Exclusivo: Assassino de Ana Ketelen é preso em Itabuna

Ana Ketlen
Ana Ketlen

Neste domingo (19) a Polícia Militar de Itabuna prendeu Maciel Felipe Guimarães, de 23 anos, juntamente com mais dois acusados por tráfico de drogas [veja aqui]. Segundo o delegado Marlon Macedo, Maciel tem mandado de prisão pela morte da menina Ana Ketelen Jesus Santos, de 4 anos. O crime aconteceu na madrugada do dia 15 de agosto de 2012.

Maciel (Foto: Ednaldo Pinto)
Maciel (Foto: Ednaldo Pinto)

O Crime

Cerca de 15 homens fortemente armados invadiram a comunidade do Pau Caído e deflagaram vários tiros. A menina Ana Ketelen foi morta com tiro de escopeta enquanto dormia. No tiroteio, mais de cinco casas foram atingidas, e um telefone público chegou a ser destruído. Residências foram parcialmente queimadas.

Apenas uma menor, prima da vítima, estava em casa no momento do crime. Ela afirmou que ouviu uma explosão ao lado e os tiros, então pegou a criança e ia sair para a rua com medo do fogo se alastrar e atingir a lugar onde estavam. Neste momento os bandidos deflagaram vários tiros contra sua residência, destruindo a porta e atingindo Ana Ketelen.

Além da morte da menina, Maciel é acusado por vários outros crimes. Informações apontam que ele estava em Belo Horizonte e retornou à Itabuna há pouco tempo.

Polícia Militar prende três suspeitos por tráfico de droga

Neste domingo (19) uma guarnição da ROTAM prendeu três homens no bairro São Lourenço, em Itabuna, suspeitos por tráfico de drogas. A Polícia Militar conduziu Rafael Pereira Barbosa, 18 anos, Antônio Carlos Nascimento Souza, 18 anos, e Maciel Pereira Barbosa, de 23 anos, considerado de alta periculosidade e acusado de ter matado uma menina de 4 anos com um tiro de escopeta no Pau Caído em 2012.

Rafael, Antônio Carlos e Maciel (Foto: Ednaldo Pinto)
Rafael, Antônio Carlos e Maciel (Foto: Ednaldo Pinto)

A polícia chegou até os suspeitos através de denúncias por populares. Os três foram encontrados em uma residência na rua D, e lá foram apreendidos uma balança de precisão, 26 buchas de maconha, 465 gramas de maconha prensada, 102 pedras de crack e três celulares. Maciel estava portando um revólver calibre 38 municiado na cintura.

Material apreendido (Foto: Ednaldo Pinto)
Material apreendido (Foto: Ednaldo Pinto)

De acordo com a polícia, Rafael tem mandado de prisão por tentativa de homicídio contra Antônio Conegundes Santos, no bairro São Lourenço [relembre aqui].

Foto: Ednaldo Pinto

Já Antônio Carlos Nascimento chegou há pouco tempo de São Paulo.

Antonio Carlos veio de São Paulo (Foto: Ednaldo Pinto)
Antonio Carlos veio de São Paulo (Foto: Ednaldo Pinto)

 

 

Suspeito de matar criança e pai é ouvido pela polícia

Menina foi morta no colo do pai (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)
Menina foi morta no colo do pai (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)

Nesta segunda-feira (13) pela tarde a Polícia Civil de Itabuna conduziu ao Complexo Policial um adolescente de 16 anos suspeito de matar Cristiano Oliveira da Silva, 25 anos, e a filha dele, Clarissa Mendes Nunes, de 5 anos, mortos no último dia 5 de janeiro no bairro Monte Cristo [relembre aqui].

O menor foi reconhecido por testemunhas através de fotografias após investigações. O suspeito foi liberado após ser ouvido pela Polícia. De acordo com o delegado Marlos Macedo, não houve flagrante e não há mandado de busca contra o rapaz.

As investigações sobre o homicídio continuarão.

Pai e filha de cinco anos são mortos no bairro Monte Cristo

Larissa Nunes, de 5 anos (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)
Larissa Nunes, de 5 anos (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)

Neste domingo (5) pai e filha foram friamente assassinatos na Rua K do bairro Monte Cristo, em Itabuna. A menina Larissa Nunes, de 5 anos, e o pai Cristiano Oliveira, de 25, foram executados por um homem que desceu de uma moto, perseguiu o pedreiro e efetuou os disparos. No momento do crime a criança estava nos braços do pai, afirma a polícia.

As vítimas foram encaminhadas com vida para o Hospital de Base e para a pediatria do Hospital Manoel Novaes, mas não resistiram aos ferimentos e faleceram.

O executor contou com a ajuda de um outro homem, que estava no controle da moto usada no crime. Segundo informações do Plantão Itabuna, uma discussão em um bar minutos antes, teria motivado os disparos contra Cristiano.

Informações: Plantão Itabuna

Pais desabafam sobre negligência de médica do Hospital Manoel Novaes

Nesta segunda-feira (18) uma família passou por um grande constrangimento e desrespeito no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna. Segundo o pais de uma criança, há dez dias eles haviam levado a filha para o Centro Médico Pediátrico (antigo Ipep) e de lá foi encaminhada para o Manoel Novaes, ficando internada por um dia. Hoje, a menina voltou a passar mal e chegou a ficar desacordada por aproximadamente 10 min.

Assustados, após conseguirem reanimar a menina, os pais levaram ela novamente ao hospital, mas a médica Maria do Socorro se recusou a examinar a criança. Acompanhe o desabafo dos pais no vídeo abaixo.

Homem desiste de estupro e dá R$ 4 para vítima ir embora

Uma menina de 11 anos foi sequestrada e sofreu tentativa de estupro na manhã desta quarta-feira (16) no Distrito Federal, em Brasília. Ela foi liberada pelo agressor após ter se assustado com os gritos ela. Em depoimento à polícia, a garota relatou que pediu para não ser estuprada porque era uma criança. Em seguida, o homem a liberou e entregou R$ 4 para ela pegar o ônibus e voltar pra casa.

Menina ainda recebeu R$ 4 do agressor para voltar pra casa (Foto: R7)
Menina ainda recebeu R$ 4 do agressor para voltar pra casa (Foto: R7)

A menina foi raptada quando estava indo para a escola em Ceilândia (DF) na companhia da mãe. Segundo a mulher, um carro parou e o motorista puxou a menina para dentro do veículo. A mãe ficou desesperada e pediu socorro.

A vítima foi encontrada por policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental às margens da rodovia DF-180. Ela relatou a polícia que o homem pegou um preservativo, mas não chegou a usá-lo. Ele teria passado a mão nas partes íntimas da menina e depois a liberou na estrada.

O caso está sendo registrado na 19ª Delegacia de Polícia. A Polícia Militar está em patrulhamento à procura do acusado.

Fonte: R7

PM de Salvador apreende suspeitos de tiros que mataram menina

Foram detidos na tarde desta quarta-feira (9) em Salvador um adolescente de 17 anos, um homem de 19 anos e uma mulher, suspeitos de integrar o grupo que realizou os disparos que mataram Franciele dos Santos, de 6 anos, sobrinha da ex-vereadora Léo Kret.

Leo Kret delcarou luto em uma rede social (Foto: Reprodução/Instagram)
Leo Kret delcarou luto em uma rede social (Foto: Reprodução/Instagram)

De acordo com a Polícia Militar eles foram flagrados no bairro do Pernambués, onde aconteceu o crime, que teria sido motivado por disputa pelo tráfico de drogas. Os três foram conduzidos para o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

O flagrante foi feito pela Operação Gêmeos, da PM, após recebimento de denúncia anônima. “Eles fazem parte de um grupo rival que invadiram a localidade, dispararam tiros e mataram a menina. Não podemos precisar ainda se foram eles que mataram. Botamos o nosso pessoal lá [no local da prisão] desde a manhã. Flagramos eles reunidos”, afirma o Major Washigton. A mulher, segundo o major, é suspeita de aliciar menores do bairro para entrar na quadrilha de tráfico de drogas.

O crime ocorreu no domingo (6) durante a realização de um aniversário do bar do avô da vítima na Rua do Arrastão, no bairro de Pernambués. As primeiras informações indicam que disputa entre traficantes de drogas da região pode ter causado o atentado que deixou outros cinco feridos. Uma das vítimas chegou a ser atingida na cabeça. Dois dos baleados eram alvos dos suspeitos, informou a polícia.

Menina de 13 anos é estuprada e morta em Vitória da Conquista

Uma menina de 13 anos foi violentada e morta na madrugada desta segunda-feira (7) na zona rual de Planalto, município localizado a 47 km de Vitória da Conquista. De acordo com a Polícia Civil, a garota de iniciais V.B.G. assistia a partida de um campeonato de futebol realizado no povoado de Parafuso quando ao final do jogo teria deixado o lugar para retornar à casa. No momento da volta ela foi abordada por Leandro Mendes Santos, de 21 anos.
A menina foi morta a golpes de madeira
A menina foi morta a golpes de madeira

A Jovem foi levada até um terreno baldio, onde foi violentada e agredida com um pedaço de madeira. O corpo da adolescente foi localizado pela população local, que acionou a polícia. Leandro foi preso em flagrante e admitiu o crime. O homem afirmou ainda que já havia tido relações sexuais com a adolescente anteriormente.

O corpo de V.B.G. foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista. Já o suspeito está preso no Complexo Policial de Planalto.

Padrasto é suspeito de abusar e engravidar jovem de 12 anos em Itabuna

Menina abusada brinca com boneca / Imagem: Reprodução, TV Santa Cruz
Menina abusada brinca com boneca / Imagem: Reprodução, TV Santa Cruz

O padrasto de uma jovem de 12 anos é suspeito de abusá-la sexualmente e engravidá-la. O caso foi denunciado à Vara da Infância e Juventude de Itabuna por representantes da escola onde a menina estuda. O homem está foragido.

“Ameaçava muito. Eu ficava com medo, chorava, mas só que eu não podia fazer nada. Era muito difícil porque eu ia para a escola. Os meninos tudo ficava perguntando, porque eu ficava assim desse jeito, minha barriga crescendo muito, e eu não sabia dizer o que era. Eu gostaria que ele estivesse preso para nunca mais ver a cara dele”, diz a menina.

A mãe da garota, que prefere não se identificar, também está grávida, de seis meses, e afirma que foi diagnosticada com leucemia e sífilis, doença sexualmente transmissível. Ela diz que notou a mudança no comportamento da filha, mas não teve coragem de denunciar o companheiro.

“Quando eu fiquei sabendo de toda a verdade ele começou a me ameaçar, ele ameaçava os meus filhos. Dizia se eu contasse alguma coisa que me matava, matava meus dois filhos. Então eu fiquei sem saber o que fazer, sem poder pedir ajuda pra ninguém”, afirma a mulher.

Por questões de segurança e bem estar, a jovem está morando em um abrigo. Mãe e filha estão sendo atendidas pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

“Nós realizamos logo a intervenção psicossocial, a psicóloga do Creas foi diretamente para o hospital para fazer o atendimento da adolescente com a mãe. A gente também encaminhou a mãe para o auxílio moradia, para que ela não ficasse mais dependendo financeiramente do companheiro”,  relata Alana Del Rey, assistente social. A família também tem acompanhamento psicológico semanal.

Casos como esse podem ser denunciados por telefone, pelo número 100.

Fonte: G1