Dep. Augusto Castro diz que projeto do Estado é imoral

Deputado Augusto Castro em discurso (Imagem: Reprodução)
Deputado Augusto Castro em discurso (Imagem: Reprodução)

O deputado Augusto Castro (PSDB) criticou duramente o projeto do governo do Estado que pede autorização para antecipação de receita de 1 bilhão e 100 milhões de reais para pagamento de dívidas. Segundo ele, “É um projeto imoral que vai gerar uma dívida até 2018, além de perder mais de 200 milhões só pela antecipação da receita orçamentária”, protestou em discurso na tarde desta quinta-feira (26) na Assembleia Legislativa da Bahia.

Augusto Castro disse que a oposição está unida contra essa proposta, porque não se pode dar um “cheque em branco” para o governo que tem esquecido de investir nas diversas regiões da Bahia. O deputado apontou ainda várias obras que foram prometidas ou iniciadas no Sul da Bahia e que não foram iniciadas ou estão paradas.

Em discurso, foi citado o Centro de Convenções de Itabuna, cujas obras estão paradas há anos; a UPA; o Hospital Regional e a duplicação da BR-415 (Ilhéus-Itabuna); a Barragem do Rio Colônia e a ponte do Pontalzinho (Ilhéus), cujas obras estão paralisadas. “A oposição está aqui dia e noite fiscalizando o governo do Estado”.

Crianças do Zizo são presenteadas com brinquedos gratuitos

Fotógrafo: Ednaldo Pinto.

Itabuna – A alegria tomou conta das ruas e travessas do bairro de Zizo na manhã deste domingo (22). O projeto intitulado como “Fazer uma criança feliz” presentou a criançada com + de 1.200 brinquedos.

Papai Noel, Cláudio.
Papai Noel, Cláudio.

O idealizador do evento, Renan, destacou a importância de realizar mobilizações filantrópicas como essa. Sobretudo, pois a comunidade o ajudou interinamente tendo agradecimentos especiais a Ednaldo Pinto, Alfredo, Hernande, Bete, Doda, Zé Alberto, Herlândia entre muitos outros que se abdicaram da manhã de domingo para está presente. Ainda segundo ele, este foi o primeiro de muitos que ocorrerão.

Além disso, foi indispensável a presença da equipe do palhaço Linguiça e sua equipe que levaram sorrisos a uma população pobre mas rica de coração.

Missão empresarial catarinense prospecta negócios em Itabuna

Vane e empresários debatem sobre futuros projetos para a região
Vane e empresários debatem sobre futuros projetos para a região / Foto: Wilson Oliveira

Na segunda-feira (26) o prefeito Claudevane Leite recebeu uma missão empresarial da cidade Brusque, Santa Catarina, que inicia a prospecção de oportunidades de negócio no município. Integrada pelo empresário Norival Fischer, do grupo empresarial Irmãos Fischer S.A. Indústria e Comércio, pelo consultor Mauricy Pereira de Souza e do vereador Jean dos Santos Pirola, a missão tem dois propósitos: expansão de negócios em direção à região Nordeste do País e a implantação de uma planta industrial.

A decisão do grupo empresarial em alcançar comercialmente a região, justifica-se pelo ciclo de ascensão econômica nordestina com investimentos federais e privados. No caso de Itabuna, o empresário Norival Fischer afirma que são boas as perspectivas que se abrem com os investimentos no Porto Sul e a favorável localização geográfica do município, tendo pesado também a mão de obra. Atualmente Brusque concentra oito mil baianos em seu parque industrial, dos quais um terço é oriundo do Sul da Bahia.

“Queremos muito aos baianos. As pessoas que temos lá são muito boas para trabalhar, gostam do que fazem e são muito dedicadas”, expressou ao ser confrontado com a falsa ideia difundida no sul e sudeste do Brasil de que os baianos gostam de sombra e água fresca. Há 12 anos muitas famílias do Sul do Estado da Bahia são acolhidas em Brusque que atualmente, segundo o vereador do Partido Progressista, está desenvolvendo o projeto Congresso da Cidade, pelo qual os cidadãos estão sendo chamados a opinar sobre o que desejam em 2030.

“Vemos com bons olhos um intercâmbio com Itabuna e estamos aqui para dizer isto aos representantes do setor público e da iniciativa privada”, disse Jean Pirola, acrescentando que seu município, segundo o Censo 2010 do IBGE, tem 105 mil habitantes, mas projeta 160 mil habitantes em 2030. Funda da em janeiro de 1966, a empresa Irmãos Fischer Ind. e Com. Ltda., hoje Sociedade Anônima, produz de pias de aço inoxidável e forninhos elétricos para uso doméstico.

Gradativamente a indústria catarinense foi ampliando seu espaço em construções próprias e diversificando sua produção, atualmente direcionada principalmente a cinco segmentos: eletrodomésticos, eletroportáteis, equipamentos para a construção civil, casas modulares e bicicletas. Participaram da audiência com o prefeito Claudevane Leite, os secretários da Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins, e do Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Junior, e o diretor de Indústria e Comércio, Rosivaldo Pinheiro.