Posto de saúde do Pedro Gerônimo é invadido por vândalos

Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Moradores do bairro Pedro Gerônimo, em Itabuna, se queixam da presença de vândalos na Unidade de Saúde da Família Dr. João Monteiro. Segundo relatos, os meliantes pulam o pequeno portão que dá acesso aos fundos do posto e utilizam o local para consumo de drogas e atos vandalistas, além de pularem o muro das casas vizinhas e roubarem objetos que encontram nos quintais.

Os moradores fazem apelo para que as autoridades alteiem o muro e o portão da unidade, evitando assim que qualquer um possa invadir a área, o que prejudica a segurança de moradores do bairro.

Moradores fazem abaixo-assinado contra casa de shows no São Caetano

Alguns moradores fizeram um abaixo-assinado contra a casa de shows Espaço Fest, situada na avenida Presidente Kennedy, bairro São Caetano, em Itabuna. O grupo que confeccionou o documento reclama que a casa é alugada constantemente para eventos noturnos, o que causa transtornos aos moradores circunvizinhos ao local, perturbando a paz e sossego de todos. Segundo os denunciantes, a área não é propícia para este tipo de evento, e quando ocorre alguma festa, a dona da casa se retira e vai para uma fazenda particular, enquanto os moradores se constrangem com a situação e são obrigados a procurarem a polícia.

O grupo de moradores foi orientado a procurar a promotoria pública e a prefeitura da cidade para que façam uma fiscalização rígida no local, proibindo assim tais acontecimentos. O abaixo-assinado foi encaminhado em março de 2012 para Carlos Leahy, Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Itabuna, mas até agora nada foi resolvido, fazendo com que moradores viessem fazer um apelo no Blog do Tom. Abaixo, uma imagem do abaixo-assinado:

Médico não comparece ao Hospital Manoel Novaes

Uma leitora do blog levou sua filha de 11 anos na manhã de ontem (9) para ser atendida no Hospital Pediátrico Manoel Novaes. Segundo a mãe da menina, ela chegou por volta das 8 horas da manhã e saiu de lá às 11 horas sem receber qualquer atendimento, mesmo sendo pelo plano de saúde. Ainda de acordo com  a mãe, haviam várias crianças passando mal, precisando de assistência, mas o médico responsável não compareceu ao hospital entre esse horário.

Essa é mais uma mãe que fica indignada com o descaso da saúde em Itabuna.

Duas crianças morreram no município nesta semana por precariedade no atendimento.