TAM e Avianca reduzem preço das passagens para Copa

Após a Avianca anunciar a redução de preços de passagens aéreas a TAM também recuou e prometeu baixar os preços dos bilhetes para quem viajar na Copa no período que vai da abertura (12 de junho) até o final (13 de julho) do torneio. As empresas estavam cobrando preços abusivos para o período do campeonato em 2014 [relembre].

Passagens aéreas no período da Copa estão altas demais (Foto: Divulgação)
Passagens aéreas no período da Copa estão altas demais (Foto: Divulgação)

De acordo com a Folha de São Paulo nesta quarta-feira (16) o preço de ida e volta entre os aeroportos Santos Dumont (Rio) e Congonhas (São Paulo) para abertura da Copa custava R$ 1.733,14, em uma pesquisa que tem como referência a data de ida em 11 de junho e volta em 13 de junho. A tarifa ainda é considerada alta, mas está 28% menor do que os R$ 2.393 da sexta-feira (11).

A redução é a segunda que a TAM anuncia desde quando foram divulgados os valores de passagens para o campeonato mundial de futebol. De quinta (10) para sexta (11), o valor havia caído de R$ 2.743 para R$ 2.393. O corte dos preços para a Copa acontece depois de insatisfação de passageiros nas redes sociais e o governo federal fazer questionamentos públicos às empresas aéreas.

Itabuna tem redução de 26% em homicídios entre Janeiro e Julho

Centro e bairros circunvizinhos. Foto: Ed. Pinto
Centro e bairros circunvizinhos. Foto: Ed. Pinto

A 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Itabuna, anunciou, nesta quinta-feira (8), que houve uma redução significativa no número de homicídios registrados nos primeiros sete meses deste ano, em comparação com igual período de 2012, naquele município. Segundo o coordenador regional, delegado Evy Paternostro, entre janeiro e julho de 2013, foram registrados 77 homicídios, contra 104, no mesmo período do ano passado, o que representa uma queda de 26 por cento.

Paternostro informou ainda que o mês de julho apresentou a maior redução no período, com apenas quatro homicídios registrados, contra 14 no mesmo mês de 2012. Segundo o delegado, esta diminuição vem ocorrendo gradativamente desde fevereiro e, entre os fatores que contribuíram para os números atuais, ele destaca a atuação da Delegacia de Homicídios (DH/Itabuna), que tem intensificado as investigações para identificar responsáveis, o cumprimento de mandados, as prisões em flagrante e o indiciamento de criminosos.

Na avaliação do coordenador da 6ª Coorpin, o trabalho integrado com a Polícia Militar no combate ao tráfico de drogas também contribuiu para a queda dos índices de crimes violentos letais intencionais (CVLIs), em Itabuna.

“A transferência de líderes do tráfico de drogas, já presos, para presídios de Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) e o encaminhamento, de alguns deles, para outros estados também colaboraram para a redução dos crimes de homicídio no município”, ratificou o delegado.

Jornalista Daniel Thame