Agricultores enfurecidos agridem supostos índios

Buerarema – Cleiton Teles de Souza e Josevaldo de Jesus Souza foram agredidos nesta sexta-feira (30), por pequenos produtores que perderam suas terras no último conflito entre os tupinambás.

A motivação para às agressões foi a revolta dos agricultores ao verem a dupla supostamente indígena andando tranquilamente pelas ruas do município. Indignados, os trabalhadores sentiram-se afrontados e foram até os índios para tirar satisfação quando começaram a agredi-los, com pedras e madeiras. Na confusão, um dos índios sofreu um corte na cabeça e necessitou ser levado até o Posto da FSESP.

A Polícia Militar foi acionada e conteve os ânimos. Segundo o comandante da viatura, Ten. Nelito , após a chegada da guarnição a confusão parou, e os soldados Valadares e Teixeira, conduziram os supostos índio até a Delegacia, para a segurança dos mesmos.

Pai esfaqueia filho por tentar defender sua mãe em Itabuna

Agervan Souza Santana, de 25 anos, foi atingido por golpes de faca nesta segunda-feira (10), no bairro Vale do Sol.

Segundo informações, uma discussão acalorada em família estava ocorrendo e Agervan interferiu na confusão com intuito de defender a sua mãe de agressões do pai, no entanto, foi golpeado a faca. Vizinhos acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que de imediato esteve presente e prestou os primeiros atendimentos a Agervan que estava consciente.

Agervan deu entrada no Pronto Socorro do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM). Segundo ele, o pai costuma beber e fica violento.

“Barraco” em loja de Brinquedos de Itabuna

Por Davidson Samuel – Pimenta

Terminou em confusão a atitude dos donos da loja de brinquedos Sonho Azul, situada no Centro de Itabuna, que desrespeitaram o feriado de 12 de outubro (Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida), no último sábado.

Ao receber a informação de que a loja estava aberta em pleno feriado, diretores do Sindicato dos Comerciários se dirigiram até o local, mas a recepção não foi das mais amistosas.

Os sindicalistas tentaram argumentar que o dia era de folga e não havia acordo ou previsão em convenção coletiva para autorizar o trabalho. Não teve conversa. Houve bate-boca e um dos sindicalistas, identificado como Erivaldo Batista (apelido “Bigode”), diz ter recebido ameaça de morte.

Confusão em bar termina com homem esfaqueado

Por volta das 22:00h deste sábado (6), um bar localizado na feira do bairro São Caetano, em Itabuna, foi palco de uma briga que terminou em muito sangue.
Av. Princesa Isabel, (proximidades da Lotérica). Fotos: Ednaldo Pinto.
Durante uma partida de baralho, Márcio Alencar dos Santos e um açougueiro desentenderam-se. Enfurecido o açougueiro foi até ao seu box de carne (na feira local) e apanhou uma faca de aproximadamente 25 cm, e retornou até o estabelecimento onde sem mais conversa desferiu três facadas, sendo que uma atingiu o peito de Márcio e as outras duas as suas costas. Desesperado a vítima correu pela Avenida, onde encontrou um mototaxista de plantão que o ajudou dando fuga com destino ao Hospital de Base da cidade.

Imagens Fortes!

A galeria dessa matéria foi escondida por conter cenas muito fortes.Você pode ver as fotos clicando no botão abaixo somente dentro do post.

Uma unidade do SAMU foi solicitada pois, uma mulher que estava com a vítima entrou em estado de choque e desmaiou após presenciar toda à ação.
Policiais Civis levantaram algumas características do criminoso, e empreenderam busca ao açougueiro identificado como Aldemir Sousa Santos Jr., de 25 anos, que foi preso em sua residência e conduzido até o Complexo Policial.
Com sinais de embriaguez, o acusado prestou depoimento, onde declarou que não havia sido ele quem havia cometido o crime e afirmou “eu realmente comecei a confusão, briguei discuti e fui para casa e alguém que furou ele”, entretanto, uma testemunha o reconheceu e afirmou que havia sido ele sim, e a faca apreendida (confira nas fotos) foi a mesma que ele utilizou.

Confusão entre detentos acaba em um morto

Uma confusão entre seis detentos na delegacia de polícia de Caravelas resultou na morte de um deles na manhã deste sábado (14).

Segundo a polícia, durante o banho de sol uma discussão foi iniciada e um homem acabou sendo morto com diversos golpes de tesousa, caneta, e chunchos (fabricação artesanal).

A motivação do crime ainda está sendo investigada, para isso, a delegada substituta Rosângela Santos, deteve todos os envolvidos para colher depoimento, e informações preliminares dão conta que todos assumiram a participação no crime.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica em Teixeira de Freitas.

O crime contra vida, descrito como homicídio está previsto no Art. 121 do Código Penal Brasileiro, e o acréscimo na pena dos envolvidos pode variar entre 6 a 20 anos, se o homicídio for simples, ou qualificado – por motivo fútil 12 a 30 anos e por último o culposo onde a pena pode ser aumentada em um terço da atual.

Protesto termina com confusão na Praça Adami

As centrais dos trabalhadores e trabalhadoras realizaram manifestações e paralisações em todo Brasil neste ’11 de Julho’. Em Itabuna, sindicalistas, trabalhadores e estudantes se concentraram no Jardim do Ó, para dar início ao protesto.

Aproximadamente duas mil pessoas percorreram a Av. Cinquentenário, e durante o percurso algumas figuras políticas apareceram e causaram tumulto, pois segundo os coordenadores do protesto, a manifestação era apartidária, ou seja, não tinha partidos políticos. Indignados alguns manifestantes pediram que essas “figuras” se retirassem, porém, o pedido não foi ouvido e brigas, arranhões e discussões iniciaram-se na Praça Adami. Vários policias militares chegaram no local para acalmar os ânimos, (confira nas fotos).

O objetivo do manifesto foi gritar à gestão pública que os trabalhadores necessitam de melhores condições de trabalho, com total assistência da Previdência Social e redução na alta jornada de trabalho que é imposta aos trabalhadores de todo o País.