Paciente aguarda médico há mais de 12 horas em Hospital de Itabuna

manoel O Blog do Tom Ribeiro recebeu mais uma denúncia do descaso na saúde de Itabuna. Uma mulher que prefere não ter seu nome revelado, sentiu um mal-estar na manhã desta segunda-feira (16), e necessitou retornar ao Hospital Manoel Novaes para ser atendida.

Conforme informou familiares, a paciente deu luz a uma menina na última quinta-feira (12), no Hospital e permaneceu internada até o sábado (14). Apresentando um quadro estável, foi liberada. No entanto, nesta segunda (16), sofreu um princípio de eclampsia, dormência nas pernas, braços e fácil esquecimento, necessitou retornar à casa de saúde, todavia, até o momento não foi submetida a nenhum exame. Além disso, aguarda o acompanhamento de um médico há mais de 12 horas.

A insatisfação é grande por parte da paciente e família, pois a eclampsia é uma séria complicação da gravidez caracterizada por convulsões. Sendo a forma mais grave da doença pré-eclâmpsia. Contudo, sofre com a desassistência do Hospital.

A paciente foi medicada por enfermeiros e felizmente, teve uma evolução em seu quadro clínico, aparentando está melhor. Porém, o caso é delicado e a presença de um médico é indispensável.

Com a palavra a Direção da Unidade Hospitalar…

Saúde no lixo! Grávida tem atendimento negado no Hospital Manoel Novaes

Motorista da ambulância. Fotógrafo: Ednaldo Pinto.
Motorista da ambulância. Fotógrafo: Ednaldo Pinto.

Itabuna – Na tarde desta quinta-feira (16) a equipe de reportagem do Blog do Tom Ribeiro foi solicitada para registrar mais uma situação de atendimento médico negado na cidade. O problema que assola o população local e circunvizinha já perpassa anos e nunca é resolvido.

Após a chegada da nossa equipe foi constatado que uma adolescente de 15 anos, do município de Guarantigá havia sido encaminhada para Itabuna, na esperança que o parto do seu bebê fosse realizado, no entanto, nada adiantou.

Segundo relatos, a ambulância chegou na cidade ainda na madrugada desta quinta (16) e deslocou-se até a Maternidade Ester Gomes, onde o primeiro atendimento foi negado alegando superlotação na unidade. A segunda  tentativa foi feita no Hospital Manoel Novaes, entretanto, sob a mesma alegação do superlotação a adolescente não foi atendida até o fechamento desta matéria às 17h:21min. O que restou foi informar a Prefeitura de Guarantigá o que estava ocorrendo, com isso, o Secretário de Saúde ficou de ir até o Manoel Novaes para resolver o problema da jovem.

A garota já estava entrando em trabalho de parto, sentindo muitas dores e o processo de sangramento já havia iniciado.
A garota já estava entrando em trabalho de parto, sentindo muitas dores e o processo de sangramento já havia iniciado.

Apesar de Itabuna ter sido novamente contemplada com o retorno da gestão plena de saúde, problemas como esses ainda não foram resolvidos.

Duas crianças atropeladas em Itabuna em plena véspera de Natal

O primeiro incidente ocorreu na rua Santa Josefina – bairro Santa Inês, por volta das 11h:00min. Segundo informações um caminhão da Prefeitura da cidade atropelou um garoto de 7 anos. De acordo com testemunhas a criança brincava na rua quando desequilibrou-se da bicicleta em que estava e caiu embaixo da roda traseira do veículo, no entanto, o motorista não percebeu e arrastou a criança por alguns metros. Ainda de acordo com as testemunhas o motorista não teve culpa e ficou desesperando quando viu o que ocorreu. A mãe da criança não aguardou a chegada do SAMU e levou o filho às pressas para o Hospital Manoel Novaes em estado grave.

O segundo episódio ocorreu no início da tarde desta terça (24) em frente ao condomínio Pedro Fontes II, nas imediações do semianel rodoviário da cidade, onde Guilherme da Silva Santana, de 5 anos, foi atropelado por um caminhoneiro que fugiu do local após o acidente. O garoto fraturou as duas pernas e foi socorrido também para o Hospital Manoel Novaes em estado grave.

Hospital Manoel Novaes recusa atendimento à gestante, mais uma vez

Outra vez o Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, se recusou a receber uma gestante. A negligência aconteceu no último sábado (21) após uma ambulância de Canavieiras chegar no local com a grávida, que estava em trabalho de parto.

Este não é o primeiro de negligência do hospital / Fotos: Ednaldo Pinto
Este não é o primeiro de negligência do hospital / Fotos: Ednaldo Pinto

De acordo com o motorista que trouxe a jovem Sinália, eles passaram por um hospital em Ilhéus e funcionários deram autorização para a moça ser trazida à Itabuna, pois seria um caso grave. Chegando na portaria do Manoel Novaes, sua entrada não foi permitida porque o hospital não tem convênio com Canavieiras.

A população ajudou carregar a moça e a colocaram em uma maca na porta do hospital. Só após 40 minutos de espera, quando o fotógrafo do Blog do Tom, Ednaldo Pinto, chegou no lugar, que resolveram atender a paciente. Sinália passa bem.

Hospital de Itabuna recusa atendimento à gestante

Polícia Militar chega ao hospital para averiguar a situação / Foto: Políticos do Sul da Bahia
Polícia Militar chega ao hospital para averiguar a situação / Foto: Políticos do Sul da Bahia

Por volta das 21h da última terça-feira (17) uma mulher entrou em trabalho de parto dentro de uma ambulância na porta do Hospital Manoel Novaes. A gestante foi socorrida por clientes de uma academia que fica em frente ao hospital.

A viatura com a gestante era do município de Igrapiúna e a mulher estava com 30 semanas de gravidez. Com fortes contrações, a moça esperou por mais de três horas na porta do hospital, pois a ambulância foi impedida de entrar.

Só após a chegada da polícia que a direção do hospital autorizou a entrada da ambulância e o atendimento à paciente.

Informações: Políticos do Sul da Bahia

Itabuna e o dilema das ruas esburacadas

A rua Ruffo Cunha, no bairro de Fátima, próximo ao Hospital Manoel Novaes – Foto: Gabriela Caldas

Itabuna comemorou o dia da cidade com inauguração de obras, mas enfrenta problemas que se arrastam há anos e que insistem em fazer parte do cotidiano do município.

A rua Ruffo Cunha, no bairro de Fátima, próximo ao Hospital Manoel Novaes, cujo asfalto foi inaugurado ano passado, está em péssimas condições. Quando chove, a situação se agrava e fica quase impossível transitar pela rua.

“O local esburacado liga a rua ao Hospital e é um caminho mais curto para o bairro de Fátima, para desafogar o trânsito na Juracy Magalhães. Mas infelizmente vamos ser obrigados a não passar mais por lá enquanto a prefeitura não resolver o problema que é grave há meses.” Afirma a moradora Luciana Cruz.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) retomou os serviços de tapa-buracos no início do mês de julho, e segundo o secretário Marcos Monteiro, toda a malha viária urbana será recomposta.

Texto: Thiago Dias

Dupla tentativa de homicídio em Itabuna

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Aconteceu no início da noite desta quinta-feira (25) uma tentativa de duplo homicídio na Travessa Ilhéus, proximidades da Panificadora Pão de Mel e do Hospital Manoel Novaes em Itabuna.

Segundo informações de testemunhas, cinco homens estavam dentro de um carro, sendo que três deles portavam armas e deflagraram vários tiros contra dois homens que passavam pela travessa, em seguida fugiram do local em um Gol geração 5 – cor preta. Os baleados foram Paulo Ricardo Santos Rodrigues, de 23 anos, alvo dos atiradores, atingido na perna, e o mecânico Carlos Alberto Pinheiro Costa, 43 anos, que passava pelo local no momento do crime foi atingido no braço.

Com essas informações, a Polícia Militar fez uma busca nas redondezas, e ao passarem pelo bairro Santa Inês avistaram os homens e o perseguiram. Chegando em uma rua sem saída, os criminosos abandonaram o veículo e fugiram a pé, segundo populares um deles é conhecido como Paulo, e é traficante do bairro.

O automóvel com placa de Itabuna, placa: OKQ-8628, foi apreendido e levado para o Complexo Policial onde constatou-se que o veículo havia sido roubado de um comerciante conhecido como ‘Vito’ no último dia (17/07) na rua Castro Alves, bairro São Caetano.

Duas unidades do SAMU estiveram no local para socorrer os homens que foram encaminhados para o Hospital de Base.

Médica denuncia colega do Hospital Manoel Novaes

Na noite desta terça-feira (23) a médica plantonista do SAMU de Itabuna, Sonia Maria Leal, registrou queixa por omissão de socorro contra a colega de profissão Maria Socorro Prazeres, de plantão no Hospital Manoel Novaes.

A denúncia ocorreu após Maria Socorro ter negado atendimento a uma criança de oito anos, moradora do bairro São Roque. Ela alegou que o seu expediente estava encerrando.

A criança foi levada para o hospital com sérios sintomas de surto psicótico. Segundo a denunciante, o garoto só foi atendido 1 hora depois, quando outra médica assumiu o plantão.

Fonte: Blog do Gusmão