Missão empresarial catarinense prospecta negócios em Itabuna

Vane e empresários debatem sobre futuros projetos para a região
Vane e empresários debatem sobre futuros projetos para a região / Foto: Wilson Oliveira

Na segunda-feira (26) o prefeito Claudevane Leite recebeu uma missão empresarial da cidade Brusque, Santa Catarina, que inicia a prospecção de oportunidades de negócio no município. Integrada pelo empresário Norival Fischer, do grupo empresarial Irmãos Fischer S.A. Indústria e Comércio, pelo consultor Mauricy Pereira de Souza e do vereador Jean dos Santos Pirola, a missão tem dois propósitos: expansão de negócios em direção à região Nordeste do País e a implantação de uma planta industrial.

A decisão do grupo empresarial em alcançar comercialmente a região, justifica-se pelo ciclo de ascensão econômica nordestina com investimentos federais e privados. No caso de Itabuna, o empresário Norival Fischer afirma que são boas as perspectivas que se abrem com os investimentos no Porto Sul e a favorável localização geográfica do município, tendo pesado também a mão de obra. Atualmente Brusque concentra oito mil baianos em seu parque industrial, dos quais um terço é oriundo do Sul da Bahia.

“Queremos muito aos baianos. As pessoas que temos lá são muito boas para trabalhar, gostam do que fazem e são muito dedicadas”, expressou ao ser confrontado com a falsa ideia difundida no sul e sudeste do Brasil de que os baianos gostam de sombra e água fresca. Há 12 anos muitas famílias do Sul do Estado da Bahia são acolhidas em Brusque que atualmente, segundo o vereador do Partido Progressista, está desenvolvendo o projeto Congresso da Cidade, pelo qual os cidadãos estão sendo chamados a opinar sobre o que desejam em 2030.

“Vemos com bons olhos um intercâmbio com Itabuna e estamos aqui para dizer isto aos representantes do setor público e da iniciativa privada”, disse Jean Pirola, acrescentando que seu município, segundo o Censo 2010 do IBGE, tem 105 mil habitantes, mas projeta 160 mil habitantes em 2030. Funda da em janeiro de 1966, a empresa Irmãos Fischer Ind. e Com. Ltda., hoje Sociedade Anônima, produz de pias de aço inoxidável e forninhos elétricos para uso doméstico.

Gradativamente a indústria catarinense foi ampliando seu espaço em construções próprias e diversificando sua produção, atualmente direcionada principalmente a cinco segmentos: eletrodomésticos, eletroportáteis, equipamentos para a construção civil, casas modulares e bicicletas. Participaram da audiência com o prefeito Claudevane Leite, os secretários da Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins, e do Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Junior, e o diretor de Indústria e Comércio, Rosivaldo Pinheiro.