Criança se pendura em caminhão e morre atropelada em Ilhéus

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Na tarde desta quinta-feira (26) um garoto de cinco anos morreu após se pendurar em um caminhão no bairro Nossa Senhora da Vitória, em Ilhéus. De acordo com a Polícia Civil, o motorista, que estaria com o veículo parado, disse que não viu o momento em que o menino segurou na lateral do caminhão e acabou acelerando.

De acordo com a Delegacia do município, o menino estava pendurado no caminhão estacionado. Quando o motorista ligou o veículo e deu ré, a criança caiu e foi atropelada pelo próprio caminhão.

Em depoimento à polícia, o motorista do veículo, Jomar Paulo dos Santos, afirmou que chegou a ouvir pessoas gritando “A criança caiu!”, mas não teve tempo de evitar que ela fosse atropelada. Ele foi autuado em flagrante por homicídio culposo de trânsito, mas pagou fiança e vai responder ao processo em liberdade.

O caminhão estava estacionado na frente da casa do motorista, na rua Maracanã, do bairro Nossa Senhora da Vitória. Na mesma rua, mora a família da criança de cinco anos vítima do atropelamento.

Jomar chegou a chamar a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o local do acidente. A criança foi levada para o Hospital Regional de Ilhéus, mas não resistiu aos ferimentos.

Pai é suspeito de sequestrar menino de cinco anos na véspera de Natal

Pai é suspeito de ter sequestrado o filho (Imagem: Divulgação)
Pai é suspeito de ter sequestrado o filho (Imagem: Divulgação)

Em Riachão do Jacuípe, 186 km de Salvador, um menino de 5 anos foi sequestrado em casa na véspera de Natal (24). Três homens armados invadiram o local e levaram o garoto Guilherme, que ainda não foi localizado. O principal suspeito de ordenar a ação é o próprio pai do menino, que é separado da mãe e mora em Salvador.

O caso foi por volta das 17h da terça-feira (24) quando os homens chegaram em um carro vermelho e se aproximaram da casa perguntando por Patrícia Almeida, 31 anos, mãe de Guilherme, e logo depois pela criança. O menino estava brincando no jardim em frente à casa e um dos homens o pegou. O primo de Patrícia ainda tentou puxar a criança e nesse momento foi colocado sob a mira de uma arma. Os homens levaram o menino até o carro e fugiram. Um tio de Patrícia ainda tentou seguir o veículo, sem sucesso. “Foi tudo muito rápido”, lembra a mãe.

Ela disse que começou a desconfiar do envolvimento do ex-marido porque alguns vizinhos contaram que o viram rondando pela rua e pelo fato dos dois brigarem na Justiça pela guarda da criança. Em outras ocasiões, o pai já chegou a demorar para devolver Guilherme à mãe.  Segundo ela, um dos homens que levou o filho falou que estava levando a criança para ver o pai.

Até o momento, a família não recebeu nenhum contato sobre o garoto.

Informações: Correio24h

Padastro é suspeito de acorrentar e agredir criança em Ubaitaba

No domingo (24) um adolescente de 14 anos foi encontrado acorrentado e com marcas de espancamento dentro de casa no distrito de Oricó, em Ubaitaba. De acordo com o delegado titular da cidade, Gilberto Souza Mouzinho, o padrasto do menino é o principal suspeito de ter cometido as agressões.

Menino era acorrentado e agredido dentro de casa (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)
Menino era acorrentado e agredido dentro de casa (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)

“A informação é que ele estava sendo acorrentado há algum tempo. Foi um vizinho que o ouviu gritando e entrou em casa. Parece que a mãe nunca denunciou porque estava sendo ameaçada. Não considero ele [padrasto] foragido. Ele é esperado até amanhã [hoje]. Se não se apresentar, vou determinar que seja feita diligência”, afirma o delegado.

Segundo o delegado, o jovem era agredido com “bainha” de facão. A corrente em que ele estava amarrado, que é de aço, foi levada para a delegacia da cidade. O garoto foi levado para um hospital, medicado e em seguida encaminhado para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em Ubaitaba.

Casa onde a criança residia (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)
Casa onde a criança residia (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)

A mãe da criança foi ouvida nesta segunda-feira (25) na delegacia da cidade e confirmou as agressões sofridas pelo garoto. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

Menino de nove anos é estuprado e morto a machadadas

Menino estava desaparecido desde a sexta (15) (Foto: Reprodução / Rádio Patrulha 24h)
Menino estava desaparecido desde a sexta (15) (Foto: Reprodução / Rádio Patrulha 24h)

O corpo de um menino de nove anos que estava desaparecido desde a última sexta-feira (15) foi encontrado em um matagal no município de Wenceslau Guimarães, no Sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar da região, a vítima identificada como Marcos dos Santos de Jesus morava em um bairro nas proximidades de uma roça de cacau e foi atraído para o local por um usuário de drogas.

O acusado levou a criança para um matagal, abusou sexualmente dele e o matou com golpes de machado na nuca. Ele escondeu o corpo da vítima com folhas de cacau e fugiu. Enquanto a PM realizava buscas pela criança neste domingo (17), o homem se voluntariou para ajudar e levou os policiais até o local exato onde o corpo de se encontrava.

Desconfiada, a PM começou a fazer perguntas para o acusado, que entrou em contradição e acusou um outro homem, que é conhecido na região por ser alcoólatra. No entanto, a polícia encontrou a arma utilizada no crime na casa do acusado, cuja identidade não foi divulgada, ainda com vestígios de sangue.

O homem foi preso e levado para a delegacia de Polícia Civil de Valença porque os moradores de Wenceslau Guimarães atearam fogo na casa do acusado, revoltados com o crime. Ele continua preso no local à disposição da Justiça.

O corpo da criança foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região ontem (17) e deve passar por uma perícia antes de ser liberado para o sepultamento.

Fonte: Correio

Menino cai do 3º andar de um prédio e fratura braço

Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (13) uma criança de sete anos caiu do terceiro andar de um prédio em Itabuna e foi levado para o Hospital Manoel Novaes. De acordo com informações de moradores do prédio, o menino morava no térreo mas estava no terceiro andar brincando com amigos sem a presença da mãe quando caiu por uma janela.

Segundo uma moradora, que não quis se identificar, a janela estava sem o vidro inferior, o que facilitou a queda.

O menino fraturou o braço e perdeu os dentes da frente. De acordo com o hospital, ele passou por exames, está consciente e com estado de saúde estável. Ainda não há confirmação do que provocou o acidente.

Fonte: G1

Menino de 9 anos é estuprado por três adolescentes em Curaçá

Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)

Uma criança de 9 anos foi estuprada por três adolescentes na cidade de Curaçá, que fica a 587 quilômetros de Salvador. Segundo informações do delegado Reginaldo César, a violência sexual aconteceu no dia 28 de outubro, mas só foi divulgado após a conclusão do inquérito.

O menino tomava banho no rio da cidade quando foi abordado por um adolescente de 13 anos e obrigado a ir para uma região de matagal. No local estavam outros dois adolescentes, um de 12 e outro de 13. Segundo Reginaldo, o menino foi estuprado pelos três garotos e ameaçado de morte em seguida.

Quatro dias depois de sofrer a violência, o menino contou para a mãe que estava sentindo muitas dores e foi levado a um hospital. Lá, após examinar o menino, o médico desconfiou do abuso e solicitou exame de delito, que confirmou a violência.

Internado, o garoto contou a polícia que estava sendo ameaçado de morte e que, por isso, não havia revelado antes para a família. Por conta do quadro infeccioso da lesão causada pelo abuso, o menino precisou ser transferido para um hospital na cidade de Petrolina (PE). Segundo o delegado, o estado de saúde dele é estável.

Ainda segundo a polícia, um dos envolvidos no crime já tem passagem por crimes contra o patrimônio. Os familiares do menino e dos adolescentes foram ouvidos e o inquérito foi encaminhado ao Ministério Público.

Fonte: Correio

Homem é acusado de violentar menino de 1 ano, filho da namorada

Na noite desta terça-feira (22) Paulo Cezar Matos dos Santos, 24 anos, foi conduzido ao Complexo Policial de Itabuna após ser acusado de violentar uma criança de 1 ano e 2 meses. A vítima é o filho da namorada do acusado.

Paulo Cezar está sendo investigado (Foto: Ednaldo Pinto)
Paulo Cezar está sendo investigado (Foto: Ednaldo Pinto)

O menino foi levado ao Centro Médico Pediátrico de Itabuna (CEMEPI) e após um breve exame foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica para realizar exame de corpo de delito. Segundo a mãe da criança, ela teria deixado o filho com Paulo Cezar na segunda-feira (21) e saiu para trabalhar. No dia seguinte ela foi banhar a criança que notou que o ânus estava vermelho e inchado. A mãe afirma ainda que não tem o costume de deixar o filho com o namorado.