Dez secretários do governo Wagner devem disputar as eleições em 2014

Robison Almeida – atual Secretário de Comunicação do Estado, confirmou o desejo de disputar vaga à Câmara Federal. Foto: Blog do Tom.

Pelo menos dez dos 26 secretários estaduais devem deixar os seus respectivos cargos até dezembro deste ano para disputar as eleições de 2014. O prazo de desincompatibilização vence em 5 de abril do próximo ano, mas o governador Jaques Wagner alertou a quem deseja participar do pleito eleitoral a necessidade de sair até dezembro.

De acordo com matéria d´A Tarde, a fila de secretários-candidatos tem Eduardo Salles (PP), da Agricultura; Wilson Brito (PP), da Integração e Desenvolvimento Regional; e Paulo Câmera (PDT), da Ciência e Tecnologia. Dois nomes certos na disputa por vaga na Câmara dos Deputados são Jorge Solla (Saúde) e Robinson Almeida (Comunicação Social).

Leia mais…

Deputados cobram ação efetiva do Estado

Na reunião desta manhã, 02/10, da Comissão Especial Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia, os deputados de oposição e do governo presentes foram unânimes na avaliação de que o governo da Bahia é responsável pelo atraso na implantação do Complexo do Porto Sul e precisa de mais agilidade e ações efetivas no atendimento das pendências apontadas pelo Ministério Público na Ação Civil Pública que pediu a suspensão da Licença Prévia concedida pelo Ibama há quase um ano. O presidente da Comissão Especial Porto Sul, deputado Augusto Castro (PSDB), cobrou mais rapidez do Estado.“ O Derba precisa cumprir as condicionantes rapidamente, porque já existe o sentimento na região de que o Porto Sul não vai mais acontecer”, declarou o parlamentar. Foram ouvidos hoje na comissão o superintendente regional do Ibama, Célio Pinto, e o responsável da Bahia Mineração pela implantação do Porto Sul, Aildo Fonseca. Leia mais…

Deputados se reúnem em Buerarema e conversam com produtores

Deputados se reúnem em Buerarema / Foto: Macuco News
Deputados se reúnem em Buerarema / Foto: Macuco News

Nesta quinta-feira (5) os seis deputados estaduais da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa juntamente com o federal Geraldo Simões participaram de uma audiência em Itabuna para discutir sobre os conflitos que vem ocorrendo em Buerarema. Em seguida eles seguiram para o município em discussão para conversar com os produtores rurais.

No plenário da Câmara de Vereadores de Buerarema houve pronunciamentos de agricultores, deputados, do prefeito Guima Barreto (PDT) e da promotora Mayana Ribeiro, entre outros. Um dos produtores exibiu marca que seria de tiro recebido durante o conflito. Em outro momento, uma agricultora desmaiou após um discurso emocionante para todos os presentes.

O presidente da comissão, Timóteo Brito, fez seu pronunciamento mostrando preocupação diante dos acontecimentos na região: “Viemos aqui para ouvir cada um dos agricultores! Temos noção dos conflitos e o governo deve tomar uma providência enérgica! Sabemos que em nossa Bahia existem várias raças! Diante disso, o que vemos aqui são pessoas que se dizem índios, mas vimos funcionário público municipal se dizendo índio!”, relata.

Quem também esteve presente nos dois encontros foi o vereador ilheense Alisson Mendonça. Ele recebeu a denúncia de que um servidor da Secretaria de Transportes e Trânsito de Ilhéus estaria infiltrado entre os tupinambás.

Ao final do debate, o deputado estadual Augusto Castro (PSDB) sugeriu a realização de uma sessão especial na Assembleia Legislativa no dia 23 de setembro reunindo também parlamentares da bancada baiana no Congresso. A proposta foi acompanhada pelo deputado Rosemberg Pinto (PT) e aprovada pelos demais integrantes da Comissão de Direitos Humanos. Segundo Augusto Castro, serão convidados representantes de agricultores, índios, Funai, Ministério Público Federal e Estadual, Ministério da Justiça, Governo do Estado, Polícias Federal, Civil e Militar.

Os índios não participaram da reunião.

Informações: Pimenta e Macuco News