Marcelo Nilo discute sucessão em almoço nesta terça-feira

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) reúne, nesta terça-feira (14) a partir das 12h30, um grupo de 300 lideranças políticas do estado em um almoço na churrascaria Sal e Brasa, em Pituaçu.

O encontro servirá para análise da atual conjuntura política do estado. Os agentes políticos trarão a avaliação das ações do governo do estado e traçarão quais as principais dificuldades a serem enfrentadas no futuro.

A expectativa é de que seja apresentado também um balanço de tudo o que foi feito durante os sete anos à frente do parlamento baiano. Não foram poucos os avanços no sentido de dar autonomia ao Poder Legislativo do estado.

Na oportunidade, prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, além das lideranças políticas devem traçar o perfil do próximo candidato ao governo do estado. A ideia é alinhar a expectativa às possibilidades. As discussões sobre a sucessão, portanto, também farão parte do cardápio deste evento.

“Sou favorável como Deputado e principalmente como Presidente” afirma Marcelo Nilo sobre voto aberto

Na tarde desta quinta-feira (25) o apresentado Raimundo Varela, recebeu o Deputado e Presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo, no programa Balanço Geral.

Varela questionou a posição do deputado com relação ao voto aberto, já que durante toda a semana citou publicações da imprensa baiana que afirmavam que o deputado era contra a medida que determinava o “Voto Aberto” nas votações de parlamentares.

Para início de conversa o deputado fez questão de esclarecer que é a favor a medida em qualquer que seja a situação. “Sou favorável como cidadão, sou favorável como Deputado e principalmente como Presidente da Assembleia”, afirma.

Nilo ainda foi questionado sobre as denúncias de que estaria utilizando soldados do estado para fazer sua segurança, o deputado foi curto e grosso. “Eu renuncio meu mandato aqui no Balanço Geral se alguém provar na Bahia, que eu peguei um militar para fazer serviço na minha casa”, afirma. Nillo ainda firmou que é direito parlamentar a utilização dos militares para esse serviço, apesar do mesmo afirmar que não ‘utiliza’.

Carlos Lupi confirma pré-candidatura de Marcelo Nilo ao governo da Bahia

Foto: Sandra Travassos / Alba.
Foto: Sandra Travassos / Alba.

O presidente nacional do PDT Carlos Lupi esteve em Salvador nesta sexta-feira (20) para assinar a ficha de filiação da ex-vereadora da capital Andrea Mendonça ao partido. O ex-ministro do trabalho foi recebido pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo e pelo presidente estadual da legenda, Alexandre Brust. Os três discutiram a atual conjuntura política regional e confirmaram a pré-candidatura de Nilo à sucessão de Jaques Wagner em 2014, durante o um café da manhã no Othon Palace, em Ondina.

A agenda do Lupi incluiu o lançamento da base soteropolitana da Rádio Web Legalidade, ligada ao PDT. Durante o programa de abertura, o ex-ministro reforçou a pré-candidatura de Nilo ao governo e deixou claro que o partido permanece forte e dentro da base da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner.

Marcelo Nilo também aproveitou a oportunidade para reforçar a postulação. Esta na hora de colocarmos alguém que saiba a importância de ser governador da Bahia. Para ser governador é preciso estar preparado politicamente e, modestamente, o meu currículo já permite a sonhar e ter esperança.

Marcelo Nilo destaca debate qualificado entre deputados que viraram a noite em sessão acalourada

Os deputados estaduais das bancadas de governo e da oposição elevaram o tom do debate durante toda a tarde de terça-feira (10) e madrugada de quarta (11). Na ocasião, três propostas foram aprovadas em plenário: os relatórios do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as contas do governo Jaques Wagner nos anos de 2008 e 2009, além do projeto de Lei 20.424, que reserva um 1/3 da carga horária dos professores da 5º a 8ª séries do Ensino Fundamental e os do Ensino Médio para desenvolver atividades de planejamento.

Leia mais…

Nilo vê AL mais aberta às minorias

O deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, acredita que a casa hoje está mais aberta à população. Em evento no qual falou sobre “O papel do legislador no contexto federativo”, nesta quinta-feira, 15, na Faculdade de Ilhéus, o pedetista disse que a Constituição Federal limitou a atuação dos legislativos estaduais, mas observou que, sob seu ponto de vista, a Assembleia da Bahia tem investido no diálogo com o povo.

“Recebemos na Assembleia, nos últimos anos, todos os movimentos sociais, as minorias, resgatando o conceito de casa do povo”, declarou o presidente no evento, do qual também participaram o deputado estadual Augusto Castro (PSDB) e o presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Aldenes Meira (PCdoB), entre outros políticos.

Nilo também declarou ver como positivas as manifestações que acontecem no Brasil. Segundo ele, trata-se da consolidação da democracia, com a participação massiva da juventude, lutando pelos direitos da população brasileira. O deputado afirmou que a mobilização popular representa o fortalecimento da consciência política.