Ladrão de celular é preso pela PM

Itabuna – Matheus Macedo de Morais, foi preso por volta das 20h00min deste domingo (28), sob acusação de ter roubado um celular de uma pessoa que transitava pelo bairro de Fátima. Após o crime, a polícia foi informada e deteve o suspeito com as características passadas pela vítima. Matheus foi algemado e conduzido até o Complexo Policial para prestar esclarecimentos.

Menores roubam celular no Jardim do Ó e PM consegue detê-los

Residem no bairro Odilon. Ambos praticaram a primeira infração. Foto: Ednaldo Pinto.

Itabuna – Na manhã desta terça-feira (19), dois menores roubaram um celular de uma garota nas mediações do Jardim do Ó (rua do Boteco do Gaúcho). Imediatamente a Polícia Militar foi informada, e realizou uma ronda em busca dos adolescentes.

Durante a diligência avistaram a dupla no bairro Bananeira, onde foram detidos e conduzidos até a 6ª Coorpin [Coordenadoria de Polícia do Interior] Delegacia da Cidade. O celular foi recuperado e devolvido a quem de direito.

Aguarde, a qualquer momento colocaremos um vídeo exclusivo do momento exato em que os dois praticaram a ação.

Mensagem de Celular: Mulher é roubada após cair em golpe

Uma moradora de Itabuna recebeu nesta quarta-feira (2) uma mensagem de celular afirmando que ela foi vencedora de uma promoção da operadora Oi e lojas Magazine Luiza. O torpedo dizia que a mulher foi sorteada e ganhou uma casa própria, porém, para receber o prêmio ela deveria depositar uma quantia em dinheiro para a Agência 1089 da Caixa Econômica Federal na Conta Poupança 013.00.027.876-9 nos nomes de Carlos Felipe, Alexandre e Natiara Quécia Amorim Rodrigues. A “ganhadora” fez um depósito de R$ 190 reais e só então percebeu que caiu em um golpe de estelionatários.

A vítima depositou R$ 190,00 para os bandidos / Imagem ilustrativa
A vítima depositou R$ 190,00 para os bandidos / Imagem ilustrativa

Após o incidente a vítima esteve em uma loja Magazine Luiza e contou ao gerente sobre o ocorrido. O funcionário alertou que ultimamente tem recebido no estabelecimento cerca de quatro famílias por dia querendo informações sobre esta promoção.

O Blog do Tom alerta aos leitores que empresa nenhuma faz contato com ganhadores de promoção através de torpedos de celular. Se receber alguma mensagem desse tipo, verifique antes sua procedência e busque informações com a empresa da possível promoção.

 

Ladrão é preso após roubar celular no centro

A Polícia Militar foi informada sobre um jovem que havia roubado um celular no Centro de Itabuna, e este foi seguido pelas vítimas, onde foi visto que ele morava no bairro Monte Cristo.

Os militares deslocaram-se até a rua em que o acusado mora, e realizaram a prisão de João Carlos de Jesus Oliveira, de 18 anos. O jovem foi apresentado na 6ª Coorpin Delegacia de Polícia, onde foi constatado que o mesmo havia sido preso recentemente por ter agredido a sua esposa. O celular foi recuperado e devolvido a quem de direito.

Foto: Luísa Couto / Radar Notícias.

João já foi noticiado por nosso site, e na sua última prisão ele estava ‘nervosinho’, pois a sua esposa estava fazendo uma queixa, por lesões corporais, crime previsto no Art. 129 do Código Penal Brasileiro.

Presidiários de Ilhéus atualizam redes sociais e comandam crime

Detentos atualizam redes sociais de dentro do presídio / Imagens: Aspra
Detentos atualizam redes sociais de dentro do presídio / Imagens: Aspra

Detentos do presídio Ariston Cardoso, de Ilhéus, estariam comandando crime através das redes sociais. A denúncia partiu da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), que divulgou no site da associação diversas fotos que comprovariam o fato.

Os presidiários atualizam suas páginas pessoas no Facebook, publicando fotos e conteúdos através de celulares mesmo durante o cumprimento da pena. De acordo com a Aspra, investigações da associação apontam que existe comunicação entre dois detentos do presídio Ariston Cardoso com dois homens que parecem estar soltos. Eles também fazem apologia ao uso de drogas e ameaçam inimigos de facções rivais através do Facebook.

A associação identificou os prováveis presidiários como Neto Bastos e Carlos Roberto. Os homens com que eles estariam se comunicando e comandando crimes através da rede foram identificados pela Aspra como Pawlista Faccionário, Medeiros Neto e um outro perfil fake com o nome de Raio B Conquista – uma facção criminosa que nasceu no presídio de Itabuna e tem disputas com a facção Raio A.

Também há menções de uma outra facção criminosa, o Primeiro Comando do Interior, mais conhecido como PCI. Ainda conforme a denúncia da Aspra, policiais que trabalham na segurança do presídio de Ilhéus relataram que os telefones celulares deles não funcionam na unidade prisional.

Informações: Correio

Procon-Ba notifica empresas de telefonia móvel por conduta abusiva

Operadoras estão proibidas de determinarem prazo para uso de créditos em pré-pagos
Operadoras estão proibidas de determinarem prazo para uso de créditos em pré-pagos

Nesta sexta-feira (20) as empresas de telefonia móvel Claro, Vivo, Tim e Oi foram notificadas pelo Procon-Ba pela conduta abusiva das empresas de desativar os créditos nos celulares pré-pagos quando estes não são usados pelos consumidores em determinado período. Leia mais…

Cantora Anitta teve celular roubado por fã

Funkeira teve celular roubado por mega "fã" / Imagem: Reprodução, Instagram
Funkeira teve celular roubado por mega “fã” / Imagem: Reprodução, Instagram

A poderosa cantora Anitta teve seu celular roubado quando desembarcava em um aeroporto neste domingo (25). Na rede social Instagram, a funkeira contou que foi roubada por um “fã” enquanto fotografava ao lado dele. Segundo o representante da artista, ela havia acabado de desembarcar no Rio de Janeiro, vinda de Goiânia, e trazia o celular no bolso. Ao pisar em solo carioca, foi recepcionada por um grupo de fãs que solicitaram fotos a seu lado. Ao posar com eles, uma pessoa roubou o aparelho que ela levava no bolso da calça. “Estamos com a esperança de encontrá-lo, pois o iPhone tem um aplicativo que localiza o aparelho. No momento Anitta ligou para o aparelho e deu desligado, pois a  bateria tinha acabado. A primeira coisa que fizemos foi alterar  todas as senhas das redes sociais da artista”, disse sua assessoria. Confira o recado dado pela cantora no Instagram:

Mensagem dada pela cantora no Instagram.
Mensagem dada pela cantora no Instagram.

Justiça define que créditos de celulares pré-pagos não podem mais ter validade

As empresas de celular não podem determinar um prazo de validade para os créditos dos celulares pré-pagos. Essa é a decisão unânime da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) divulgada nesta quinta-feira (15). Os juízes determinaram que devem ser anuladas as cláusulas de contratos de telefonia que definem os limites e também as normas da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que estipulem a perda dos créditos.

Pela decisão, a prática de estipular que você deve usar os créditos comprados em um certo período de tempo antes deles expirarem fica proibida. A resolução definiu isso como “confisco antecipado dos valores pagos pelo serviço público de telefonia, que é devido aos consumidores”.

Isso significa que se você comprar 50 reais de crédito para seu celular pré-pago hoje poderá usar esses 50 reais no tempo que quiser – um mês, três meses, um ano, não importa – independentemente de adquirir ou não mais créditos nesse período de tempo.

O desembargador federal Souza Prudente disse que a Anatel não pode nem deve extrapolar os limites da legislação de regência, como no caso, para “possibilitar o enriquecimento ilícito das concessionárias de telefonia móvel”.

“Também não me convencem os argumentos no sentido de que a relação contratual estabelecida entre a concessionária e os usuários teria natureza eminentemente privada e, por isso, a fixação de determinado prazo de validade para os créditos por eles adquiridos não estaria sujeita à expressa previsão legal”, completou Souza Prudente, pois o serviço de telefonia é, sem dúvida, serviço público essencial, concedido a essas concessionárias, para disponibilizá-lo a seus usuários, com eficiência, qualidade, sem qualquer discriminação, observando-se os princípios da razoabilidade, proporcionalidade e moralidade.

A decisão passará a ser válida assim que todas as partes citadas no processo forem notificadas, e as operadoras vão ter que restituir a quantia de créditos existente quando eles foram suspensos. As operadoras ainda podem entrar com recurso.

Fonte: g1

Jovem é preso após roubar celular e diz que precisava do aparelho

Arma feita com pedaços de cano e fita isolante.

No final da manhã da última quarta-feira (14), o rapaz José Augusto Silva foi preso após ser acusado de roubar um celular de uma mulher na feira do bairro Califórnia, em Itabuna. José utilizou uma arma de brinquedo caseira para assaltar a mulher.

O suspeito confessou o crime na delegacia e disse que não ter celular, por isso, resolveu roubar um. A falsa arma feita com pedaços de cano também foi apreendida e apresentada no plantão central da delegacia.

Operadoras Tim e Oi tem os piores serviços de celular na Bahia

Nesta quinta-feira (15) foi divulgada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)  uma pesquisa inédita que traz dados da qualidade dos serviços das quatro operadoras de celular (Oi, Tim, Claro e Vivo) divididos por estados e municípios, monitorados 24h por dia. Na avaliação, foram levadas em conta ligações completadas e as que apresentaram queda, além dos mesmos critérios para a internet 2G e 3G.

As operadoras Oi e Tim tiveram os piores resultados na Bahia e em Salvador, sendo que no estado, a Tim é a última posição, lugar ocupado pela Oi em Salvador. Em relação às ligações, a pesquisa traz um levantamento desde agosto do ano passado até abril deste ano. Nos 9 meses, a Tim apresentou o menor número de ligações completadas com sucesso, média de 92,2%, quando a taxa mínima exigida é de 95%. A Claro teve o melhor desempenho, com 98,1%. Sobre as ligações derrubadas, que deveriam ter índice abaixo de 2%, mais uma vez a Tim se destaca negativamente com taxa média de 1,39%, ainda assim dentro do padrão da Agência. Na avaliação feita em Salvador, a Oi foi a única abaixo da média, com taxa de ligações completadas de 94,3%, enquanto a Tim ficou com 95,9%.

A situação das operadoras se mantém no quesito internet, com pequenas mudanças. Os dados referentes a qualquer tipo de serviço de conexão de dados (2G ou 3G) colocam a OI na última colocação. A operadora teve o índice de conexões feitas na Bahia, em contraponto ao número de tentativas, de 87,9%, quando o padrão exigido pela Anatel é de 98%. A Tim também teve desempenho negativo nos nove meses, com média de 93,9%. Em relação ao serviço interrompido, de longe a OI tem a maior taxa de perda de conexão, com 13,2%, quando o indicado é de apenas 2%.

Neste cenário, as outras três operadoras ficaram dentro da média. A Oi segue na liderança como o pior 2G da Bahia, com dados de fevereiro a março deste ano, com 88,5% do total de conexões completas e 5,2% de serviço interrompido.  A Vivo ficou com média de 89,3% das conexões completas, a Tim teve 95,7% e apenas a Claro ficou acima da meta, com 99,5%. Em relação ao 3G, o ranking de conexões totais completas ficou da seguinte forma: OI (93,5%), Claro (97%), Tim (99,3%) e Vivo (99,5%). Nenhum ficou abaixo da meta em relação à queda do 3G.

Em Salvador, o cenário tem a OI na pior posição de serviço de internet em geral, com conectividade de 88,9%, tendo a Vivo como segunda pior, média de 93,1% e a Tim também abaixo da média com 96%. Somente a Claro superou os 98% exigidos, com 99% das conexões com sucesso. Em relação ao 2G, a OI permanece na última posição com 90% das conexões totais, enquanto a Vivo aparece com 93,9% e as outras duas operadoras tiveram desempenho satisfatório. No 3G, Claro e OI ficaram 1% abaixo da média e Vivo e Tim ficaram cerca de 1% acima da média.

Fonte: Bahia Notícias

Psicologia explica por que jogo Candy Crush é tão viciante

Em maio deste ano o game Candy Crush Saga ultrapassou Angry Birds e se tornou o jogo mais popular do mundo para as plataformas Facebook, iOS e Android. Os 50 milhões de usuários jogam mais de 600 milhões de vezes por dia.

Mas qual o motivo para esse sucesso? A ciência explica.

Lançado em novembro de 2012 pela empresa King, Candy Crush gera mais de 600 mil dólares ao dia por meio das compras que os jogadores podem fazer para passar dos níveis mais difíceis.

Tudo isso para completar uma tarefa que parece simples: juntar doces da mesma cor em um tabuleiro. Os criadores insistem que dá para completar o jogo sem desembolar nada, mas as ferramentas à venda geram muito dinheiro para a empresa.

Segundo reportagem da BBC, a explicação para esse vício sem precedentes tem, sim, explicação.

O game é feito com características para estimular o usuário a jogar compulsivamente. Segundo o professor de psicologia e ciências cognitivas Tom Stafford, da Universidade de Sheffield (Grã-Bretanha), o vício em Candy Crush está relacionado ao fenômeno psicológico conhecido como efeito Zeigarnik.

O psicólogo russo Bluma Zeigarnik fez uma análise e descobriu que os garçons costumam memorizar os pedidos dos clientes até que tudo esteja na mesa. É como se a tarefa incompleta grude na memória. Mas quando a comida e a bebida vão para a mesa, os garçons esquecem dos pedidos.

Esse fenômeno não vale apenas para os garçons. Cada nível do Candy Crush é uma tarefa, como um pedido a ser entregue ao cliente no restaurante. O jogador sente a mesma urgência de resolver o problema.

Há outro agravante. O Candy Crush dá cinco vidas ao jogador. Quando acabam, é preciso esperar 30 minutos para voltar a ganhar uma vida. Durante esse tempo, o problema fica sem resolução. Essa lógica reforça a ideia de que o usuário deve voltar todos os dias. E se o jogador quiser acabar com a a ansiedade, pode migrar de plataforma, como do tablet para o smartphone, e conseguir novas vidas instantaneamente.

Eunápolis: Golpistas se passam por PM para vítimas colocarem crédito em celular

Na tarde desta terça-feira (16) duas ocorrências de um mesmo golpe chegaram ao plantão da Polícia Militar de Eunápolis. Segundo a PM, um trapaceiro liga para as vítimas de um telefone com prefixo de outro estado, com os códigos, na maioria das vezes, de 63, 65 ou 85.

De acordo com os denunciantes, os golpistas se identificam como oficiais da PM e alegam que estão em uma ocorrência de acidente e que não podem sair do local no momento, pedindo então para as vítimas que coloquem créditos em um determinado número de celular. A vítima ainda é instruída a ir mais tarde até a delegacia para ser ressarcida.

Entre as vítimas que caíram no golpe nesta terça, está um moto-taxista, que preferiu não divulgar o valor do prejuízo. Este tipo golpe é muito comum no Brasil e, geralmente, as ligações são feitas de dentro de presídios por pessoas que estão cumprindo pena.