Você encontrou? Mulher perde documentos no Conceição e tenta reencontra-los

Katianne Fernados do Nascimento, perdeu os seus documentos pessoais na noite desta quinta-feira (6), no bairro Conceição em Itabuna. Caso você nas últimas hora encontrou algum documento perdido, por gentileza, verifique se trata desta pessoa, e se possível entre em contato com (73) 8867-5219 ou (73) 3215-3324.

Secretaria Nacional de Defesa Civil libera recurso para Itabuna

Cerca de 40 dias depois de ter reconhecido a situação de emergência em Itabuna em decorrência das fortes chuvas e enxurradas que castigaram a cidade no final de novembro, a Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional publicou Portaria nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial da União autorizando a liberação de R$ 556.500,00 para o município. Os recursos serão empregados para ações de socorro às vitimas e restabelecimento de serviços essenciais.

O Plano de Trabalho elaborado pela Comissão Municipal da Defesa Civil será executado em até 365 dias, segundo o coordenador Roberto Avelino. Envolve ações de assistência social aos desabrigados e desalojados pela cheia do Riacho Água Branca nos bairros São Roque, Caixa d’Água, Antique, Monte Cristo e Santa Inês e danos a residências do Nova Itabuna, Maria Matos, São Pedro, Daniel Gomes, Maria Pinheiro e Fátima causados por enxurradas e deslizamentos de terra.

Salário mínimo pode ser de R$ 724 em 2014

O Congresso Nacional aprovou na madrugada desta quarta-feira (18) o Orçamento de 2014 com previsão de receita de R$ 2,488 trilhões. A aprovação ocorreu após compromisso do Palácio do Planalto de pagar um “bônus” de R$ 2 milhões em emendas parlamentares para integrantes da Comissão Mista de Orçamento (CMO).

A matéria foi aprovada na comissão e depois rapidamente no plenário, onde já chegou para votação com acordo. O texto agora segue para sanção da presidente Dilma Rousseff.

Desse total, R$ 654,7 bilhões serão usados para o refinanciamento da dívida pública. O restante, R$ 1,834 trilhão irá para o orçamento fiscal, da seguridade social e das empresas estatais.

A estimativa da Lei Orçamentária Anual (LOA) é que, do valor total, R$ 105,6 bilhões sejam destinados exclusivamente a investimentos de empresas estatais. O salário mínimo foi fixado em R$ 724, arredondando a previsão inicial do governo, que propôs R$ 722,90 em agosto.

As negociações pelo empenho de dinheiro para emendas parlamentares duraram todo o dia. Deputados e senadores ameaçavam não aprovar a peça orçamentária de 2014 se não fossem liberados novos recursos ainda neste ano para obras em seus redutos eleitorais.

Fonte: G1

Homem é flagrado depositando R$ 13 mil em notas falsas

Em Itaquara um homem foi preso nesta segunda-feira (16) em uma agência bancária com R$ 13 mil em notas falsas. O município fica no sudoeste da Bahia. Segundo a polícia, o suspeito de 26 anos foi detido quando tentava depositar o dinheiro. Um funcionário notou o erro e acionou a Polícia Militar.

Cédulas falsas apreendidas (Foto: Divulgação / Blog Marcos Frahm)
Cédulas falsas apreendidas (Foto: Divulgação / Blog Marcos Frahm)

Com o homem foram encontradas 130 cédulas falsas de R$ 100 e foi preso em flagrante. Ele alegou que tinha ido ao banco para que o gerente verificasse se as cédulas eram verdadeiras. O suspeito informou ainda que o dinheiro é oriundo do aluguel de imóveis da avó dele. O acusado foi encaminhado para a delegacia de Jaguaquara.

Ministério da Saúde repassa R$ 360 milhões para municípios em combate à dengue

Lavas da dengue (Foto: Divulgação)
Lavas da dengue (Foto: Divulgação)

O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira (21) que o Ministério da Saúde repassará mais de R$ 360 milhões para municípios de todo o país intensificarem o combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Os recursos fazem parte do Fundo Variável de Vigilância em Saúde (PVVS), do Componente de Vigilância em Saúde de incentivo financeiro para a qualificação de ações de vigilância. Dados do Ministério da Saúde apontam que o país já reduziu em 30% o número de mortes por dengue e tem, atualmente, um dos menores índices de mortalidade pela doença nas Américas, com 0,03 óbitos para cada 100 notificações.

Novo mapa da dengue revela que 157 municípios brasileiros estão em situação de risco para a doença, outros 525 em alerta e 633 cidades com índice satisfatório. Os dados fazem parte do Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (Liraa), apresentado ontem pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

O levantamento revelou que três capitais estão em situação de risco: Cuiabá, Rio Branco e Porto Velho. Outras 11 – Boa Vista, Manaus, Palmas, Salvador, Fortaleza, São Luís, Aracaju, Goiânia, Campo Grande, Rio de Janeiro e Vitória – apresentaram situação de alerta.

(do Agência Brasil)

 

Homem desiste de estupro e dá R$ 4 para vítima ir embora

Uma menina de 11 anos foi sequestrada e sofreu tentativa de estupro na manhã desta quarta-feira (16) no Distrito Federal, em Brasília. Ela foi liberada pelo agressor após ter se assustado com os gritos ela. Em depoimento à polícia, a garota relatou que pediu para não ser estuprada porque era uma criança. Em seguida, o homem a liberou e entregou R$ 4 para ela pegar o ônibus e voltar pra casa.

Menina ainda recebeu R$ 4 do agressor para voltar pra casa (Foto: R7)
Menina ainda recebeu R$ 4 do agressor para voltar pra casa (Foto: R7)

A menina foi raptada quando estava indo para a escola em Ceilândia (DF) na companhia da mãe. Segundo a mulher, um carro parou e o motorista puxou a menina para dentro do veículo. A mãe ficou desesperada e pediu socorro.

A vítima foi encontrada por policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental às margens da rodovia DF-180. Ela relatou a polícia que o homem pegou um preservativo, mas não chegou a usá-lo. Ele teria passado a mão nas partes íntimas da menina e depois a liberou na estrada.

O caso está sendo registrado na 19ª Delegacia de Polícia. A Polícia Militar está em patrulhamento à procura do acusado.

Fonte: R7

Novas cédulas começam a circular nesta segunda

Começam a circular nesta segunda-feira (29) as novas cédulas de R$ 2 e R$ 5, da segunda família do real. De acordo com comunicado do Departamento do Meio Circulante, as notas de R$ 2 mantêm o padrão de cor predominante azul, mas terá novas dimensões. A nota de cinco segue com o tom predominante lilás e passa a apresentar um tamanho diferente do atual.

As novas cédulas do real têm tamanhos diferenciados, com marcas táteis em relevo e novos itens de segurança.

Os principais itens de segurança nas duas cédulas são a marca d’água, o “quebra cabeças”, no qual o valor da cédula aparece quando examinada contra a luz, marcas em alto relevo e elementos fluorescentes, visíveis sob a luz ultravioleta.

Em julho de 2012, o BC colocou em circulação as novas cédulas de R$ 10 e R$ 20 – que deverão substituir as notas antigas, destes valores, até meados de 2014 – antes da Copa do Mundo. As cédulas de R$ 50 e R$ 100 da nova família do real já estão em circulação, e espera-se que as notas antigas, destes valores, sejam trocadas até o fim de 2013.

A previsão, anunciada em 2012, é que as novas notas de R$ 5 e R$ 2 fossem substituídas até meados de 2015, completando a troca para a segunda “família” do real. Desde 2010, a substituição das notas da primeira família do real ocorre gradualmente, à medida que elas são retiradas em decorrência de seu desgaste natural. As notas da primeira “família”, no entanto, seguem válidas.

Fonte: G1

Novas cédulas de R$ 2 e R$ 5 entram em circulação na segunda-feira

Na próxima segunda-feira (29) começam a circular as novas cédulas de R$ 2 e R$ 5 da segunda família do real. De acordo com comunicado divulgado na sexta-feira (26) pelo Banco Central, as notas trazem elementos adicionais de segurança, como a marca d’água e o número escondido, já presentes nas notas de R$ 50 e R$ 100 e de R$ 10 e R$ 20, lançadas respectivamente em 2010 e 2012.

As novas cédulas encerram o ciclo de substituições iniciado pela autoridade monetária em 2010. Naquele ano, foram divulgadas imagens dos seis novos modelos. As cédulas da segunda família do real trazem o valor da nota no canto superior direito.

A substituição das cédulas antigas pelas novas no dia a dia dos brasileiros será gradual, conforme as primeiras forem tiradas de circulação em função do desgaste natural.

Comentário em entrevista gera polêmica com Secretário de Saúde de Itororó

O secretário de saúde de Itororó, Marcelo Andrade, afirmou em entrevista para a rádio comunitária Itororó FM, que preferiu pagar às bandas que tocaram no Festsol 2013 do que pagar aos funcionários da prefeitura. A confissão gerou uma revolta entre moradores.

Segundo Marcelo, a expectativa era de pagar todos os funcionários até o dia 20 de junho para que pudessem passar o São João com o dinheiro garantido. “Mas infelizmente apertamos as contas e não conseguimos pagar, e selecionar uns e outros não seria justo”, diz o Secretário em entrevista. O comentário do Secretário gerou muita polêmica entre os moradores, pois os trabalhadores saíram prejudicados com essa decisão, já que a arrecadação municipal é baixa e o dinheiro que entra na cidade é curto, o suficiente para pagar os salários em dias e fazer alguns investimentos em melhorias.

“Esse governo não respeita os funcionários públicos, nunca respeitou. Agora quero ver de onde vão tirar dinheiro pra nos pagar. Essa atitude foi um tapa em nossa cara e pior que se reclamarmos somos perseguidos”, disse um empregado concursado da prefeitura de Itororó, que não quer ser identificado por medo de ser perseguido.

Os organizadores do movimento “Vem Pra Rua Itororó” disseram que esse é mais um motivo para o povo se manifestar e dizer não a esses “abusos de poder”. De acordo com alguns líderes do movimento, “a população não pode aceitar que o governo municipal prefira pagar de uma única vez um monte de artistas de fora da cidade (que vão gastar esse dinheiro em seus domicílios), sendo que esses valores poderiam ser parcelados, do que pagar os salários dos pais e mãe de famílias que trabalham para o município”.

“O pior é que a gente fica sem saber quem é o prefeito, quem é que manda na cidade. Se é Marco Brito, que o povo elegeu nas urnas, ou seus lacaios, que arrotam soberba por onde passa”, comenta um morador que ficou indignado com a declaração, mas não quer ser identificado por medo de represálias.

Segundo diz Marcelo Andrade, “Todas as bandas e todas as estruturas do São João foram pagas. Administrar com competência é isso; ter respeito com dinheiro público é isso”. O Secretário dá essas afirmações com a certeza de que foi coerente, pois garantiu um evento de qualidade para a população, embora esta não tenha recebido seu salário.