Pai esfaqueia filho por tentar defender sua mãe em Itabuna

Agervan Souza Santana, de 25 anos, foi atingido por golpes de faca nesta segunda-feira (10), no bairro Vale do Sol.

Segundo informações, uma discussão acalorada em família estava ocorrendo e Agervan interferiu na confusão com intuito de defender a sua mãe de agressões do pai, no entanto, foi golpeado a faca. Vizinhos acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que de imediato esteve presente e prestou os primeiros atendimentos a Agervan que estava consciente.

Agervan deu entrada no Pronto Socorro do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM). Segundo ele, o pai costuma beber e fica violento.

Você conhece? Pai quer reencontrar filha que não vê há 30 anos

Morador da cidade de Itabuna, José Nilton Farias está á procura de sua filha e diz que não tem noticias há 30 anos. Segundo informações sua filha se chama Cristiane, a ultima informação que José teve foi de que ela residia na cidade de Ilhéus com sua mãe que se chama Dinalva conhecida como japonesa. Ainda de acordo com as informações sua ex mulher já trabalhou em uma empresa de ônibus em Ilhéus.

Caso alguém souber de qualquer informação sobre o paradeiro de Cristiane que possa levar o pai ao encontro de sua filha por favor entre em contato com o telefone 73-8827-4075 | (73) 3215-3324.

Moradora de SP está em Itabuna a procura da mãe

O Blog do Tom recebeu a informação de que Wileane Nunes de Oliveira, de 25 anos, está procurando por sua mãe, Eliene Nunes de Oliveira, que deve ter hoje aproximadamente 47 anos. De acordo com Wileane, que é professora e mora na Zona Norte de São Paulo, ela é nascida em Itabuna, filha Eliene com José Honorato Oliveira, falecido há 13 anos.

Hoje, Wileane está em Itabuna para procurar sua mãe, que pode estar morando em Santo Antônio de Jesus. Quando morou em Itabuna, Eliene morava na rua do Contorno no bairro Parque Boa Vista. A jovem voltará para São Paulo nesta sexta-feira (17).

Se alguém tiver informações sobre o paradeiro de Eliene, pode entrar em contato com o Blog do Tom pelo número (73) 3215-3324.

PM esfaqueia mãe, irmã e agride sobrinha em Feira de Santana

Um policial militar foi detido após esfaquear a irmã e agredir a mãe e a sobrinha em Feira de Santana na noite deste domingo (15). De acordo com informações da Polícia Militar, o crime aconteceu na casa da família, no bairro Vietnã, por volta das 21h30.

Crime será investigado pela Delegacia da Mulher de Feira de Santana (Foto: Divulgação)
Crime será investigado pela Delegacia da Mulher de Feira de Santana (Foto: Divulgação)

O soldado atacou primeiro a mãe, de 73 anos, agredindo-a também com pancadas na cabeça. Depois o acusado esfaqueou nas costas a irmã de 42 anos, e ainda deu pancadas na cabeça da sobrinha, uma adolescente de 15 anos.

O PM está afastado da corporação e tinha sido apresentado à junta médica por conta de problemas mentais. A polícia, no entanto, não soube informar o que motivou as agressões. A mãe do soldado foi socorrida para o Hospital Emec, em Feira de Santana. Já a irmã e a sobrinha dele foram levadas para o Hospital Geral Clériston Andrade.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, nenhuma das três vítimas correm risco de morte. O soldado foi conduzido para o Hospital Psiquiátrico Lopes Rodrigues. Robson da Paixão já foi ouvido pela Polícia Civil, e retornou para a instituição após prestar esclarecimentos.

Falece no Rio de Janeiro mãe do cantor Naldo

A mãe do cantor Naldo faleceu na noite desta quarta-feira (30). Dona Maria Ivonete estava internada desde o último dia 18 em um hospital do Rio de Janeiro e morreu por causa de um câncer no intestino. Abalado pelo momento difícil, Naldo usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (31) para desabafar.

Cantor postou foto com a mãe (Foto: Reprodução/Instagram)
Cantor postou foto com a mãe (Foto: Reprodução/Instagram)

No perfil do Instagram, o cantor postou uma imagem onde aparece abraçado com a mãe e na legenda escreveu: “Nem que eu escreva um livro, não seria suficiente. Não caberia todos as palavras de amor pela Senhora! Deus te chamou, nada posso fazer, mas não posso negar nem esconder como vou viver com tanta saudade. Fiz e faria de tudo e mais, muito mais pra te ter comigo, mulher Guerreira, de Deus, fiel, amorosa, exemplar. Te devo tudo que sou. Te amo muito, mãe. Vá em paz. Orgulho de ser filho da pessoa mais linda, por dentro e por fora! Nesse mundo, igual nunca vi! Contigo vi a verdade na palavra de Deus, combateu o bom combate, acabou a carreira e guardou a fé! Dona Maria Ivonete Santana da Silva, te amo!!!!!!!”.

Corpo da mãe de Vane está sendo velado no SAF

O corpo da Sra. Maria Dalva Moreira, 75 anos, mãe do prefeito Vane, está sendo velado no SAF do Centro Comercial, localizado na rua Juca Leão, próximo ao Grapiúna Tênis Clube.

Corpo de Dalva Maria chega para velório (Imagem: Ednaldo Pinto)
Corpo de Dalva Maria chega para velório (Imagem: Ednaldo Pinto)

 

Maria Dalva lutava contra um câncer há dois anos e faleceu na manhã desta terça-feira (29).

Projeto autoriza mães a registrarem sozinhas o filho

O projeto de lei da Câmara dos Deputados (PLC 16/2013) que dá garantia para que mães e pais possam ter o mesmo direito para registrar o nascimento de um filho foi aprovado nesta quarta-feira (16) por unanimidade pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Se não houver apresentação de recurso para análise no plenário da Casa, a proposta segue direto para sanção presidencial.
O projeto autoria que mães possam registrar o filho independentemente dos pais (Foto: Divulgação)
O projeto autoria que mães possam registrar o filho independentemente dos pais (Foto: Divulgação)
Atualmente, é o pai que tem prioridade na hora de fazer o registro da criança. Na falta dele, a mãe é a segunda opção. O projeto, porém, prevê que a mãe poderá declarar sozinha quem é o pai, independentemente de comprovação por teste de DNA. “Obviamente que qualquer contestação à declaração, que seja feita pelo pai ou pela mãe, com toda certeza será objeto de avaliação judicial”, explicou o relator da proposta na CCJ, senador Humberto Costa (PT-PE). Ainda segundo o parlamentar, a proposta “procura promover a cidadania do recém-nascido e eliminar a discriminação contra a figura da mulher, da mãe, especificamente”.

Salvador: Mãe envenena filho e em seguida se suicida

Polícia Técnica remove os dois corpos da residência / Imagem: Reprodução TV Record Bahia

Na madrugada desta sexta-feira (20) dois corpos foram encontrados dentro de uma casa no bairro do Uruguai, em Salvador. A mulher Marli de Almeida Lima, 33 anos, e seu filho Pedro Henrique de Jesus Lima, de 9 anos, portador de necessidades especiais, estão passando por perícia. Uma vizinha teria encontrado os dois corpos e acionou o SAMU para prestação de socorro.  Leia mais…

Filho espanca própria mãe e vizinho idoso

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Nesta quarta-feira (7) a senhora Elza Malheiro, de 54 anos, foi espancada pelo próprio filho, Jackson Malheiro, 25 anos, em Jussari. Segundo Elza, seu filho é portador de deficiência mental e começou a usar drogas.

Ela explica que o filho chegou em casa agredindo com chutes e socos e estava a  procura da sobrinha recém-nascida. Elza foi ameaçada de morte caso não ele achasse a criança, então ela acabou mentindo para o filho, dizendo que o neném estava em um dos cômodos, quando aproveitou para fugir do local. Na rua, Jackson agrediu o vizinho Aurelino Ribeiro da Rocha, 70 anos, que estava sentado em uma calçada. Aurelino levou uma pedrada na cabeça. Jackson foi internado.

Com informações do Radar Notícias.

Mãe entrega filho como garantia de pagamento para traficantes

Em Itabuna uma mulher, supostamente usuária de drogas, entregou o próprio filho de cerca de 1 ano e meio a um traficante como garantia de pagamento de uma dívida referente a 50 pedras de crack. O caso foi descoberto depois que outra mulher, possivelmente a encarregada pelos traficantes para cuidar da criança, abandonou o garoto perto do terminal rodoviário da cidade nesta segunda-feira (8) para entregar o caso.

A Polícia Militar entregou a criança ao Conselho Tutelar, que trajava apenas uma camiseta e aparentava estar um pouco febril, mas sem sinais de violência. O garoto foi levado de lá para o abrigo SOS Canto da Criança de Itabuna. De acordo com a Justiça, se nenhum responsável legal pela criança comparecer ao Conselho, o juiz de Itabuna poderá decidir se entrega o menino para adoção.

Nesta terça-feira (9), uma mulher se apresentou como sendo a mãe da criança, sem portar nenhum documento que comprovasse. Ela alegou ainda que saiu para trabalhar e deixou o filho com uma pessoa conhecida, e quando retornou, a criança havia desaparecido. A polícia investiga o caso.