Fifa divulga preços de comidas e bebidas nos estádios durante a Copa

download

A Fifa divulgou, na segunda-feira (26), os preços das bebidas e comidas que serão vendidas dentro dos estádios durante a Copa do Mundo deste ano. Símbolo da culinária baiana, o acarajé, por exemplo, será vendido a R$ 8, mas a tabela não revela se trata-se da opção com ou sem camarão, habitualmente vendidos separadamente nos tabuleiros da capital baiana.

Ainda entre os preços, refrigerantes e isotônicos aparecem custando R$ 8 e 500 ml de água custará R$ 6. Tipicamente mineiro, o feijão tropeiro de Belo Horizonte sairá por R$ 15 a porção e o manauara Tambaqui com batata frita sai a R$ 13. Os alimentos mais baratos ao lado da cocada são o bolo de rolo, de Recife e o carioca biscoito de polvilho salgado e doce, que saem a R$ 5. Os chocolates saem a R$ 8 e o preço máximo com relação aos sanduíches é R$ 13, suficientes para adquirir um cheesebúrguer duplo. (ComCorreio)

16521889

“Romário, um vencedor da Copa do Mundo é agora um dissidente da Copa do Mundo”, diz NYT

Interessante entrevista de Romário ao jornal The New York Times em 15 de outubro de 2013. Para ler o artigo completo clique em “Leia Mais”.
Ele nunca foi como os outros. Não é o jeito dele. Quando Romário de Souza Faria era apenas um garoto jogando bola nas ruas do Jacarezinho, ele dominou o bairro com a pelada, dia após dia. Quando ele se tornou uma estrela no seu clube e no país, às vezes chegava nos treinos de helicóptero. Quando sua carreira estava no topo e ele se tornou um ícone mundial, ele revelou que se divertia com uma vida social indisciplinada e disse uma vez: “Se eu não sair à noite, não vou pontuar!”.
Romário aposta na política brasileira e é contra a Copa do Mundo no país (Foto: Reprodução/The NY Times)
Romário aposta na política brasileira e é contra a Copa do Mundo no país (Foto: Reprodução/The NY Times)
Agora, como político, Romário está rompendo os padrões novamente. Enquanto outras lendas brasileiras, incluindo Pelé, Ronaldo e Bebeto, elogiam e têm planos para apoiar o Brasil como a Sede da Copa do Mundo no próximo verão, Romário lançou-se como um discordante. Em sua mente, ele é a voz do povo, e o povo – com manifestações em todo Brasil, desde o início deste ano parecem mostrar – é barulhento.
Mas Romário também é. Foi por isso que ele gravou um vídeo no Youtube incentivando os manifestantes que abalaram o país durante a Copa das Confederações este ano. É por isso que ele escreve nas redes sociais onde ele vê corrupção e de quem é a culpa. É por isso que ele continuamente critica os gastos e o planejamento da Copa do Mundo, e ao mesmo tempo atua como congressista do Rio de Janeiro.
Alguns acham que é estranho. Um dos maiores astros do futebol do Brasil é hoje o maior crítico da Copa do Mundo no Brasil? É estranho, com certeza. Mas para Romário, se encaixa. Leia mais…

TAM e Avianca reduzem preço das passagens para Copa

Após a Avianca anunciar a redução de preços de passagens aéreas a TAM também recuou e prometeu baixar os preços dos bilhetes para quem viajar na Copa no período que vai da abertura (12 de junho) até o final (13 de julho) do torneio. As empresas estavam cobrando preços abusivos para o período do campeonato em 2014 [relembre].

Passagens aéreas no período da Copa estão altas demais (Foto: Divulgação)
Passagens aéreas no período da Copa estão altas demais (Foto: Divulgação)

De acordo com a Folha de São Paulo nesta quarta-feira (16) o preço de ida e volta entre os aeroportos Santos Dumont (Rio) e Congonhas (São Paulo) para abertura da Copa custava R$ 1.733,14, em uma pesquisa que tem como referência a data de ida em 11 de junho e volta em 13 de junho. A tarifa ainda é considerada alta, mas está 28% menor do que os R$ 2.393 da sexta-feira (11).

A redução é a segunda que a TAM anuncia desde quando foram divulgados os valores de passagens para o campeonato mundial de futebol. De quinta (10) para sexta (11), o valor havia caído de R$ 2.743 para R$ 2.393. O corte dos preços para a Copa acontece depois de insatisfação de passageiros nas redes sociais e o governo federal fazer questionamentos públicos às empresas aéreas.

Copa: Ponte aérea SP-Rio já custa quase o mesmo que ir a NY

Ainda faltam oito meses para a Copa do Mundo começar mas tente comprar passagens aéreas durante o torneio para ver: o preço chega a ser dez vezes mais alto do que em um dia normal. O valor cobrado do passageiro é superior, por exemplo, ao de bilhetes para a Europa e para os Estados Unidos no mesmo período.

Trecho Rio/SP  custa mais que viajar à Nova Iorque (Foto: Divulgação)
Trecho Rio/SP custa mais que viajar à Nova Iorque (Foto: Divulgação)

Uma das explicações dadas pelas empresas aéreas é a lei da oferta e da demanda: se mais gente compra, restam menos lugares no voo – e os assentos que sobram encarecem. A tarifa subiu principalmente nos trechos mais procurados, como a ponte aérea entre os aeroportos de Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio), a rota mais movimentada do Brasil.

O turista que quiser sair do Rio e ir a São Paulo para assistir à abertura da Copa, em 12 de junho, pagará R$ 2.393 ida e volta na TAM. (Na última quinta-feira [10] o valor era R$ 350 maior; na sexta [11], dia em que a Folha questionou a empresa, o preço caiu.)

É mais caro do que ir a Curaçao, no Caribe (R$ 1.900), ou a Buenos Aires (R$ 900) e um pouco menos do que o preço para ir e voltar de Nova York ou Paris.

Por outras companhias aéreas, o preço é igualmente alto na ponte aérea durante a Copa. Na Avianca, o bilhete de ida e volta custa R$ 1.893 e na Gol, R$ 1.673.

Fora da Copa, o valor volta ao normal. Uma passagem para março na ponte aérea por qualquer empresa sai no máximo por R$ 227 -se o passageiro comprar 12 bilhetes por esse valor, ainda assim pagará menos do que um único tíquete aéreo na Copa.

Para ver a final, no Rio, em 13 de julho, o preço das viagens subiu na mesma proporção, quando comparados voos entre Congonhas (SP) e Santos Dumont (Rio).

A alternativa será o ônibus. A viagem de ida e volta entre São Paulo e Rio pela viação Itapemirim para junho é a mesma de agora: de R$ 149 (convencional) a R$ 322 (leito, que reclina 65º). O trajeto leva cerca de seis horas.

AUMENTOU GERAL

O “fator Copa” no preço das passagens de avião se dá em outras fases do torneio.

Ir de São Paulo a Belo Horizonte para ver uma partida das oitavas-de-final, em 28 de junho, custa R$ 2.719 na TAM, a partir de Congonhas. É 1.128% mais salgado do que o preço para maio, antes da Copa: R$ 241.

Pela Azul, via Guarulhos, o valor é quase o triplo. Na Gol, por Congonhas, há passagens promocionais à venda por R$ 258,94.

Mas os bilhetes não subiram apenas em destinos concorridos. Uma viagem de Brasília a Natal para ver o segundo jogo sediado na capital potiguar, em 19 de junho, já custa quase o dobro (Gol), o dobro (Avianca) ou quase o triplo do normal (TAM).

Fonte: Folha de S. Paulo

Fifa se preocupa com condições do Estádio Nacional de Brasília

O secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, cobrou nesta quinta-feira (10) melhorias no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Nas últimas partidas no local, o gramado apresentou muitas falhas, além de problemas como falta de água para os torcedores.

Estádio Nacional de Brasília precisa ser melhorado (Foto: Divulgação)
Estádio Nacional de Brasília precisa ser melhorado (Foto: Divulgação)

“Alguns jogadores estão acostumados a atuar nos melhores lugares que se pode ter. Na Europa, a maioria dos estádios é de alta qualidade. Só para dar um exemplo, a qualidade do gramado de Brasília não é o que esperamos e, definitivamente, precisamos trabalhar para ter a certeza de que ele estará em melhor qualidade até a Copa do Mundo. Isto não é uma crítica, é um fato. Nós temos tempo de sobra para que o campo melhore”, disse Valcke, durante coletiva de imprensa na sede do Comitê Organizador Local (COL), no Riocentro, zona oeste do Rio.

O secretário-geral foi questionado se as manifestações de rua no país não apresentavam uma ameaça à segurança da Copa e respondeu que a Fifa não tem preocupações maiores sobre isso, pois a questão é afeita ao governo brasileiro. “Os meus amigos querem vir ao Brasil e não estão preocupados com a imagem do país, porque na maior parte do tempo são manifestações pacíficas, até o momento em que uma minoria vem para acabar com elas”, ressaltou Valcke.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ressaltou que não se pode afirmar com certeza que ocorrerão manifestações no próximo ano. “O país se prepara para um ambiente na Copa do Mundo de acolhida aos visitantes, aos turistas, às delegações, aos torcedores. Haverá uma grande mobilização de voluntários por todo país. O Brasil, mesmo convivendo com os problemas que justificaram as manifestações, pode fazer uma Copa do Mundo em um ambiente de paz e tranquilidade”, disse Aldo, recebendo apoio de Ronaldo. “Muitos esperam que esta seja a melhor Copa de todos os tempos, no país do futebol”, acrescentou o ex-jogador de futebol.

Valcke confirmou que será feito em Florianópolis, entre os dias 18 e 20 de fevereiro do próximo ano, o congresso da Fifa, que reunirá os técnicos das 32 seleções participantes do mundial no Brasil. Durante o encontro, serão apresentados aos treinadores detalhes sobre a segurança e a estrutura do campeonato.

Informações: Agência Brasil

Porto Seguro pode receber seleção da Alemanha na Copa 2014

Foto e informações: ASCOM de Porto Seguro

Representantes da confederação alemã de futebol estiveram em Porto Seguro no mês de junho para avaliar a possibilidade de utilizar a cidade como Centro de Treinamento de Seleção (CTS) da equipe da Alemanha na Copa de 2014. A comitiva contou com a presença do ex-jogador Oliver Bierhoff e dos dirigentes Georg Behlau e Uli Voight, além de Wolfgang Wirthmann, responsável pela logística de viagens dos membros da delegação.

Durante a inspeção, eles visitaram o Estádio Municipal de Porto Seguro, que passará por uma reforma, o Hotel La Torre, o Mabu Costa Brasilis Resort, e o distrito de Santo André, além de assistirem apresentações sobre o destino e terem a oportunidade de conhecer melhor a região.

A comitiva se mostrou bastante interessada e satisfeita com tudo o que viu.

Para recepciona-los, a Prefeitura de Porto Seguro foi representada pelo vice-prefeito, Humberto Nascimento; secretário de Cultura e Turismo, Luís Otávio Borges; secretário de Obras, Marlus Brasileiro, e secretário de Esportes, Enildo Gama (Roló).

Também estavam presentes o representante da Secopa, Marco Costa, e a representante da Comissão Local para Assuntos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 e Superintendente do Porto Seguro Convention & Visitors Bureau, Patrícia Martins, que coordenou toda a inspeção.

“Estamos muito satisfeitos com a possibilidade real de receber a seleção da Alemanha para treinar em nossa cidade durante a Copa de 2014 e não mediremos esforços para trazer esta grande conquista para Porto Seguro. Agradeço e parabenizo todos os envolvidos nos processo”, afirmou a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, que não pôde comparecer devido a outros compromissos pré-agendados.

Porto Seguro figura no catálogo da FIFA como cidade apta para receber uma seleção na Copa do Mundo 2014 como Centro de Treinamento de Seleções (CTS). No Nordeste, apenas Porto Seguro e Mata de São João (ambos na Bahia) e São Luís (no Maranhão) integram esta relação.

As seleções da Noruega e Suécia também já realizaram vistoria técnica em Porto Seguro. “Estamos desenvolvendo este trabalho há anos e o que antes parecia apenas um sonho, está prestes a se tornar realidade”, completou a representante da Comissão Executiva, Patrícia Martins.