Detento é encaminhado até o Pronto Socorro após ser ferido no presídio

Foto enviada por leitor.
Foto enviada por leitor.

Um interno do Conjunto Penal de Itabuna sofreu alguns ferimentos na cabeça e necessitou ser levado até o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM). Ele deu entrada no Pronto Socorro na noite desta quarta-feira (11).

O detento identificado como Adson de Jesus Souza, de 37 anos, interno do raio A, estava com a região da cabeça machucada, certamente, causada por outros presidiários. Por isso, foi necessário conduzido-lo até o Hospital para que pudesse ser atendido.

Após ser atendido e medicado Adson reconduzido por agentes penitenciários até o presídio da cidade.

Arma usada para matar detento em Itabuna ainda não foi localizada

Itabuna – A arma de onde partiu o tiro que matou um dos detentos no presídio da cidade, em rebelião ocorrida na sexta-feira (23), ainda não foi encontrada dentro da unidade prisional.

Segundo informações do Diretor da Unidade, Capitão Adriano Valério Jácome, o autor do disparo, que é um detento, também não foi identificado. “Quando as tropas conseguiram acessar o complexo, a rebelião estava em andamento e o óbito já tinha ocorrido“, explica o Jácome. A busca pela arma é dificultada pela presença de escombros que restaram após a confusão entre os detentos.

Mortos.
Mortos.

Outro preso também morreu durante o motim, com ferimentos de outra natureza, segundo afirma Jacomé. Cem internos foram transferidos, durante o sábado (24), para unidades prisionais de Ilhéus (20) e Salvador (80) por medida de segurança e por falta de condições de mantê-los nas estruturas danificadas.

São eles:

Leia mais…

Caos, terror e violência tomaram conta do presídio de Itabuna

O motim iniciado pelos detentos do Conjunto Penal de Itabuna, por volta das 5h da manhã desta sexta-feira (23), resultou em 29 internos feridos e dois mortos identificados como Valdemir Santos e Marcos Cardoso Santos. A lista de boa parte dos feridos foi divulgada em nota anteriormente postada. (confira).

Devido ao caos que se alastrou por toda unidade prisional, cerca de cem presidiários que participaram da rebelião, serão transferidos para outros presídios espalhados pelo interior baiano.

Fotos: Ednaldo Pinto.
Fotos: Ednaldo Pinto.

Segundo o Tenente – Coronel Ubiracy Silva, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar de Itabuna, a transferência foi iniciada por volta 7h e concluída antes das 10h. “Foram transferidos os presos que foram identificados como tendo comportamento inadequado, contrariando as normas da unidade“, afimou.

As unidades penais que os presos foram transferidos não foram divulgadas, por questões de segurança dos próprios e de terceiros. O Tenente ainda informou que a transferência ocorreu de forma pacífica e que todos os internos que estavam hospitalizadas já sofreram alta e retornaram a Colônia Penal da cidade.

Mortos.
Mortos.

Presos serram grade e fogem de delegacia em Ibirapitanga

Seis presos conseguiram fugir da delegacia de Ibirapitanga na noite desta terça-feira (20). Os detentos serraram as grades de uma das celas, renderam o carcereiro, amarraram e colocaram uma mordaça na boca dele.

O agente carcerário foi solto pelos outros internos que decidiram não deixar a unidade. Os seis presos entraram em um Uno de cor vermelha e partiram em direção a Ubatã. Um policial informou que os fugitivos são considerados de alta periculosidade.

Outros seis detentos permaneceram na unidade prisional. A polícia realiza buscas na região. Até a manhã desta quarta-feira (21) ninguém tinha sido recapturado.

Desconhecido é executado a tiros no bairro Nova Itabuna

Apesar de ter sido morto a tiros, uma faca foi encontrada na cena do crime. Foto: Ednaldo Pinto.

Itabuna – Na madrugada deste domingo (09), um homem ainda não identificado foi morto com vários disparos, no bairro Nova Itabuna. Segundo moradores, o homem passava vendendo cajaranas na localidade. Ele foi encontrado morto na Rua Beira Rio. O Departamento de Polícia Técnica esteve no local para fazer o levantamento cadavérico.

Imagens Fortes!

Mulheres são presas ao tentarem entrar com drogas dentro da vagina no Presídio

Duas mulheres foram detidas em momentos distintos no final da manhã desta sexta-feira (8).

Jaqueline. Fotógrafo: Ednaldo Pinto.

De acordo com informações colhidas, a primeira prisão ocorreu quando Jaqueline Santos de Souza tentou entrar com dois tabletes de maconha pesando 200 g, e 3 chips da Oi enrolados em um preservativo dentro da vagina. Após ser submetida à revista íntima a droga foi encontrada. Jaqueline já havia sido presa na Bananeira por porte ilegal de arma. [relembre aqui]

Raimunda.

A segunda prisão foi de, Raimunda Moreira dos Santos, detida pela prática do mesmo crime, já com 1 tablete de maconha pesando 100g.

Detidas, ambas foram conduzidas até a 6ª Coorpin (Coordenadoria de Polícia do Interior) Delegacia da cidade, onde foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas, conforme prever o Art. 33 da Lei. n° 11.343/06, posteriormente submetidas à exame de corpo de delito e encaminhadas para o Conjunto Penal da Cidade.

Mulher é presa após tentar entrar com droga no Presídio de Itabuna

A casa caiu!!

Paula recusou-se tirar foto, em respeito à isso, apenas esta foto foi tirada. Fotógrafo: Ednaldo Pinto.

Uma mulher identificada como Ana Paula Moreira dos Santos, foi presa no início da tarde desta sexta-feira (28), após tentar entrar com uma certa quantidade de maconha no Conjunto Penal de Itabuna.

Detento.
Detento.

Segundo informações, Paula chegou ao presídio com intuito de visitar o seu esposo que encontra-se preso, entretanto, como de prática, os objetos que ela conduzia foram revistados, e as agentes penitenciárias encontraram buchas de maconha embaladas em um saco plástico.

Algemada, ela foi conduzida até a 6ª Coorpin (Coordenadoria de Polícia do Interior) – Delegacia da cidade, juntamente com o detento para prestar esclarecimentos.

Polícia Civil em ação! Três quilos de maconha são apreendidos no morro dos Canecos

Foto: Ednaldo Pinto.
Foto: Ednaldo Pinto.

Em mais uma operação realizada nas ruas de Itabuna cerca de 3 quilos de maconha foram apreendidos no bairro Vila das Dores, popularmente conhecido como Alto dos Canecos. A apreensão aconteceu na manhã desta sexta-feira (7) por policiais civis, após denúncias anônimas.

De acordo com informações prestadas por Evi Paternostro, atual coordenador da 6ª Coorpin, o Centro Integrado de Comunicação da Polícia (CICOM) foi informado sobre um carregamento de drogas que chegaria em uma casa no morro dos Canecos, e que seria do traficante “Didiu” que está preso na Colônia Penal de Itabuna.

O coordenador explicou que outros traficantes a mando de “Didiu” expulsaram os moradores da casa onde a droga foi apreendida, para ali comercializarem o produto. No entanto, o cerco foi fechado e 2,960kg de maconha foram apreendidos, pinos para colocar cocaína, duas facas e uma tesoura. No momento da prisão não havia ninguém na casa.

Todo material foi encaminhado até o Complexo Policial onde será periciado.

Polícia encontra refrigerante com cachaça em presídio de Brumado

Nesta quarta-feira (22) duas garrafas de refrigerante de dois litros contendo bebida destilada misturada com refrigerante foram apreendidas durante vistoria feita em período de visitas na cadeia de Brumado, interior da Bahia. A bebida foi descoberta por um agente da Polícia Civil e por um carcereiro.

As garrafas, que foram levadas por uma senhora, mãe de um detento, estavam lacradas por dentro com cola. De acordo com um agente da 20ª Coorpin de Brumado, a senhora afirmou que não sabia que havia bebida alcoólica nas garrafas, e que elas foram entregues a ela por um sobrinho.

“Orientamos que quando trouxerem vasilhames com líquido, que levem outro recipiente vazio para que possamos abrir e despejar para saber o conteúdo. Eles colocaram super cola na garrafa e enroscaram”, descreveu um agente.

A bebida foi recolhida e encaminhada para o Departamento de Polícia Civil (DPT) para ser periciada.

Governador assina contrato para ampliação e construção de presídios

Nesta sexta-feira (17) o governador Jaques Wagner assinou o contrato para construção de sete novas unidades prisionais e ampliação de outras quatro em Salvador e no interior, com um investimento de R$ 150 milhões. De acordo com informações da assessoria, serão construídos um total de quatro mil novas vagas, que deverão ampliar a capacidade dos presídios e ajudar a esvaziar as delegacias.

Governador da Bahia Jaques Wagner
Governador da Bahia Jaques Wagner

Segundo o governo, as novas vagas do Sistema Prisional passarão a ter atenção especial com a ressocialização e vão contar com espaço específico para aulas, oficinas, e ações educativas. Os municípios atendidos neste projetos são Itabuna, Brumado, Vitória da Conquista, Barreiras, Irecê, Paulo Afonso, Juazeiro e Salvador.

Com as 3.822 novas vagas que serão criadas no sistema prisional baiano, o déficit de espaço nos presídios será eliminado, e mais 522 vagas poderão ser preenchidas com parte dos presos em delegacias. “Com essa assinatura de hoje estamos abrindo mais de três mil vagas e estamos com a expectativa de uma PPP (Parceria Público Privada) para mais 2.200 vagas, além de mais 2.500 vagas com a verba do governo federal, da ordem de R$ 90 milhões. Com isso, vamos dobrar o número de vagas que nós tínhamos em 2007.

Presídio de Itabuna
Presídio de Itabuna

“É um avanço significativo”, disse o governador, destacando a necessidade de esvaziar as delegacias. “Nós precisamos tirar os presos das delegacias para que os agentes e delegados estejam liberados para fazer sua função primeira, que é investigação de crimes e não ficar custodiando presos”. Serão investidos R$ 150 milhões na ampliação de quatro unidades e construção de sete novas unidades prisionais. Atualmente, a população carcerária é de 12.300 pessoas para nove mil vagas. Desde 2007, foram criadas 3.070 vagas nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Eunápolis, Itabuna e mais cinco minipresídios.

Projeto viabiliza horta comunitária no presídio de Itabuna

Dionizio José de Lima Juliana Catai e a bióloga Cássia Bahia da Seagrima (Foto: Divulgação)
Dionizio José de Lima Juliana Catai e a bióloga Cássia Bahia da Seagrima (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Itabuna estuda a possibilidade de implantação de um projeto de horta comunitária no Conjunto Penal visando promover a inclusão social dos internos, garantir produtos hortigranjeiros saudáveis e a melhoria da qualidade de vida da população carcerária. A proposta foi discutida por técnicos da Diretoria da Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente com a direção da unidade.

O titular da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Lanns de Almeida Filho, considera válida a iniciativa conjunta entre prefeitura e a direção do presídio em estimular a produção agrícola na unidade prisional. A proposta, segundo ele, não visa apenas à produção de alimentos que vão complementar e variar o cardápio, mas também serve como uma importante contribuição como terapia ocupacional, bem como para a reabilitação dos internos.

Na visita, a diretora do Departamento da Agricultura Familiar, Juliana Cattai, adiantou ao coordenador do presídio Manoel Pequeno e à assistente social Margarida Mangabeira que há predisposição do município em desenvolver projeto-piloto, inclusive com o fornecimento de insumos agrícolas e orientação técnica para capacitação dos internos. A área verde já existe dentro do presido tem as dimensões ideais para o cultivo de hortaliças.

Além disso, ficou demonstrado à equipe da Secretaria da Agricultura que alguns dos internos se mostraram interessados na implantação do projeto, já que um deles já cuida de um jardim na área interna do presídio. “Alguns levam jeito e gostam de trabalhar a terra, o que precisa é de incentivo para a produção de hortaliças”, assegurou Juliana Cattai, que na visita a unidade estava acompanhada do técnico agrícola Dionizio José de Lima e a bióloga Cássia Bahia.

Três índios suspeitos de assassinatos são liberados do presídio

Saída de suspeitos do presídio (Foto: Divulgação)

Na última quinta-feira (19) três índios acusados de terem assassinado três pessoas em Una foram liberados do presídio Ariston Cardoso em Ilhéus após uma decisão judicial. A informação só foi divulgada nesta segunda-feira (23).

O advogado Cosme Araújo informou que as prisões foram decretadas com base em relatos de uma testemunha – uma garota de 15 anos – que disse ter visto um deles no escuro. “É mais razoável conceder a liberdade de um provável culpado do que manter encarcerado um possível inocente”, concluiu.

O crime aconteceu em 08 de novembro deste ano.

Mais uma mulher é flagrada tentando entrar no presídio com drogas

Nesta quinta-feira (5) uma mulher tentou entrar no presídio de Itabuna com drogas escondidas na vagina.

Presidiária que iria receber a droga (Foto: Ednaldo Pinto)
Presidiária que iria receber a droga (Foto: Ednaldo Pinto)

Ela foi presa em flagrante após ser revistada.

Jovem se da mal após tentar entrar no presídio com celular na vagina

Teixeira de Freitas – Uma jovem identificada como Mariza Laurinda Menezes, de 19 anos, foi presa nesta quinta-feira (28), após tentar entrar no presídio de Teixeira com um celular dentro da vagina.

Segundo as agentes penitenciárias que realizaram o flagrante, Mariza foi submetida a revista de rotina. Quando ela tirou a roupa e agachou-se foi visto que um aparelho havia sido inserido em sua vagina. Após ser retirado foi constatado que se tratava de um celular e um carregador que estavam enrolados em algodão e em um saco plástico. O  celular seria entregue ao seu marido – Wagner Alomba, que cumpre pena por homicídio.

Fotos: Liberdade News.
Fotos: Liberdade News.

O crime de ingresso de aparelho celular em estabelecimento prisional passou a ser previsto no artigo 349-A, introduzido pela Lei 12.012, de 6 de agosto de 2009: “Ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico, de comunicação móvel, de rádio ou similar, sem autorização legal, em estabelecimento prisional. Pena — detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano.