Avião cai sobre casa no Maranhão e deixa cinco mortos

Brasil – Um avião que tinha como destino Teresina, capital do Piauí, caiu sobre uma residência em Balsas, no Maranhão, e matou cinco pessoas por volta das 6h20 deste domingo (3).

De acordo com o 4º Batalhão da Polícia Militar de Balsas, a aeronave caiu logo após a decolagem, atingindo uma casa. O cômodo sobre o qual caiu o avião estava vazio, e nenhum dos moradores da residência atingida se feriu.

Os tripulantes do avião, contudo, morreram carbonizados. Entre eles estava o piloto da aeronave, Delano Coelho, filho do médico Vagner Coelho e candidato a deputado estadual pelo PPS, e da ex-prefeita de Uruçuí Maria do Espírito Santo e irmão do prefeito de Nova Colinas, Elano Martins Coelho.

Além deles, também está entre os mortos a noiva do piloto Delano Coelho, Lorena Alves de Lima, de 22 anos, que era enfermeira e trabalhava na condução da senhora Maria de Jesus Cruz e Silva, de 87 anos, para um hospital em Teresina.

Pastor acredita ter tido revelação de um anjo e engravida duas adolescentes

Maranhão – O pastor José Pedro dos Santos, de 60 anos, teria abusado sexualmente de cinco garotas na cidade de Pinheiro-MA.

Segundo informações, ele alegou que o Espírito Santo precisava de cinco mulheres para dar a luz aos “salvadores do mundo”. Entre as meninas, duas estão grávidas, uma de 14 anos está no quarto mês de gravidez, enquanto a segunda, de 15 anos, entra no oitavo mês de gestação. Em à Polícia, o pastor afirma que não teve relações com as garotas e que as duas jovens foram agraciadas com um “milagre”.

O pastor José Pedro afirmou ainda em depoimento, que recebeu uma visão de um anjo mostrando os rostos das cinco garotas que deveriam engravidar e mesmo assim continuariam virgens. Na cidade, a delegada Laura Amélia Barbosa, que acompanha o caso, já começou a ouvir as jovens e para surpresa de todos, elas também acreditam que estão grávidas do Espírito Santo, embora tenham confirmado em depoimento que tiveram relações sexuais com o pastor. Ele segue preso na Delegacia Regional de Pinheiro.

Presos filmam detentos decapitados em presídio de Maranhão

CDP de Pedrinhas (Foto: Divulgação)
CDP de Pedrinhas (Foto: Divulgação)

Um vídeo gravado em dezembro por detentos mostra outros presos decapitados no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão. Na penitenciária, 62 presos foram mortos desde o ano passado. O vídeo, entregue à Folha de S. Paulo e divulgado nesta terça-feira (7) tem dois minutos e 32 segundos. Os próprios presos rebelados fazem o vídeo – para se preservar, eles filmam somente os pés deles mesmos.

Eles se divertem filmando os rivais mortos, cravejados de balas, e sem cabeças. No chão, é possível perceber sangue. A cena se passa no Centro de Detenção Provisória, de Pedrinhas, na zona rural da capital maranhense.

Os corpos são de Diego Michael Mendes Coelho, 21 anos, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46 anos, e Irismar Pereira, 34 anos.

O governo de Roseana Sarney (PMDB) classificou as cenas de “um ato de completa selvageria”. As imagens serão alvo de inquérito para que sua veracidade seja atestada. O governo também repudiou a divulgação das imagens.  “Divulgar esse tipo de gravação é repudiante, pois só corrobora com uma ação no mínimo criminosa, com apelo sensacionalista e que fere todos os preceitos dos direitos humanos e as leis de proteção ao cidadão e à família [dos detentos mortos], que se vê novamente diante de uma exposição brutal”, diz nota divulgada pela Secretaria Estadual de Comunicação.

ATENÇÃO: o vídeo contém cenas explícitas e violentas. As imagens são fortes. Clique em Leia Mais para assistir. Leia mais…

Presidiários ordenam estupros nas ruas do Maranhão

Maranhão – Irmãs e esposas de detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA), não são as únicas a serem estupradas por líderes de facções criminosas dentro das unidades.

Segundo denúncia recebida nesta quinta-feira (26) pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), os abusos sexuais não se restringem ao interior da unidade, apesar de serem ordenados de lá. A ordem é dada, conforme a denúncia, por líderes de facções, possivelmente por meio de celulares que entram escondidos na unidade.

As vítimas são principalmente mulheres do interior do estado que viajam à capital para visitar o marido e parentes em Pedrinhas, de acordo com o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Rafael Silva.

Na semana passada, uma rebelião no local terminou com quatro mortos, três deles decapitados.

Em nota, o governo informa que vai apurar as denúncias e diz que tomou “medidas saneadoras”, como troca de comando das polícias Civil e Militar e da administração penitenciária. Segundo o governo, o sistema ganhará reforço de sete novos presídios e outros dois são feitos com recursos federais. A nota não informa prazos.(ComFolhadeSãoPaulo)

Caminhoneiro bate em garota de programa e é preso em Itabuna

Um caminhoneiro maranhense foi detido e conduzido por patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal [PRF] até a 6ª Coorpin [Coordenadoria de Polícia do Interior] Delegacia da cidade, após agredir fisicamente uma prostituta identificada como Ane Caroline Conceição, de 19 anos, moradora do bairro de Fátima.

Segundo o motorista o que motivou à agressão foi pelo fato de que na semana passada ele deu carona a Caroline e outra moça nas imediações do Posto Atalaia – BR-101. Durante o percurso elas disseram que faria sexo oral nele, no entanto, as jovens anunciaram o assalto e levaram cerca de R$ 2.000,00 dele.

O motorista ainda contou que só conseguiu reconhecer Caroline pois a mesma havia tirado uma foto no seu celular minutos antes de praticar o crime. Com essa imagem ele conseguiu reconhecê-la e enfurecido acabou agredindo-na, pois, contava com o dinheiro para pagar os medicamentos da filha que está internada.

Ferida, Caroline deu entrada no Pronto Socorro do Hospital de Base da cidade e um boletim de ocorrências foi registrado na Delegacia.