com uma média de 30 animais por dia. A Prefeitura também recolhe animais de grande porte – cavalos, bois, jumentos, entre outros.

A grande maioria dos animais que morre nas ruas é vítima de atropelos. Outros casos estão relacionados à velhice e a suspeitas de envenenamento. Conforme a secretaria, cães e gatos são os animais mais comuns neste serviço, porque além dos domésticos, existe uma grande população nas ruas.

O cidadão deve entrar em contato com a SESP imediatamente após ver um animal morto em via pública, antes que o cadáver entre em decomposição e provoque problemas ambientais graves – mau cheiro e a possibilidade de contaminação do lençol freático, por exemplo.

Usuários itabunenses do SUS mostram insatisfação com a saúde

Nesta manhã de quinta-feira (10) um senhor chamado Carlos César de Oliveira Santos, morador de Pedro Jerônimo, veio ao Blog do Tom mostrar sua indignação com a saúde pública de Itabuna. Segundo ele a unidade de saúde do bairro São Pedro não está atendendo pacientes. “Depois do canal não atende, não tem médico”, diz Carlos. Ele se queixa que tem exames marcados há mais de dois meses e até agora não conseguiu ser atendido.

Pessoas de Itabuna e outras cidades dormem em filas para conseguir cota em marcação de exame (Foto: Divulgação)
Pessoas de Itabuna e outras cidades dormem em filas para conseguir cota em marcação de exame (Foto: Divulgação)

Uma outra acusação séria é de uma mulher que não quis se identificar. De acordo com ela, sua tia de 68 anos foi diagnosticada com um nódulo no seio. O problema é que, em pleno Outubro Rosa, mês de campanha em prevenção ao Câncer de Mama, a Santa Casa só disponibilizará os primeiros procedimentos para usuários do SUS no final de janeiro de 2014. O mesmo acontece para fazer uma ultrassonografia no estômago. Outros exames são difíceis e demorados para serem marcados. Segundo a denunciante, a tia dela tem evitado sair de casa, pois cada “não” ouvido nas unidades é um susto para ela

Carlos César fez questão de dizer: “Eu tô lembrado do dia em que Tom perguntou ao prefeito no antigo Alerta Total qual seria o primeiro projeto na gestão de Vane. O prefeito respondeu que o primeiro projeto seria na saúde e agora a saúde está pior!”.

Mais de mil fraldas são fornecidas pela prefeitura

O programa de fornecimento de fraldas mantido pela Prefeitura de Itabuna por meio da Secretaria Municipal da Saúde atende por mês cerca de 1.000 usuários carentes do Sistema Único de Saúde (SUS). A concessão das fraldas beneficia aos usuários que apresentem necessidade do uso eventual ou permanente comprovado por diagnóstico e relatório médico e de assistente social. São distribuídas fraldas geriátricas e infantis, onde cada paciente recebe 15 pacotes mensalmente.

Cerca de 1.000 foram concebidas pelas prefeitura / Foto: Gabriel de Oliveira
Cerca de 1.000 foram concebidas pelas prefeitura / Foto: Gabriel de Oliveira

A diretora do Departamento de Média e Alta Complexidade, Aline Lima dos Anjos, explicou que essa quantidade garante o número mínimo de quatro trocas a cada 24 horas. O programa funciona na sala 5 da Fundação Nacional de Saúde, na Praça João Pessoa, no Centro de Itabuna, com horário das 8 horas às 12h30min.

Aline recomenda que os pacientes procurem as Unidades de Saúde levando cópias da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, cartão do SUS e relatório médico recente, com parecer emitido pela assistente social do programa após visita domiciliar. “Nesse cadastramento têm papel importante os agentes comunitários. Eles são os profissionais da Saúde que ficam mais próximos dos usuários e conhecem as necessidades dos mesmos”, comentou a diretora.