Prática de exercícios físicos por idosos reduz ida ao médico

Os idosos que praticam exercícios físicos regularmente procuram menos atendimento médico do que os sedentários. É o que mostra estudo feito pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) com dois grupos de pacientes do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE).

Foram selecionados pacientes com idade média de 79 anos para uma avaliação que durou um ano. Um grupo de 48 idosos que fazem exercícios reduziu em 35% a procura de atendimento em relação a 44 pacientes sedentários.

Por meio de nota, o coordenador do estudo, Samir Salim Daher, especialista em medicina do esporte, destacou que além dos benefícios à saúde, a prática de atividades físicas evita a ocupação de leitos hospitalares e procedimentos de maior complexidade.

“Para um hospital do tamanho e da importância do HSPE, onde 60% dos pacientes internados são da terceira idade, a prevenção pode beneficiar outras pessoas que necessitam de atendimento médico”, observou.

Novos médicos chegam à Ilhéus mas unidades de saúde estão em falta

A médica Aline atende em uma sala de aula (Foto: Divulgação)
A médica Aline atende em uma sala de aula (Foto: Divulgação)

Em Ilhéus dez novos médicos foram contratados para reforçar o atendimento à população na rede de saúde pública. Conforme José Antonio Ocké, secretário de saúde, a contratação foi autorizada pelo prefeito Jabes Ribeiro em caráter emergencial para suprir a demanda reprimida do setor.

Dentre os médicos contratados, há especialistas em pediatria, clínica geral, psicologia, nutrição, geriatria, entre outros. Os profissionais começam a atuar na próxima semana.

Mais Médicos

Na semana passada, a primeira médica do programa federal Mais Médicos se apresentou em Ilhéus. Aline Souza Nunes, formada pela Unirio, já iniciou o trabalho na cidade. O município solicitou 60 médicos ao programa.

Nesse primeiro ciclo, o Ministério da Saúde designou três médicos para Ilhéus, sendo que dois desistiram. Segundo Bárbara Christian, após a validação do processo da doutora Aline Souza, a perspectiva é que a pediatra seja indicada para atuar no Programa de Saúde da Família (PSF IV) no bairro Teotônio Vilela.

Em contraponto à chegada de médicos, a rede básica de saúde de Ilhéus passa por outra dificuldade, o funcionamento dos postos.

Quase todas as unidades da zona sul de Ilhéus, por exemplo, estão fechadas. No bairro Nossa Senhora da Vitória, o posto não abre há um ano.

Informações: Ilhéus24h

Congresso Baiano de Oftalmologia celebra Dia Mundial da Visão

Será iniciado nesta quinta-feira (10) em Ilhéus o VI Congresso Baiano de Oftalmologia (SOFBA) e VII Congresso da Sociedade de Oftalmologia de Feira de Santana (SOFS). O evento acontecerá no Cana Brava Resort Hotel e termina no dia 12 (sábado) com palestras, workshops e mesas redondas que reúnem os principais nomes da oftalmologia no Brasil. Esta será a primeira vez que Ilhéus sedia o evento.

Dr. Rafael acredita que este será o maior congresso baiano de oftalmologia já realizado (Foto: Divulgação)

De acordo como Dr. Rafael Andrade, presidente do VI Congresso Baiano de Oftalmologia, “este será o maior congresso baiano de oftalmologia já realizado com mais de 300 médicos oftalmologistas participantes. Serão abordadas as principais áreas da Oftalmologia como Catarata, Retina, Córnea, Cirurgia Refrativa, entre outras”.

A abertura do congresso, que coincide com a celebração do Dia Mundial da Visão, uma data criada pelo LIONS Internacional, que se celebra ações de saúde ocular no Mundo inteiro toda segunda Quinta Feira de Outubro, fazendo parte do “Programa Visão 2020: O Direito à Visão até 2020”, iniciativa conjunta da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (IAPB).

Dr. Paulo Arruda é um dos oftalmologistas convidados (Foto: Divulgação)

O objetivo do programa é eliminar a cegueira evitável em todo o mundo até o ano 2020. Isso porque até 80% dos casos de cegueira resultam de causas previsíveis e/ou tratáveis, mas a cada cinco segundos uma pessoa fica cega no mundo e uma criança perde a visão a cada minuto. São 285 milhões de pessoas no mundo vivendo com baixa visão ou cegueira. Desses, 39 milhões são cegas e 246 milhões têm moderada ou grave deficiência visual. No Brasil, existem mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão, segundo dados do Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Um dos conferencistas convidados o Prof. Dr. Paulo Augusta Arruda Mello, ex-presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, atual uma das maiores autoridades em Glaucoma do Brasil ressalta que: “minhas expectativas com relação ao VI Congresso Baiano de Oftalmologia são as melhores possíveis: programação científica apurada, programação social rica, possibilidade de reunir colegas para discutir o atual momento da Saúde no Brasil e tudo isto tendo por moldura a cidade de Ilhéus. As perspectivas sobre o evento não podiam ser melhores”.

Ação Social

Para marcar o Dia Mundial da Visão, o Hospital de Olhos Beira Rio, em Itabuna, realizou em parceria com a Sociedade Baiana de Oftalmologia, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia e as Óticas um projeto de acuidade visual com cerca de 350 alunos de três escolas mantidas pelo Lions Clube. Os exames constataram que 50 estudantes precisam usar óculos, que foram entregues no ultimo dia 7.

Médicos cubanos já estão na Bahia

Médicos cubanos desembarcam no Brasil / Imagem: R7 Notícias

Cinquenta médicos cubanos que vão trabalhar na Bahia pelo programa Mais Médicos desembarcaram na noite deste domingo (25) no Aeroporto Internacional de Salvador. Com bandeiras de Cuba e do Brasil nas mãos, eles foram recebidos por populares, além de integrantes de partidos políticos e Organizações Não Governamentais (ONGs) que entoavam canções como “Cubanos, amigos, Brasil está contigo”.

Todos os profissionais que vão atuar no estado já participaram de missões em países fora de Cuba e possuem especialidade em Medicina da Família entre suas qualificações. A maioria deles também possui mais de 16 anos de experiência na área de saúde.

Os médicos ficarão alojados em unidades militares em Salvador e antes de seguirem para um dos 22 municípios da Bahia onde vão atuar, participarão de cursos sobre a saúde pública no Brasil e língua portuguesa.

Os cubanos serão distribuídos nas cidades de Adustina, Araci, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Cansanção, Carinhanha, Central, Cocos, Coronel João Sá, Correntina, Formosa do Rio Preto, Itiúba, Jeremoabo, Macaúbas, Mansidão, Nova Soure, Remanso, Riacho de Santana, Serra Dourada, Sítio do Quinto, Souto Soares e Tucano.

Programa

A Bahia é o estado que mais deve receber profissionais pelo programa “Mais Médicos”, de acordo com o Ministério da Saúde. Ao todo, serão 161 médicos direcionados para o estado. Em seguida, estão Minas Gerais (159), São Paulo (141), Ceará (138), Goiás (117), Rio Grande do Sul (107) e Amazonas (73).

O acordo prevê, até o final do ano, a chegada de 4 mil médicos cubanos. Segundo Mozart Sales, o programa recebeu 400 pedidos por médicos em Pernambuco e, até o momento, só 74 vagas foram preenchidas.

Informações: G1

Bahia é o estado que mais deve receber médicos de programa federal

A Bahia é o estado que mais deve receber profissionais pelo programa “Mais Médicos” segundo informação divulgada pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (1°). Ao todo serão 161 médicos direcionados para o estado. Em seguida, estão Minas Gerais (159), São Paulo (141), Ceará (138), Goiás (117), Rio Grande do Sul (107) e Amazonas (73).

Foram 1.753 médicos com diplomas de universidades brasileiras selecionados nesta primeira rodada do processo seletivo, que vão atuar nos 626 municípios selecionados nessa primeira rodada do programa. 74% dos médicos foram direcionados para a cidade que era a primeira opção entre as seis que poderiam ser escolhidas, por ordem de prioridade. Já os outros 232 profissionais vão poder atuar na cidade que foi a segunda opção.

O Ministério da Saúde informa que, do total de cidades, 375 estão em regiões de extrema pobreza, 159 em regiões metropolitanas, 68 estão em um grupo de 100 cidades com mais de 80 mil habitantes de maior vulnerabilidade social e 24 são capitais. Foram atendidos ainda 23 distritos sanitários indígenas.

Nesta quarta-feira (31), o Ministério da Educação anunciou que o governo decidiu alterar um dos pontos do programa Mais Médicos: o que previa a ampliação de seis para oito anos do período de graduação em medicina – nos dois anos extras eles teriam de prestar serviços no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o ministro, o governo decidiu acatar a proposta de comissão de especialistas que analisa o programa, segundo a qual os dois anos extras serão aproveitados como residência médica.

Os municípios escolhidos pelos médicos serão divulgados ainda este mês.

Fonte: G1

Médicos e estudantes se reúnem em manifesto

Créditos: Radar Notícias

Nesta quarta-feira (3) estudantes de medicina e profissionais da área foram às ruas em todo o Brasil para realizar um manifesto, e não foi diferente em Itabuna. Médicos e estudantes de medicina protestaram reivindicando pela melhoria do SUS, valorização do setor de saúde e dos profissionais do país. Os manifestantes se reuniram no Jardim do Ó e no Hospital de Base.

O objetivo da manifestação é chamar a atenção do Governo para os investimentos necessários para que se possa melhorar as condições de trabalho, principalmente pelo SUS. Os médicos ainda ressaltaram que são contra a contratação de profissionais de saúde estrangeiros sem avaliações fundamentais.

Sesab faz seleção pública para contratar médicos reguladores para Itabuna

Secretário de Saúde, Renan Araújo
Secretário de Saúde, Renan Araújo

Visando à implantação do Complexo Regulador da Macrorregião Sul, que será sediado em Itabuna, a Fundação Estatal Saúde da Família – FESF-SUS e a Secretaria da Saúde da Bahia – Sesab abriram seleção pública para contratação de médicos reguladores para atuar no referido complexo. As inscrições foram prorrogadas até domingo, dia 19, exclusivamente, pelo endereço www.fesfsus.ba.gov.br, onde o Edital de Seleção pode ser baixado com todos seus anexos.
O secretário municipal de Saúde, Renan Araújo, informa que o Serviço de Regulação do Acesso aos Leitos Hospitalares da Macrorregião Sudeste e Sul, consiste nas atividades de planejamento, organização e gestão do Complexo Regulador com vistas à qualificação do acesso pelos princípios da universalidade e equidade e será composto por equipe multidisciplinar. Ao todo serão contratados 28 profissionais, sendo 14 para Itabuna e igual número para Vitória da Conquista, com remuneração mensal de R$ 3.144,04 e jornada padrão de 12 horas semanais (plantão).