Prefeitura diz que Carnaval não será bancado por recursos próprios

Após críticas da sociedade relacionadas à realização do Carnaval em Itabuna por causa dos constantes crimes, além da saúde precária do município, a Prefeitura divulgou neste domingo (12) um nota onde afirma que o evento será bancado através de patrocínio.

Nota à Imprensa e à Sociedade

“Patrocinadores custearão atrações do Carnaval de Itabuna. Prefeitura
só assume a estrutura

O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, esclarece que a realização do carnaval antecipado deste ano se dará de acordo com os recursos que foram captados, a partir de um projeto apresentado pela empresa vencedora da licitação, sem aporte de recursos do Município para a contratação de atrações, bandas ou trios. A determinação do prefeito limita a participação da Prefeitura à montagem da estrutura – palco, iluminação, sanitários químicos, etc. – que garantirão conforto e segurança para a população.

O prefeito reafirma que o carnaval não é uma prioridade da administração, que se deparou com uma quantidade de problemas – na área urbana e na zona rural do município – bem maior do que era conhecido, além de uma arrecadação abaixo da expectativa. Enfrentar esses problemas e a busca de soluções para as questões que transtornam a cidade e a vida da população têm exigido um grande esforço da administração e essa é a prioridade absoluta, de acordo com o prefeito.

Vane lembra que na campanha eleitoral afirmou, mais de uma vez, que o carnaval não estava na lista de prioridades e que a realização da festa dependeria da obtenção de recursos externos, vindos de patrocinadores privados, da Bahiatursa, do Ministério do Turismo ou outros órgãos estatais. Segundo o prefeito, assim como foi em 2012, com a Lavagem do Beco, será este ano e nos dois anos seguintes. “Carnaval só se for com patrocínio. Não é a prioridade do governo para este ano, como não será em 2015 e nem em 2016. Mas, se houver como captar recursos externos – como está acontecendo agora – a Prefeitura entra com a estrutura e o apoio logístico necessário, não mais que isso”, ressaltou o prefeito Claudevane Leite.

Itabuna, 12 de janeiro de 2014

Secretaria de Assuntos Governamentais e Comunicação Social
Departamento de Comunicação Social”

O Guardião da Constituição é o Supremo Tribunal Federal

Andirlei é Advogado – Pós-graduado em Direito processual do trabalho e
Presidente da OAB de Itabuna.

Por Andirlei Nascimento.

 

Ao longo da nossa história se fala em corrupção e impunidade.

Governos e governos se sucederam e o povo sempre cobrava e reclamava dos desvios de verbas públicas por parte dos poderosos que ficavam com o dinheiro que poderia ser aproveitado para melhorar a saúde, a educação e a segurança pública do povo brasileiro, sem serem punidos.

Em contrapartida, o pobre, que não era provido por programas governamentais, ao ser flagrado com um simples desvio de conduta era rigorosamente encarcerado. Porém, essas distorções em nosso país começam a ser mudadas.

Recentemente, o STF passou a corrigir estas deformidades fazendo valer o que prega a Constituição Federal: “todas as pessoas são iguais, independentemente da cor, raça e crença”.

Para espanto de alguns poderosos de plantão [ao que se sabe pela primeira vez em casos deste país] o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL fez prevalecer à Lei, aplicando-a nos chamados “mensaleiros” – homens poderosos do governo do ex-presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, que se achavam intocáveis. Eles (os mensaleiros) desviaram milhões e milhões de dinheiro dos cofres públicos achando que teriam a guarida da histórica impunidade brasileira, para poderem desfrutar dos resultados dos assaltos praticados ao erário público.

Quantas escolas poderiam ser construídas, com esse dinheiro que foi roubado? Quantos hospitais e postos de saúde seriam construídos e, bem assim, a contratação de médicos para atender aos cidadãos mais carentes e longínquos do torrão do nosso país, evitando assim a morte de tantos brasileiros e brasileiras? E a melhoria na segurança pública, sem contar com a melhoria na qualidade de vida de milhares e milhares de pessoas que passam fome? Esses corruptos somente não contavam que existiam homens honrados, que não se curvariam as pressões e cumpririam com os seus deveres cívicos, éticos, institucionais e constitucionais.

Com o caminhar da humanidade, surge de tempo em tempo, homens dignos que, com visão a frente dos seus dias, se apresentam e mudam o rumo da história. Joaquim Barbosa é um destes. A geração do direito poderá decorre de um fato único. Por outro lado, na história, ocorreram vários fatos que alteraram o seu curso, a exemplos da revolução francesa; da revolução industrial; da Guerra mundial, dentre outros. No Brasil, o atual presidente da Suprema Corte de Justiça mudou definitivamente a ideia da impunidade. Joaquim conseguiu isto ao encarcerar àqueles que se achavam intocáveis diante dos cargos que ocupavam, deixando alguns ainda na expectativa de fazerem parte desse grupo que tentou dar continuidade as mazelas da corrupção.

O princípio da inocência jamais poderá ser alterado através de meandros equacionados pelos inteligentes homens sem leis que fizeram parte do Governo do ex-presidente Lula, é que, esse princípio deve prevalecer porque a Constituição, como defensora do direito de todos, não exclui ninguém. Todos são iguais perante a lei e inocentes até prove em contrário, devendo, para tanto, prevalecer os princípios da ampla defesa e do processo legal para que a sociedade seja igualitária [o que efetivamente ocorreu] dando a cada um, o que é seu, e, punindo àqueles que agem de forma contrária a este princípio de uma sociedade justa.

Somente a história julga os atos praticados pelos homens, com certeza os atos advindos do idealismo do nosso atual presidente, JOAQUIM BARBOSA, trará para todos nós a segurança que precisamos para ter certeza de que vivemos em um país de homens probos que pensam no bem estar, indistintamente, de todos os cidadãos que almejam viver em uma sociedade livre e justa. Uma sociedade para todos.

Nota da Prefeitura de Itabuna

Por determinação do prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, os secretários municipais e a coordenação da Defesa Civil estão reunidos nesta manhã (28) no Centro Administrativo Firmino Alves para adoção de medidas para socorrer a população dos estragos causados em toda a cidade pelas chuvas fortes que desde a segunda-feira caem sobre a região Sul da Bahia. Nas últimas 24 horas foram registrados 34 milímetros de chuvas alagando áreas dos bairros São Roque, Caixa d’ Água, Santa Inês e Fátima.

Desde a madrugada que as secretarias da Assistência Social e Desenvolvimento Urbano estão com equipes de emergência atuando no socorro as vitimas. No trabalho de remoção de famílias para locais mais seguros estão sendo utilizados caminhões e máquinas pesadas para a desobstrução de canais.

A administração municipal está definindo os locais para onde serão removidas as famílias das áreas inundadas e de imóveis que tenha sofrido desmoronamento ou atingidos por deslizamentos de terra. Nestes locais haverá toda uma infraestrutura de serviços de atendimento médico e social, o que inclui o fornecimento de cestas básicas, água potável e colchões, além da atenção por técnicos da secretarias municipais da Assistência Social e Saúde, que inclusive deve montar postos de atendimento emergencial para vacinações.

Desde a noite (27) de ontem que a Coordenação da Defesa Civil tem recebido informações a cada hora sobre a movimentação das nuvens sobre a região através de sistema de mensagens eletrônicas da Coordenação Nacional da Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional. A central da Coordenação Municipal da Defesa Civil de Itabuna está atendendo no andar térreo do prédio da Câmara de Vereadores, onde funciona o Arquivo Público Municipal, inclusive para a doação de gêneros alimentícios, roupas e cobertores.

Para emergências devem ser acionados os telefones: Defesa Civil- 8848-9444 ou 8849-0122, inclusive com ligação a cobrar.

Cursos da UFBA estão entre os melhores na avaliação do ENAD

Os cursos disponíveis peça Universidade Federal da Bahia (UFBA) que foram avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) em 2012 obtiveram aprovação, alcançando conceitos de 3 e acima com destaque para os cursos de Jornalismo e Administração (ICADS/Barreiras) que ficaram com a nota máxima, 5.

Este resultado reflete a qualidade elevada do ensino de graduação na Universidade, levando em conta o preparo do corpo docente, cuja grande maioria é composta por mestres, doutores e pós-doutores, além do preparo dos estudantes que cumpriram seu papel com responsabilidade na resolução das questões do exame aplicado, considerou a professora Teresa Cristina Bahiense de Sousa, assessora de Ensino de Graduação.

Clique em Leia Mais para ver a tabela com os resultados. Leia mais…