Corpo de itabunense é encontrado em Porto Seguro

Na última quarta-feira (22) foi encontrado no projeto Embiruçu de Dentro, zona rural de Porto Seguro, um corpo já em estado de decomposição.

Tatuagem diz: "José Milton, pai querido" (Foto: Radar64)
Tatuagem diz: “José Milton, pai querido” (Foto: Radar64)

A polícia local conseguiu detalhes de identificação da vítima através de tatuagens presentes no corpo. No braço esquerdo do indivíduo há uma tatuagem com as escritas “José Milton, pai querido”. No braço direito está marcado o nome “Bárbara” e na perna direita está desenhada uma estrela.

"Bárbara" está tatuado no braço direito (Foto: Radar64)
“Bárbara” está tatuado no braço direito (Foto: Radar64)

Os investigadores suspeitam que o assassinato tenha ocorrido no último fim de semana, já que a primeira informação sobre a existência de um corpo foi dada por um morador da localidade na segunda-feira (20). Os policiais chegaram a ir ao local, na terça, mas não encontraram nada.

O corpo foi encontrado em uma poça de lama, de barriga para baixo, em um local de desova. A vítima que foi morta a tiros é de Itabuna. O pai dele é morador do bairro Mangabinha, é mecânico e trabalha no Centro Comercial.

Corpo de estudante baiano desaparecido é encontrado no Rio de Janeiro

Henrique estava desaparecido há 18 dias (Foto: Reprodução)
Henrique estava desaparecido há 18 dias (Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira (3) o Corpo de Bombeiros do 4º Grupamento Marítimo de Itaipu, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, encontrou o corpo do baiano Henrique Amaral Roza, de 23 anos, estudante de cinema da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), em Cachoeira.

Henrique desapareceu no dia 15 de novembro durante um mergulho na praia de Itacoatiara. Ele estava em Niterói para receber um prêmio conquistado pelo seu filme “Curta casa” [relembre aqui].

O estudante Henrique também iria apresentar o filme na 7ª Semana Universitária de Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF). De acordo com o jornal O Globo, o corpo dele foi encontrado na praia de Ponta Negra, em Maricá, onde os bombeiros também localizaram nesta manhã o corpo de um adolescente desaparecido na praia de Piratininga.

Itabela: Corpo em decomposição é encontrado às margens da BR-101

Corpo sendo retirado do matagal / Imagem: Radar64
Corpo sendo retirado do matagal / Imagem: Radar64

No começo da noite desta quinta-feira (19) um corpo já em estado de decomposição foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica de um matagal às margens da BR-101 no município de Itabela.

Segundo os peritos, a vítima é um homem negro, de aproximadamente 40 anos de idade, trajando bermuda apenas uma bermuda. O homem também não portava documentos pessoais.

O delegado de Itabela, Hermano Costa, está investigando o caso e não descarta a possibilidade de desova.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Eunápolis, que ainda não divulgou as prováveis causas da morte.

Fonte: Radar64

Eunápolis: Corpo de mulher é encontrado com cabeça esmagada

Foto e informações: Radar64
Foto e informações: Radar64

Foi encontrado o corpo de uma mulher na tarde deste domingo (21) no bairro Alecrim II, zona norte de Eunápolis. A vítima não possuía identificação e estava com a cabeça esmagada. O cadáver, já em estado de decomposição, apresentava diversos ferimentos por todo o corpo, possivelmente provocados por golpes de madeira, principalmente na cabeça. Tamanha foi a violência do crime, que, a arcada dentária se desprendeu do crânio. Além disso, no abdomên e tórax, foram vistas cerce de 15 perfurações.

Com aproximadamente 28 anos, a mulher estava seminua – um indício que pode ter havido violência sexual – o que vai ser determinado pelo Departamento de Polícia Técnica. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal.

Homem é encontrado morto rodeado de garrafas de cachaça

Créditos: Verdinho Itabuna
Créditos: Verdinho Itabuna

Na manhã da última segunda-feira (01) o senhor de nome Ivan Reis Conceição, 58 anos, foi encontrado morto dentro da residência onde morava na Rua D, bairro Nova Califórnia. Junto ao corpo de Ivan, estavam mais de 50 garrafas de cachaça jogadas ao chão. A família suspeita que Ivan tenha morrido por algum problema decorrente da bebida, já que ele costumava ingerir uma grande quantidade de bebida alcoólica.

Segundo um vizinho, ele ouviu os gemidos de Ivan por volta das 6 horas da manhã, mas o corpo só foi encontrado no final da manhã e lá permaneceu até às 21 horas. A demora em remover o corpo ocorreu por conta da dificuldade em conseguir um laudo, já que a vítima morreu de causas naturais e dentro de casa.