Ministério da Educação libera inscrições para o SISU

Está aberta a partir desta segunda-feira (6) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (SISU), liberadas pelo Ministério da Educação (MEC). Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2013 poderão concorrer a uma das 171.756 vagas em cursos superiores oferecidas por universidades federais, estaduais e institutos federais.

As inscrições devem ser feitas no site sisu.mec.gov.br. O prazo de inscrição termina às 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10).

Clique em Leia Mais para saber como participar do SISU. Leia mais…

Escolha de Itabuna para receber faculdade é comemorada por Augusto Castro

O deputado Augusto Castro comemorou a inclusão de Itabuna entre as 12 cidades pré-selecionadas pelo Ministério da Educação (MEC) para receber cursos de medicina, iniciativa que também faz parte do Programa Mais Médicos.

A nova graduação será em instituições de ensino superior privado. Para o parlamentar Itabuna está apta para ser aprovada na segunda fase, quando as localidades deverão cumprir requisitos de infraestrutura. “Nossa cidade tem quatro hospitais, sendo três filantrópicos e um municipal que atendem a 120 municípios da região Sul”, destaca Augusto Castro.

O resultado final da seleção será divulgado pelo MEC no dia 20.

Diário Oficial publica programa de bolsas de estudos para negros

Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)

Foi publicada na edição desta quinta-feira (21) do Diário Oficial da União a portaria do Ministério da Educação (MEC) que institui o Programa de Desenvolvimento Abdias Nascimento, que vai oferecer bolsas de estudos a estudantes negros e indígenas. A portaria entra em vigor já nesta quinta.

De acordo com o texto, o objetivo é formar e capacitar, com bolsas no Brasil e no exterior, estudantes “autodeclarados pretos, pardos, indígenas e estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades”.

Com as bolsas, o ministério procura proporcionar experiências educacionais e profissionais “voltadas à educação, à competitividade e à inovação em áreas prioritárias para a promoção da igualdade racial, do combate ao racismo”. Além do “estudo e valorização das especificidades socioculturais e linguísticas dos povos indígenas, da acessibilidade e inclusão no Brasil, e da difusão do conhecimento e da história e cultura afro-brasileira e indígena”.

Segundo o texto publicado no DO, as áreas prioritárias e os critérios de participação ainda serão definidos em regulamento.

Abdias Nascimento

O ativista do movimento negro Abdias Nascimento, homenageado pelo MEC no programa, morreu em maio de 2011. Ele fundou o Teatro Experimental do Negro (TEN) em 1944 e criou o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro Brasileiros (Ipeafro) em 1981 para continuar sua luta pelos direitos do povo negro, sobretudo nas áreas da educação e da cultura. Abdias também foi deputado federal, senador e secretário de Defesa e Promoção das Populações Afro-Brasileiras do Estado do Rio de Janeiro, de 1991 a 1994.

Lista da primeira chamada do Sisu é divulgada

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta segunda-feira (17) a primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio de ano. Para ter acesso aos resultados, o candidato precisa entrar no site http://sisu.mec.gov.br, clicar no botão ‘Lista de selecionados’ e informar os campos instituição, local de oferta, curso e turno. Os convocados devem fazer as matrículas entre os dias 21 e 25 de junho. A segunda chamada será divulgada no dia 1º de julho, com matrículas nos dias 5, 8 e 9 de julho.

Esta edição do Sisu atingiu a marca de 738.439 candidatos inscritos até as 18h desta sexta-feira (14), segundo balanço do MEC. O número é superior ao registrado no segundo semestre do ano passado, quando o balanço final fechou em 642.878 inscritos, de acordo com o ministério.

O número de inscrições chegou a 1.428.124. Como cada candidato pode concorrer em até duas opções de curso, o número de inscrições e de estudantes é diferente.

Nesta edição, o sistema oferece 39.724 vagas em cursos de graduação em universidades federais e institutos federais de ensino superior. De acordo com os dados, 54 instituições já aderiram ao sistema com 1.179 cursos.

 

Lista de espera

Entre os dias 1º a 12 de julho ocorre o prazo para que os candidatos manifestem interesse em participar da lista de espera.

Podem participar os estudantes não selecionados em nenhuma de suas opções nas chamadas regulares e os candidatos selecionados em sua segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula. A participação na lista de espera somente poderá ser feita na primeira opção de vaga do candidato.

A lista de espera do Sisu será utilizada prioritariamente pelas instituições participantes para preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas nas duas chamadas regulares do Sisu, a partir do dia 17 de julho.

Em caso de empate entre dois ou mais estudantes pelas notas do Enem 2012, o desempate será feito, pela ordem:

I – nota obtida na redação;
II – nota obtida na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias;
III – nota obtida na prova de matemática e suas tecnologias;
IV – nota obtida na prova de ciências da natureza e suas tecnologias;
V – nota obtida na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Inscrições para o Sisu terminam hoje

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio de ano terminam às 23h59 desta sexta-feira (14). Quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 e quer concorrer a uma das 39.724 vagas em cursos de graduação em universidades federais e institutos federais de ensino superior deve se inscrever no site do Sisu. Quem já fez a inscrição pode até o último minuto mudar as opções de curso. Até as 18h11 desta quinta-feira (13), o sistema registrava mais de 644 mil inscritos.

O Sisu é um sistema dinâmico, por isso os estudantes podem mudar a inscrição quantas vezes quiserem até o prazo final. O sistema vai considerar a última inscrição validada pelo candidato. O resultado da primeira chamada sai nesta segunda-feira (17), com matrículas nos dias 21, 24 e 25. Haverá uma segunda chamada, no dia 1º de julho, com matrículas nos dias 5, 8 e 9, e ainda, a lista de espera. De acordo com o Ministério da Educação, 54 instituições que oferecem 1.179 cursos já aderiram ao sistema.

Saber monitorar as notas de corte pelo sistema e abrir mão de disputar uma determinada vaga como cotista, em um determinado caso onde a concorrência pode ser maior, faz com que o candidato encontre opções de curso em que tenham maior chance de aprovação.

Como tem muita gente para poucas vagas, o estudante deve seguir algumas dicas de procedimento durante o período de inscrições e monitorar a nota de corte dos cursos escolhidos o tempo todo. Se a nota de corte estiver muito acima da pontuação obtida pelo candidato no Enem de 2012, a melhor saída é escolher um outro curso e/ou instituição com nota de corte mais baixa.

Site para inscrição: http://sisu.mec.gov.br/

Os candidatos que se enquadram na política de cotas (estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública, com renda per capita de até 1,5 salário mínimo, ou que se autodeclara preto, pardo ou indígena) também devem verificar se vale mais a pena concorrer entre os cotistas, onde o número de vagas é menor, ou pela ampla concorrência. Nem sempre a nota de corte dos cotistas é menor do que os dos demais concorrentes.