Preso trio de Itabela acusado de executar PM durante tentativa de assalto em São José da Vitória

pesecod2-600x330

Policiais militares do Pelotão de Itabela, prenderam no último sábado (23), por volta das 18h30, Danilo Silva Santos, o “Danilo Seco”, de 19 anos, Cleiton Borges Santana, o “Foca”, 27, Maclei de Jesus Carvalho, 18 e apreenderam uma adolescente de 17 anos, acusados de participação numa tentativa de assalto contra a agência dos Correios da cidade de São José da Vitória, a 38 km de Itabuna, que terminou com a morte do soldado Dênisson Rodrigues, de 31 anos, que era lotado na 62ª Companhia Independente da Polícia Militar de Camacan.

unnamed (27)

No momento da prisão “Danilo Seco” estava escondido numa casa no bairro Jardim Paquetá, em Itabela, imóvel pertencente a Jovelina Justino dos Santos, de 29 anos, que também acabou detida. Com o acusado, que negou participação na morte do militar, os policiais apreenderam 16 munições de calibre 9 milímetros.

Segundo a polícia as munições seria entregue para “Foca”, que no momento que foi preso portava uma pistola do mesmo calibre. A prisão de Maclei de Jesus Carvalho, de 18 anos, aconteceu na casa de “Foca” e o mesmo portava uma pistola calibre 380, municiada.

Na operação os PMs ainda apreenderam dois notebooks, diversos celulares e uma balança de precisão. Após as prisões ocorridas em Itabela os três maiores, bem o como o menor, terminaram sendo conduzidos à Delegacia da Polícia Civil de Eunápolis, onde o flagrante foi lavrado.

As últimas informações dão conta que os maiores foram indiciados por posse ilegal de munição, porte ilegal de arma e formação de quadrilha. Já o menor teve seu auto de apreensão em flagrante lavrado e será apresentado em companhia da família ao Ministério Público.

Agora a polícia vai confrontar os presos com as imagens do circuito interno do Correios de São José da Vitória, para tentar identificar a participação deles no crime que resultou no assassinato do policial.

“Danilo Seco” possuía um mandado de prisão em aberto, oriundo da comarca de Porto Seguro, por suspeita de participação em um assalto contra os Correios do distrito de Trancoço, enquanto “Foca” estava em liberdade provisória fruto de condenação por envolvimento com o tráfico de drogas. Redação Teixeira News.

Local do Crime

Do Blog do Oswaldo

Os Peritos Técnicos de Polícia Civil são profissionais especialistas em identificação humana através das impressões digitais, sendo responsáveis por técnicas de identificação de indivíduos muito eficientes e de baixo custo para o Estado, diferenciando pessoas de todas as demais com alta precisão.

As pesquisas científicas realizadas por esses peritos em cenas de crime têm dado grande suporte para as polícias judiciárias revelar autorias delitivas, apresentando métodos absolutamente precisos e sustentados por estudos de respostas muito rápidas.

Os Peritos Técnicos atuam buscando vestígios que possam levá-los a infratores, investigando a cena do crime minuciosamente, com o intuito de analisar cada cômodo e cada elemento vinculado ao fato delituoso.

O vestígio papilar (fragmento de impressão digital) pode ser localizado em anteparos de superfícies lisas no geral, armas de fogo, cadeiras, mesas, portas, vidros, televisores, computadores, roupas e veículos. Depois dessa localização, o Perito Técnico dispõe de reagentes e de aparelhos luminosos especiais que ajudam a revelar e destacar a impressão da superfície, o que permite uma boa coleta e posterior análise em laboratórios forenses.

O uso desses reagentes é indispensável na detecção de impressões digitais ou fragmentos latentes, aqueles que oferecem dificuldades para a visualização, exigindo do profissional a execução de suas habilidades para a revelação da peça questionada e tratamento das imagens.

A etapa crucial dos trabalhos é chamada de “confronto papiloscópico”. Nessa fase, o Perito Técnico (Papiloscopista) realiza um estudo criterioso das impressões, comparando a peça questionada à peça padrão, e posterior verificação da compatibilidade dos pontos característicos, podendo dessa forma determinar a identidade de pessoas no local do crime.

A lei orgânica da Polícia Civil de 2009 estabeleceu responsabilidades privativas para os Peritos Técnicos desenvolverem essas atividades na Bahia, e gradativamente os profissionais almejam e perseguem seus melhores rendimentos.

Entretanto, essa realidade não é vivenciada em Itabuna. É raro acompanhar o trabalho técnico investigativo minucioso dos Peritos. Primordialmente por dois fatores. O primeiro, são os curiosos que se aglomeram na cena do crime e espalham digitais ou vestígios deixados pelo (s) criminoso (s). Segundo, porque a Secretaria de Segurança Pública da Bahia não dispõe de recursos necessários para que o trabalho possa ser exercido. Com isso, de que maneira os nossos agentes poderiam contribuir para que o crime seja solucionado? Lamentavelmente, de nenhuma forma.

Grupo rende vigilante e explode caixa eletrônico em Urandi

Bahia – Um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal instalado dentro de uma farmácia no município de Urandi, sudoeste do estado, foi explodido na madrugada deste sábado (21).

De acordo com a Polícia Civil, quatro homens em duas motocicletas chegaram armados, renderam o vigilante da farmácia e quebraram a porta do estabelecimento. Em seguida os suspeitos explodiram o aparelho e fugiram. Segundo a polícia, ninguém se feriu. Não há informações sobre o valor da quantia que foi levada pelos assaltantes.

A quantia levada ainda não foi divulgada. Até o momento ninguém foi preso, a polícia investiga o caso.

Suspeito de atirar contra policial durante assalto na Kennedy é preso

Foto: Ednaldo Pinto.

Itabuna – Policiais Civis da 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), realizaram uma diligência na tarde desta sexta-feira (30), com objetivo de prender o criminoso que baleou o policial Civil Rui Oliveira, no início da manhã deste dia. (confira)

Ítalo a esquerda ao lado de amigo que guardou a arma utilizada nos crimes.
Ítalo a esquerda ao lado de amigo que guardou a arma utilizada nos crimes.

A operação resultou na prisão de um suspeito identificado como Ítalo Cardoso Silva, que foi preso no Morro dos Macacos, situado no bairro Fonseca.

Após ser algemado, foi conduzido até o Complexo Policial para prestar esclarecimentos. Além disso, Ítalo está sendo acusado de assaltar um ônibus que levava funcionários da Trifil. Na ação vários aparelhos celulares foram subtraídos.

Tatuagem no braço de Ítalo.
Tatuagem no braço de Ítalo.

Polícia desarticula quadrilha especializada em roubo de motos em Itabuna

Foto: Ednaldo Pinto.
Foto: Ednaldo Pinto.

Itabuna – A Polícia Civil deflagrou uma operação na tarde desta quarta-feira (28), no bairro Nova Ferradas, que resultou na prisão de quatro pessoas, apreensão de um menor e seis motos que haviam sido tomadas de assalto.

Segundo informações, após denúncias feitas à polícia que integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de motos residia no bairro supracitado, os agente chegaram até o endereço onde detiveram, Alessandro Barbosa dos Santos, Claudio Lima dos Santos, Robério Souza, Luciene Cristina de Jesus e um adolescente de 16 anos.

Luciene, acusada de ser partícipe da quadrilha.

Além disso, um revólver foi encontrado na casa de Luciene, contudo, ela afirmou que a arma não era dela. Em depoimento, a mulher informou que o adolescente apreendido namora com sua filha, e teria escondido a arma em sua casa sem que ela soubesse.

Todos foram conduzidos até o Complexo Policial para prestar esclarecimentos. De acordo com informações policiais, Robério é apontado como líder do bando. O caso ainda está sendo investigado.

Braço de um dos homens acusado de fazer parte da quadrilha.
Braço de um dos homens acusado de fazer parte da quadrilha.

O dono da moto modelo Tornado amarela, reconheceu a moto. Segundo ele, o assalto ocorreu na noite desta terça-feira (27), no bairro Santo Antônio.

As motos recuperadas foram:

  • Tornado de cor amarela, placa JPW-4753
  • Honda Fan 125, de cor preta, placa JRC-4436
  • Honda Fan 150, cor vinho, placa NZE-7694
  • Broz, de cor preta, sem placa
  • Honda Fan 150, cor preta, placa HEE-5996
  • Honda Fan 125, cor vermelha, placa NZP-1376

Lúcio Serra participa da estréia do programa “Na Polícia e nas ruas”

Neste sábado (24), foi lançado na Rádio Jornal de Itabuna o programa “Na Polícia e Nas Ruas“, apresentado pela jornalista Luísa Couto. Na primeira edição do programa, o coordenador do Serviço de Investigação da 6ª COORPIN de Itabuna, Lúcio Serra deu entrevista falando sobre o atual momento da cidade.

Diversos ouvintes ligaram e participaram fazendo perguntas ao policial, que recentemente recebeu uma menção honrosa da Câmara de Vereadores da cidade e ainda receberá no começo de junho uma medalha de honra pela Secretaria de Segurança Pública do Governo da Bahia. Ele foi escolhido pelo Departamento de Polícia do Interior da Bahia para receber o prêmio de melhor agente.

Lucio Serra com a apresentadora Luísa Couto.
Lucio Serra com a apresentadora Luísa Couto.

Lúcio destacou a importância de mudanças nas leis do país como fator determinante para controle da criminalidade. “A polícia tem feito seu trabalho, mas as leis têm muitas brechas”, lembrou ele.

Além da entrevista com Serra e da participação dos ouvintes, o programa ainda contou com a exibição de uma entrevista com o delegado e coordenador regional, Evy Paternostro, que fez uma balanço sobre o cenário do crime em Itabuna e ainda falou sobre o trabalho realizado pela polícia. “A polícia já identificou que um grupo de pessoas, que antes vivia sob os cuidados e comando de fações, como se autointitularam, estão formando um novo grupo. A polícia já está identificado quem são os envolvidos para que não aconteça aqui o que aconteceu nos últimos 5 anos“, ressaltou o delegado falando sobre o novo grupo criminoso DMP, e ainda falando sobre a tentativa de coibir grupos como Raio A e B, que se intitulam como facções criminosas.

“Na Polícia e Nas Ruas”

O programa “Na Polícia e Nas Ruas” foi uma aposta do diretor Marco Luz, que tem desenvolvido novos projetos para a rádio. A apresentação fica a cargo da jornalista Luísa Couto, que já realizava matérias policiais durante a semana na rádio. O programa vai ao ar todos os sábados, de 9 às 10h.

Polícia Civil realiza paralisação por 24 horas nesta quarta

policiacivil-480x320 (1)

Policiais civis de pelo menos 14 Estados e do Distrito Federal fazem uma paralisação nacional nesta quarta-feira (21). A greve deve ter duração de 24 horas. Os policiais farão ainda um ato em Brasília, com o apoio de policiais federais. A paralisação foi decidida em assembleia realizada no último dia 6, onde a classe pede ao Governo rapidez na aprovação da aposentadoria especial e discussão imediata do novo modelo de gestão da PC.

Segundo a Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis), os Estados que aderiram ao movimento são Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e Maranhão.

Apenas 30% do efetivo de policiais continua trabalhando para atender ao mínimo exigido por lei, sendo que alguns Estados manterão o efetivo de 50%. Os policiais do Maranhão não tiveram apoio do sindicato para integrar o movimento e os que participam o fazem por conta própria, segundo a Cobrapol.

Polícia Civil fecha deposito de venda clandestina de combustível em Itabuna

Foto: Ednaldo Pinto
Foto: Ednaldo Pinto

Na tarde desta quinta-feira (13), agentes da Polícia Civil apreendeu uma grande quantidade de combustível clandestino, em um deposito na Rua F, no bairro Nova Itabuna.

10008521_434561890010998_1013920216_n

No local, foram encontradas câmeras de videomonitoramento e um rádio amador. A polícia acredita que tenha sido desta forma que o suspeito avistou a viatura e fugiu. Foram encontrados diversos baldes com combustível utilizados para o comércio ilegal de gasolina. O suspeito está sendo procurado.

Polícia prende integrantes de quadrilha que falsificava documentos na Cinquentenário

Fotógrafo: Ednaldo Pinto.
Fotógrafo: Ednaldo Pinto.

Itabuna – Policiais Civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) realizaram mais prisões nesta semana. A investigação gira em torno de uma quadrilha especializada em falsificar documentos em geral como de carros, habilitações, identidades, contra-cheques, diplomas, comprovantes de residência, entre outros.

O casal preso foi apresentado à impressa na manhã desta sexta-feira (7).
O casal preso foi apresentado à impressa na manhã desta sexta-feira (7).

Na noite desta quinta-feira (6) os agentes estiveram em um escritório localizado Avenida Cinquentenário – Centro, onde prenderam Nadson Alves dos Santos, de 21 anos, e Geisa Mota dos Santos, de 20, além de apreenderem computadores, impressoras e vários papéis.

Segundo o coordenador da 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), Evi Paternostro, os documentos foram utilizados na abertura de contas e solicitação de empréstimos consignados. Pelas fotografias dos documentos é possível notar cerca de seis RGs com identificações diferentes para uma mesma pessoa.

Polícia Civil prende acusada de ajudar travesti no furto dos 21 mil reais

Foto inédita: Ednaldo Pinto.
Foto inédita: Ednaldo Pinto.

Mais um passo da investigação do furto de R$ 21.000,00 a um fazendeiro, foi dado por agentes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Itabuna (DRFR) [confira aqui]

Na manhã desta quinta-feira (6), Arneide Oliveira dos Santos foi detida em Barro Preto, sob acusação de envolvimento no crime. Com ela, os agentes encontraram R$ 2.700,00 em espécie, além de drogas e chaves de caminhões.

Arneide foi encaminhada para o Complexo Policial de Itabuna, onde negou a participação no crime. A investigação segue em curso.

Polícia Civil investiga sumiço de material odontológico doado pelo Estado

A Policia Civil de Itabuna está investigando o “furto” de alguns equipamentos da secretaria de saúde da prefeitura do município. Em novembro de 2013 foi registrado um Boletim de Ocorrência por um funcionário da prefeitura que é responsável pelo material de saúde enviado pelo governo do estado para a prefeitura.

Ficou configurado que o sumiço do material foi ato delituoso (crime contra o patrimônio). A delegacia de repressão a furto e roubos está realizando a investigação.

O material odontológico que o governo do estado enviou para a prefeitura estava alocado em um galpão na feira livre do bairro da Conceição. Mas alguns aparelhos “desapareceram” do local, além de outros, como aparelho de fax.

Consultando profissionais da área, o valor dos aparelhos que foram furtados chega a R$ 300 mil. Veja a relação abaixo:

Sete aparelhos de ultra som odontológico
Quatro amalgamador
Quatro fotopolimerizador
Dois conjuntos odontológicos
Duas caixas de pé das longarinas
Duas caixas de encostos da longarinas
Dois aparelhos de fax
Um forno microondas grande

Alguns vereadores já estão cientes desta lamentável situação e estão analisando a viabilidade de criação de uma Comissão Especial de Inquérito para investigar.

O prefeito Claudevane Leite (PRB), e o secretário de saúde, Plínio Adry, têm que tomar uma posição em relação a esse furto, já que virou caso de polícia.

Informações do Políticos do Sul da Bahia

PC prende homem acusado de assaltar loja de celulares

Itabuna – Policiais Civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), prenderam no final da tarde deste domingo (22), Alan Lima Menezes, principal suspeito de ter assaltado a Infor Cell – loja de celulares localizada no centro da cidade. Além de Alan foi detido um menor, também suspeito de ter participado do assalto. Além disso, outros três homens – Luanderson Azevedo Silva, Rafael Almeida Santos e Rodrigo Silva Barreto – foram conduzidos para o Complexo Policial de Itabuna, por suspeita de receptação.

O crime ocorreu na quinta-feira (19) e chamou atenção por ter sido o 21º roubo no mesmo estabelecimento comercial, o que levou o empresário Carlos Xavier – dono da Infor Cell – a realizar um protesto.

Operações prendem 20 suspeitos de tráfico em três cidades baianas

Três operações policiais foram realizadas na Bahia nesta sexta-feira (13). Uma delas, comandada pela Polícia Civil, ocorreu em Salvador. Na ocorrência foram presos 12 homens suspeitos de tráfico de drogas no bairro de Itapuã, na capital baiana.

Em Itajuípe foi realizada uma operação conjunta com oito viaturas e 33 policias, militares e civis. De acordo com a PM do município, o objetivo da operação foi de coibir crimes o tráfico de drogas na cidade. Oito pessoas foram presas e 1,5 Kg de drogas foram apreendidas, além de crack, celulares, pássaros silvestres, galos de briga e gaiolas.

Material apreendido em Itajuípe (Foto: Divulgação)
Material apreendido em Itajuípe (Foto: Divulgação)

Já em Itabuna a operação foi realizada pela Polícia Civil e pelo Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP). Os 11 mandados de busca foram cumpridos, mas não foi realizado nenhum flagrante. Dois suspeitos estavam nos locais de busca, mas os policiais não encontraram provas contra eles.

De acordo com a Polícia Civil de Itabuna, os suspeitos de tráfico também podem estar envolvidos com homicídios que aconteceram na região. Os motivos são dívidas de drogas e briga territorial do comando do tráfico.

Polícia Civil apreende combustível em galpão de venda clandestina

Nesta quinta-feira (5) a Polícia Civil de Itabuna está fazendo apreensões de gasolina pela venda do produto sem comprovante fiscal. O galpão de venda clandestina de combustível fica localizado no bairro Nova Itabuna, em frente à fábrica da Trifil.

O lugar vendia combustível clandestino (Foto: Ednaldo Pinto)
O lugar vendia combustível clandestino (Foto: Ednaldo Pinto)

Dois homens que estavam no galpão foram conduzidos até o Complexo Policial para prestar depoimento. Um deles é motorista de um dos caminhões tanque, e outro é quem gerencia o local. Todo material foi apreendido e encaminhado para a DRFR [Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos] de Itabuna.

Polícia Civil da Bahia faz paralisação por 24 horas

Polícia Civil da Bahia paralisa por 24h (Foto: Divulgação)
Polícia Civil da Bahia paralisa por 24h (Foto: Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (3) os policiais civis da Bahia decidiram em assembleia paralisar as atividades por 24 horas nesta quarta-feira (4). A categoria adere à mobilização nacional conjunta com policiais e rodoviários federais, denominada “União Policial” e atende a convocação da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol).

Durante a paralisação, que começa às 8h de hoje e vai até às 8h de quinta-feira (5), apenas 30% do efetivo vai trabalhar para atender flagrantes, termo circunstanciado e levantamento cadavérico. Todos os outros serviços, como investigação criminal, registro de denúncias e ocorrências, e diligência policial não estarão funcionando.

O objetivo do movimento é cobrar do governo a implementação da carreira única, o piso salarial nacional e a desmilitarização, além das pautas específicas de cada categoria. Caravanas de policiais de todas as regiões do país são esperadas em Brasília, onde deve acontecer um ato público em frente ao Supremo Tribunal Federal.