Projeto para implantação do Cidade Digitais em Itabuna está em avanço

Técnicos do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) da Prefeitura de Itabuna acompanharam nesta quarta-feira (16) o levantamento dos pontos de acesso gratuito à internet de banda larga do projeto Cidades Digitais feito pelo coordenador de implantação da G4S Technology, Willians Vieira Moreira.  Além de possibilitar o acesso da população à internet gratuita, o Cidades Digitais visa modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos por meio da construção de redes de fibras óticas.

Coordenador de implantação da G4S Technology Willians Vieira Moreira e técnicos do DTI (Foto: Wilson Oliveira)
Coordenador de implantação da G4S Technology Willians Vieira Moreira e técnicos do DTI (Foto: Wilson Oliveira)

Pelo projeto, serão implantados aplicativos de e-gov nas áreas financeira, de tributação, educação e saúde e a capacitação dos servidores municipais para o uso e gestão da rede. De acordo com o diretor do DTI, Marcelo Andrade, foram verificadas as condições estruturais do Centro Administrativo Firmino Alves, das secretarias municipais, Hospital de Base, rodoviária e outros locais públicos. Essa foi a penúltima etapa para a instalação dos pontos de acesso do projeto Cidades Digitais, que devem entrar em funcionamento até 31 de dezembro. Marcelo afirma que a próxima fase do projeto é a assinatura do contrato com a Coelba para o uso dos postes, o que deve ocorrer ainda nesta semana.

A última etapa do projeto Cidades Digitais será a implantação cabeamento de fibra óptica com extensão de 15,6 quilômetros, inicialmente previsto para o dia 5 de novembro. Na primeira fase está prevista a instalação de pontos de internet nas praças Rio Cachoeira, na Avenida Mário Padre, no Góes Calmon; José Bastos, no centro da cidade; e no Terminal Rodoviário Francisco Ferreira da Silva.

Mais pontos

Serão disponibilizados também 13 pontos de acesso do governo (PAG) na Paróquia Santa Rita de Cássia, no bairro São Caetano; nas sedes da Guarda Civil Municipal; 15º Batalhão da Polícia Militar; secretarias de Saúde, de Transporte e Trânsito; da Assistência Social, Hospital de Base; Policlínica 2 de Julho e Centro Administrativo Firmino Alves.

O projeto Cidades Digitais, que está sendo implantado em parceria com o Ministério das Comunicações, beneficiará também o SAMU, Câmara de Vereadores, gráfica da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), no Emanoel Leão; e Instituto Municipal Ensino Aziz Maron (Imean), no centro da cidade. Os pontos terão velocidade de 100 megabytes.

Ilhéus: Festa do dia da cidade foi um “fiasco” de público

Na noite desta quinta-feira começou os festejos para comemorar o aniversário de 479 anos de fundação de Ilhéus. O evento musical Viva Ilhéus bandas Flor de Forró, Itassucy e Balaio de Gato, Daniel Vieira e Estakazero.

Mas a festa foi fiasco, já que o público foi muito fraco, deixando os organizadores preocupados.

Para o vereador Lukas Paiva (PMN), isso mostra a falta de credibilidade do governo:

“O governo municipal esta com tanta credibilidade que nem com bandas de “PESO” eles conseguem encher a Catedral.. Ta ai a cara desse governo desastroso”, comentou Paiva.

Jornalista Matheus Feitosa

Dificuldades para marcação de exame pelo SUS

As pessoas que necessitam dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Itabuna vem enfrentando diversas dificuldades, tendo em vista que faltam materiais, médicos, medicamentos e até mesmo equipamentos básicos. Segundo a população que utiliza os serviços do SUS, os problemas continuam mesmo após as mudanças ocorridas nos setores da administração pública municipal, proposta pelo prefeito Claudevane Leite.

Várias pessoas reclamam pela demora de marcação de exames, que chegam a esperar por meses para uma marcação ser feita. Pessoas também, muitas vezes idosos e de outras cidades, dormem de madrugada na fila para poder garantir a senha de atendimento, que não rende para todos.

Há uma desorganização muito grande por parte da Secretaria de Saúde, que um dia já foi melhor. É preciso regularizar toda a situação do município e priorizar as necessidades das pessoas que dependem do SUS. Pacientes esperam por horas em recepção de hospitais aguardando atendimento no pronto-socorro. Desse jeito não tem como a cidade desenvolver.

Atualização:

Moradores informam que os postos dos bairros Vilas das Dores e João Soares, entre outros, estão sem médicos. Famílias carentes estão sem atendimentos por falta de médicos em postos de saúde.