Trio da rastafári é preso após arrastão em Itabuna

Valdinete Batista dos Santos, de 32 anos, Vanessa Teixeira Carvalho, de 22, e uma terceira mulher não identificada foram presas por volta das 14:00h desta segunda-feira, na Av. Cinquentenário proximidades da Praça Adami.

Valdinete | Não identificada | Vanessa |
Todas são de Ilhéus – Valdinete tem um Alvará de Solturá de 2008 e 2012.

A Polícia Militar já estava atenta ao trio, pois a Central havia recebido algumas denúncias sobre três mulheres que estavam cometendo furtos no centro, e nesta tarde os militares viram as mulheres juntas e logo as detiveram. Foram encontrados em seu poder: baldes, roupas, 4 celulares, cartões de créditos e uma grande quantidade de dinheiro, estima-se R$ 300 reais.

Após serem detidas por crime de furto (Art. 155 do CP), todas foram conduzidas até o Complexo Policial onde um boletim de ocorrências foi feito e cerca de 10 vítimas prestaram depoimento contra elas. Duas vítimas informaram que tiveram suas carteiras tiradas da bolsa e não haviam percebido, sendo que uma delas continha 30 EUROS que haviam sido trocados (confira na foto).

Fotógrafo: Ednaldo P.

Índio tupinambá é morto em fazenda ocupada

Fazenda São Pedro / Reprodução: Rede Bahia
Fazenda São Pedro / Reprodução: Rede Bahia

Na terça-feira (3) um índio da comunidade Tupinambá dos Olivença foi morto em uma fazenda localizada na região da Serra das Trempes, entre as cidades de Una e Ilhéus. O caso foi confirmado pela delegada da Polícia Federal, Lívia Rodrigues, e pela coordenação regional da Fundação Nacional dos Índios (Funai).

“A Funa mandou um ofício dizendo que é índio. Ele foi morto a tiros. Ainda não se sabe como ele morreu”, aponta a delegada. A vítima foi encontrada com o rosto e o braço pintados com desenhos típicos de tribos indígenas.

Ednaldimar Barbosa, coordenador regional da Funai, afirma que o rapaz era casado e que os seus parentes estão sendo localizados. Por ser região de disputa de terra, a mobilidade das equipes é dificultada. O corpo do índio está no Departamento de Polícia Técnica (DPT) desde a terça-feira (3) e aguarda o reconhecimento da família para ser liberado.

A Polícia Federal apura a informação de que a morte ocorreu durante uma confusão entre os próprios indígenas e já colhe depoimento de testemunhas.

A Funai ressalta que essa é a versão de um fazendeiro e que os indígenas contam outra, de acordo com informações também iniciais. “Eles alegam que foi feita ação de retomada e a gente sabe que teve um não-índio ferido na região. Vinte e quatro horas depois, o grupo estava na área e foi surpreendido por uma ação de pistoleiros com sete pessoas, a mando de fazendeiros. A partir do relatório da equipe que está em campo, vai ser mais fácil. Mas a conclusão só a partir das investigações policiais”, aponta.

O não-índio ferido é um trabalhador rural identificado como Adailton do Carmo Santos, de 55 anos. Ele está internado no Hospital de Base de Itabuna após ser espancado e baleado na Fazenda São Pedro e corre risco de ficar paraplégico. A família dele acusa agressão por parte dos indígenas.

Fonte: G1

Trabalhador rural é espancado e baleado por supostos índios

Adailton está internado no Hospital de Base de Itabuna / Imagem: Reprodução; Rede Bahia
Adailton está internado no Hospital de Base de Itabuna / Imagem: Reprodução; Rede Bahia

O trabalhador rural Adailton do Carmo Santos, de 55 anos, está internado no Hospital de Base de Itabuna após ser espancado e baleado na Fazenda São Pedro, localizada em Ilhéus. Segundo informações da polícia, o crime aconteceu na segunda-feira (2). Os familiares da vítima acusam índios armados de invadirem a propriedade em que o homem  de 55 anos estava.

De acordo com a família, os homens invadiram a fazenda armados e se identificaram como indígenas. Eles contam ainda que os suspeitos chegaram na localidade dando tiros para o alto e que alguns deles teriam arrombado a casa onde o trabalhador rural mora com a mulher e os filhos há 15 anos. Além dele, outro funcionário da fazenda também foi espancado pelos supostos indígenas.

Os médicos afirmam que a bala ficou alojada na coluna dorsal. Há a suspeita de que ele tenha perdido os movimentos da cintura para baixo. “No momento ele está com uma paralisia nos membros inferiores, consideramos temporária, mas pode ser definitiva se houver lesão medular”, afirma o médico José Henrique Carvalho.

A família, incluindo três crianças, precisou sair às pressas da fazenda. Os familiares do trabalhador rural informaram que registraram ocorrência do caso na Delegacia da Polícia Federal na região. A unidade policial informou que o crime será investigado.

Fonte: G1

Polícia Rodoviária Federal apreende Kombi roubada durante blitz

Nesta terça-feira (3) a polícia rodoviária federal recuperou uma Kombi roubando durante blitz realizada na BR-415 sentido Ilhéus-Itabuna. Na abordagem, o motorista de prenome Wando, que fazia frete, voltava do Atacadão com dois moradores do Banco do Pedro, de Ilhéus, que estavam utilizando o serviço de frete.

Wando foi conduzido à delegacia de Itabuna juntamente com os dois passageiros, que alegaram conhecer o motorista mas não sabiam porque ele estava com um carro roubado. Os dois logo foram liberados e a Kombi está apreendida.

Advogado do Hipercard é agredido no Fórum de Ilhéus

Nesta quinta-feira (29), José Henrique Chaves, advogado do Hipercard, foi agredido no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, em Ilhéus. A violência foi cometida por um homem que move ação contra a administradora dos cartões.

O agressor do advogado foi detido no local por um soldado da Polícia Militar e levado para a sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin). O caso foi comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil.

Em novembro do ano passado, José Henrique Chaves disputou o comando da subseção da OAB de Itabuna, perdendo para Andirlei Nascimento, que foi reeleito para a presidência da entidade.

Informações: Pimenta

Ilhéus quer 60 profissionais do Programa Mais Médicos

A secretária Ledívia Espinheira foi a Brasília com o projeto para contratação de 60 profissionais
A secretária Ledívia Espinheira foi a Brasília com o projeto para contratação de 60 profissionais

Foi solicitada pela Secretaria de Saúde de Ilhéus a adesão do município ao programa Mais Médicos, do Governo Federal, e pediu a indicação de 60 profissionais para atuarem nas unidades de atenção básica. A secretária Ledívia Espinheira admitiu que os técnicos do órgão encontraram dificuldades para o cadastro online no sistema do programa, como ocorreu com outros municípios, e teve de ir a Brasília discutir o assunto com a Diretoria de Atenção Básica (DAB) e a Diretoria de Tecnologia da Informação do Ministério da Saúde.

Ela disse, ainda, que  o cadastramento incluiu 34 unidades de saúde (posto e centros) das zonas urbana e rural. “Efetuamos o cadastramento no programa Mais Médicos – que era uma cobrança permanente do prefeito Jabes Ribeiro – e agora vamos aguardar a análise do Ministério da Saúde para saber como nosso município será contemplado”, afirmou.

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. A iniciativa prevê também a expansão do número de vagas dos cursos de medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil.

A secretária municipal da Saúde explicou que a possibilidade de vinda de médicos para o município não substitui nenhuma das equipes que hoje atuam no Programa de Saúde da Família (PSF) e nos postos de saúde de modo geral. Ela lembrou que a gestão tem buscado o auxílio do Ministério da Saúde para garantir a rede de atenção básica e citou a adesão de Ilhéus ao Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab). Dos nove médicos enviados para Ilhéus através do programa, seis continuam atuando na zona urbana. O restante decidiu retornar às cidades de origem.

Caminhão da Saúde chega à região para treinamento de profissionais da saúde

A empresa Covidien, líder mundial na fabricação e distribuição de soluções para a saúde, traz a região o projeto “Caminhão da Saúde”, onde permanece na UESC de 27 a 31 de agosto. O projeto consiste em um trailer equipado com simuladores cirúrgicos, produtos de alta tecnologia e um auditório para formação educacional em técnicas de cirurgias mais simples. O trailer percorre o país oferecendo treinamento para médicos residentes de locais com acesso limitado a esses procedimentos.
“A cirurgia minimamente invasiva é uma grande oportunidade para o Sistema de Saúde Pública no Brasil. Procedimentos cirúrgicos, quando realizados com equipamentos de laparoscopia, são significativamente menos agressivos para o paciente, reduzindo as chances de complicações, tempo de recuperação e custos agregados”, disse Antonio Carlos Salles, diretor de Relações Governamentais para a Covidien América Latina.
O projeto faz parte do programa de Assuntos Profissionais e Educação Clínica (PACE, da sigla em inglês) da empresa, que prioriza o investimento no desenvolvimento científico e na preparação de profissionais de todo o mundo. A companhia reconhece o potencial de crescimento no Brasil em muitas áreas, mas identifica uma lacuna significativa na formação médica, especialmente em técnicas de cirurgias minimamente invasivas, menos complicadas.
A necessidade de formação e educação dos profissionais de saúde tem sido um tema de relevância em toda a administração pública e universidades do país, o que motivou a empresa a investir no programa de treinamento com a Unidade Móvel de Educação da Covidien (Umec).
Parceria com a Secretaria de Saúde da Bahia
Após o lançamento oficial na 20ª Feira Hospitalar e uma rápida passagem pelo estado de Mato Grosso do Sul, o caminhão chegou à Bahia em meados de julho, onde planeja um itinerário de nove cidades. Após um mês em Salvador e uma semana nas cidades de Feira de Santana, Juazeiro da Bahia e Jequié, a próxima parada da Unidade Móvel de Educação Covidien (Umec) é a região de Ilhéus, onde permanece de 27 a 31 de agosto na UESC.
Durante esse tempo na cidade, o caminhão estará estacionado ao lado da universidade. Profissionais interessados no programa devem contactar diretamente a instituição, uma vez que é responsável pela agenda de treinamento. Depois de Ilhéus, o Caminhão da Saúde se desloca para a cidade de Vitória da Conquista, onde fica de 03 a 12 de setembro. De lá, ele passa por mais duas cidades do estado: Guanambi e Barreiras. Posteriormente, segue para o Distrito Federal, Goiânia e Ceará.
As instituições educacionais e de saúde que tiverem interesse em levar a Umec para sua região, podem entrar em contato com Angela Freitas, pelo e-mail: [email protected]

Servidores públicos fazem caminhada em protesto

Os servidores públicos de Ilhéus realizarão uma caminhada na manhã desta quarta-feira (28) na avenida Princesa Isabel. A proposta da caminhada é de conscientizar pais, alunos e a comunidade em geral sobre os prejuízos da greve – que já dura cerca de 40 dias – e a necessidade do prefeito Jabes Ribeiro fechar o acordo com os trabalhadores para acabar com a paralisação.

Movimentos como este já foram realizados nos bairros Teotônio Vilela, Nossa Senhora da Vitória, Pontal, Conquista e Malhado. Por onde passam, os servidores recebem o apoio da comunidade, que se juntam ao movimento e também denunciam a situação de abandono em que se encontra a cidade, tais como postos de saúde desativados, ruas esburacadas, esgotos correndo a céu aberto e escolas que estão sem funcionar desde o inicio do ano. Os trabalhadores também distribuíram panfletos alertando a comunidade que a demora do prefeito Jabes Ribeiro em fechar o acordo com os servidores públicos municipais, se negando a conceder a revisão salarial como manda a lei, já está prejudicando toda a cidade, principalmente os mais carentes, que tem riscos de perderem o Bolsa Família, pois a falta de frequência nas escolas e o atendimento regular nos postos acaba excluindo as crianças do Programa do Governo Federal.

A caminhada passará pelas ruas da Avenida Princesa Isabel com concentração no prédio Carandiru, na avenida Itabuna, seguindo pelas ruas do bairro até a praça J.J.Seabra, em frente ao Palácio Paranaguá, onde haverá uma assembleia para decidir as novas ações do movimento.

Denúncia: Enfermeiras encerram vacinação antes da hora prevista

De acordo com denúncias feitas ao Blog do Tom, houve uma grande falta de respeito aos moradores de Ilhéus neste sábado (24) durante a Campanha de Multivacina para regularização de cadernetas. Segundo uma denunciante, ela chegou às 13:40 no posto de saúde do bairro Hernani Sá com seus dois filhos, de 2 e 4 anos. Após esperar por duas horas em uma fila debaixo de sol quente, ela e o restante da fila ouviram que não seriam mais atendidos por “falta de tempo”.

A enfermeira chefe teria decidido de última hora e sem comunicar aos moradores de que “não iria mais regularizar as cadernetas porque senão atrasaria demais o horário delas [enfermeiras]”. O fato aconteceu às 15:30, quando o horário para encerramento estava marcado para às 17:00 horas. As enfermeiras avisaram ainda que vão reabrir o posto na terça-feira (27) à noite para regularizar as cadernetas.

As vacinas estavam no posto prontas para serem usadas, mas o postou fechou antes do horário marcado e sem aviso prévio aos pais que levaram seus filhos para a regularização das vacinas. São por estas atitudes que atrasam o progresso do país, pois a ordem não existe mais.

Baleia é encontrada morta em praia de Ilhéus

Foto: Centro de Resgate e Reabilitação do Instituto Mamíferos Aquáticos / Divulgação
Foto: Centro de Resgate e Reabilitação do Instituto Mamíferos Aquáticos / Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (23) uma baleia jubarte com aproximadamente 10 metros de comprimento foi encontrada na praia da Siriba, em Ilhéus. De acordo com informações do Instituto Mamíferos Aquáticos, o animal foi encontrado morto e estava encalhado.

O instituto disse ainda que o animal apresentava mordidas de tubarão da espécie charuto e mordidas arredondadas, o que significa que mais de uma espécie de tubarão mordeu a baleia.

Não há informação se os tubarões se alimentaram da baleia na costa da Bahia ou mais distante. A baleia foi enterrada após a duna frontal na praia. Segundo o oceanógrafo, em 2011 houve registro de tubarão na praia Siriba.

Foto: Centro de Resgate e Reabilitação do Instituto Mamíferos Aquáticos / Divulgação
Foto: Centro de Resgate e Reabilitação do Instituto Mamíferos Aquáticos / Divulgação

De acordo com o Instituto Baleia Jubarte, encalhes da espécie no litoral nacional são comuns entre os meses de julho e novembro. O Programa de Resgate da entidade disponibiliza os seguintes contatos: 71-3676-1463 e 71-8154-2131 (Praia do Forte) ou 73-3297-1340 e 73-8802-1874 (Caravelas).

Neste ano de 2013, uma baleia da espécie Jubarte encalhou e foi encontrada morta em Prado. Alguns dias depois, outra baleia da mesma espécie foi encontrada em Santa Cruz Cabrália, região de Porto Seguro.

Fonte: G1

Ônibus voltam a circular em Ilhéus

Grupo se concentrou em frente ao portão da garagem nesta terça-feira. Foto do Blog Agravo.
Grupo se concentrou em frente ao portão da garagem nesta terça-feira. Foto do Blog Agravo.

Os ônibus de Ilhéus voltaram a circular na manhã desta quarta-feira (21). De acordo com Elieser Santos Ribeiro, superintendente de trânsito e transporte do município, os coletivos saíram às 5h e circulam normalmente na cidade. O serviço havia sido suspenso na terça-feira (20) por conta do bloqueio feito por manifestantes do grupo Reúne Ilhéus, na garagem de uma das empresas de ônibus da cidade.

Na terça-feira, Elieser Santos chegou a dizer que o grupo tentou incendiar um ônibus, sem sucesso. De acordo com o estudante Danilo Oliveira, integrante do movimento Reúne Ilhéus, não houve tentativa de queimar ônibus e os manifestantes seguiram direto para uma das garagens, com o objetivo de chamar a atenção da população para as reivindicações do grupo. “Queremos redução da passagem e melhorias no transporte público, tanto na qualidade física quanto na qualidade de atendimento”, disse.

A passagem de ônibus em Ilhéus custa R$ 2,40. O movimento pede redução para R$ 2. De acordo com o superintendente de trânsito e transporte do município, a frota de ônibus em Ilhéus é de 120 veículos. Cerca de 100 mil passageiros usam o serviço diariamente.

Ainda na terça-feira, a prefeitura se manifestou através de nota à imprensa. No texto, o órgão afirma que o prefeito Jabes Ribeiro se reuniu com os manifestantes, antes do protesto de terça-feira, e se “comprometeu a realizar uma auditoria nas planilhas de custos apresentadas pelas empresas de transportes, para avaliar a justeza ou não do valor das tarifas que estão sendo cobradas [na cidade]”.

Ainda em nota, o prefeito afirma que vai manter o diálogo com os manifestantes e que criou, após reunião com representantes do grupo e da sociedade civil organizada, uma comissão para discutir a questão das tarifas e para acompanhar o trabalho da auditoria. Segundo a prefeitura, até o momento, apenas o movimento Reúne Ilhéus, responsável pela manifestação de terça, não indicou representantes para a comissão.

Polícia Militar de Ilhéus apreende traficante

Materiais apreendidos na casa de Vagner.Na tarde desta terça-feira (20) Policiais Militares da 69ª Companhia Independente de Polícia Militar da zona sul de Ilhéus conduziu e apresentou à 7ª COORPIN o acusado Vagner de Jesus Fontes, que estava em posse de vinte papelotes de cocaína.

O material estava escondido debaixo de um caqueiro no quintal da casa onde Vagner estava. Os policiais chegaram ao local após denuncias anônimas, onde afirmavam que o conduzido estava traficando drogas em sua residência, situada na rua Novo Horizonte do bairro Nossa Senhora da Vitoria.

Servidores de Ilhéus mantem a greve

Na última quarta-feira (14) em Salvador representantes sindicais se reuniram com Jabes Ribeiro. No encontro, as duas partes firmaram compromissos. Entre os acordos firmados, decidiu-se que os servidores discutiriam o fim da greve, sob as condições propostas por Ribeiro.

Nesta sexta-feira (16), segundo o site Ilhéus 24 horas, os servidores ilheenses realizaram uma assembleia para debater essas propostas. Jabes queria por fim na greve e só então negociar os reparos salariais dos trabalhadores.

A proposta do prefeito não foi acatada e os funcionários da Prefeitura elaboraram um documento exigindo a reposição inflacionária e propondo negociar o reajuste salarial, de acordo com o resultado da auditoria da folha de pagamento.

Informações: Blog do Gusmão

Polícia Militar de Ilhéus apreende armas e drogas após fuga de assaltantes

Submetralhadora apreendida.
Submetralhadora apreendida.

Na tarde da última quarta-feira (14) o Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 70ª CIPM foi acionado para verificar a informação de que uma pessoa teria sido vitima de assalto na praia do Marciano no bairro do Malhado, em Ilhéus. Segundo informações, a vitima era um policial de Itabuna e foi abordado por quatro meliantes que se aproximaram e levaram seus pertences.

Os bandidos foram perseguidos até o alto da Legião, quando enfim, a policia apreendeu uma escopeta calibre 12, uma submetralhadora e uma quantidade de maconha. Um dos elementos que fugiram foi capturado. Ele havia se escondido na casa de “Léo Zói”.

O acusado, juntamente com o material apreendido, foi apresentado ao Delegado Adriano Coelho na 7ª COORPIN.

Drogas e armas foram apreendidas.
Drogas e armas foram apreendidas.

Programa Mais Médicos traz 12 estrangeiros para Bahia

Doze municípios baianos irão receber médicos estrangeiros pelo programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde. Ao todo, são 30 profissionais de outras nacionalidades que foram formados em universidades de fora do país.  O nome dos médicos e a cidade em que trabalharão a partir da segunda quinzena de setembro foram divulgados nesta quinta-feira (15) em portaria publicada no Diário Oficial da União. Itabuna e Ilhéus estão de fora da seleção. Leia mais…