Paciente itabunense com dengue hemorrágica não corre risco

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a única pessoa a contrair dengue hemorrágica em Itabuna não corre risco de morte. A adolescente de 15 anos está na UTI do Hospital de Base, onde recebe hidratação e aguarda o laudo de averiguação do Laboratório Central da Secretaria Estadual da Saúde, o que determinará quando ela receberá alta.

Ao mesmo tempo, a Secretaria de Saúde informa que o paciente que morreu no dia 18 de janeiro, no Hospital Calixto Midlej Filho, não é morador de Itabuna [relembre aqui]. O paciente, de 38 anos de idade, era residente em Coaraci. Não há nenhuma relação entre um caso e outro, esclarece o Departamento de Vigilância a Saúde da Secretaria Municipal de Saúde.

Previsão para novo temporal em Itabuna alerta riscos

Nesta semana a previsão é que chiva na região até 200 milímetros entre esta terça-feira (17) e sexta-feira (20) de acordo com a agência Climatempo. A Comissão Municipal da Defesa Civil de Itabuna está em alerta para agir rápido no socorro a possíveis vítimas das áreas de risco do temporal que pode atingir os municípios do sul da Bahia nos próximos quatro dias.

(Foto: Ednaldo Pinto)
Nível do Rio Cachoeira nas últimas chuvas que assolaram Itabuna (Foto: Ednaldo Pinto)

De acordo com a meteorologia, deve chover até 20 milímetros Itabuna nesta terça. O coordenador municipal da Defesa Civil, Roberto Avelino, alerta que o município pode sofrer alagamentos e deslizamento de terra caso a previsão se confirmar, deixando famílias desabrigadas, principalmente nos bairros São Roque, Caixa d’Água, Antique, Santa Inês, Maria Matos (Rua de Palha), Nova Itabuna, Rua da Bananeira e Maria Pinheiro.

O coordenador Roberto Avelino pede às famílias que deixem as áreas de risco imediatamente, indo para casa de parentes, em caso de chuvas. Quem não tiver local onde se abrigar deve entrar em contato com a Defesa Civil pelos telefones (73) 8854-6924 e 3214-1416. A previsão é que vai chover nos próximos quatro dias, mais que o previsto para todo o mês de dezembro.

Continua aberto buraco feito pela Emasa no Zizo

Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Há mais de 15 dias a Emasa abriu um buraco no bairro do Zizo para fazer alguns reparos, mas até agora o buraco não foi fechado e ameaça ceder o asfalto. Ônibus e caminhões não podem subir a rua pelo risco apresentado. Os moradores do bairro reclamam pela falta de assistência e responsabilidade da empresa que abriu a cratera para realizar serviços e deixou do mesmo jeito. Com as chuvas o buraco pode se alargar, deixando a rua em risco.