Vane nomeia cunhada para cargo de confiança na prefeitura

Clique na imagem para ampliá-la

O prefeito Claudevane Leite (PRB) decidiu nomear a sua cunhada, Eliene de Oliveira Leite, como assessora de projetos da secretaria de educação, com símbolo CC-4, salário de aproximadamente R$ 2,750.

Eliene de Oliveira Leite é efetiva na secretaria de educação no cargo de serviços gerais. Foi contemplada no inicio do governo com uma Função Gratificada 1, equivalente a 100% de aumento no salário. Não satisfeito, o prefeito decidiu nomear a cunhada para um cargo de confiança.

Consultando alguns advogados, a informação é que o Ministério Público poderá propor ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Itabuna. “O fato da cunhada do prefeito ser nomeada para exercício de cargo em comissão representa inconstitucional privilégio em detrimento dos demais cidadãos que não ostentam parentesco, violando assim os princípios constitucionais da moralidade e impessoalidade, e ainda a súmula vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal”, declarou um advogado.

Informações do Políticos do Sul da Bahia

Prefeito Vane tira férias, Wenceslau assume posto

De acordo com a assessoria de imprensa de Claudevane Leite, o prefeito vai tirar férias em fevereiro e pretende ficar afastado do cargo entre 20 a 30 dias, o que vai depender dos desdobramentos da sua decisão de cancelar o carnaval deste ano. Será a primeira vez que o vice-prefeito Wenceslau Júnior (PCdoB) assumirá o comando do município.

A decisão de tirar férias foi tomada antes do cancelamento do carnaval, que estava previsto para o período de 13 a 16 de fevereiro. No momento, Wenceslau está fora de Itabuna –  de férias.

A promessa de Vane ao seu “núcleo duro” é de um retorno com mais altivez no comando do município. Mas é altivez na relação com o PCdoB. Existem preocupações com a área da saúde, que não caminha em ritmo satisfatório. Vane cobrará mudanças.

O PCdoB parece ter se antecipado ao prefeito. O posto de subsecretário da Saúde sofreu alteração com a saída de Ramon Cardoso e entrada de Rosivaldo Pinheiro.

Para os capas-pretas do partido, a mudança surtiu efeito. Rosivaldo tem mais perfil de administrador e teria detectado em duas semanas falhas e correções não percebidas por Ramon em quase um ano, segundo fonte comunista.

Vane tem dito que reconhece o tamanho do PCdoB e compreende a fragilidade do seu partido, o PRB. E se foi pouco altivo – e ativo – até agora na relação com os “comunas”, o foi pelo reconhecimento à contribuição dos comunistas na sua chegada ao Centro Administrativo Firmino Alves e, principalmente, à sua amizade com o vice-prefeito Wenceslau Júnior.

Informações do Pimenta

Secretário de Agricultura de Itabuna estaria insatisfeito com o cargo

O secretário de agricultura de Itabuna, Lanns Almeida, teria confidenciado para algumas pessoas que está insatisfeito com o cargo. A prefeitura não executou nenhum projeto que ele elaborou em 2013. Para completar, para o orçamento de 2014, a verba da secretaria será comprometida aproximadamente 70% com a folha de pagamento.

Lanns Almeida cogitou a possibilidade de assumir a diretoria-executiva da Companhia de Ações Regionais (CAR), já que se cogitou a possibilidade do atual diretor, José Vivaldo, assumir uma secretaria no governo Wagner (PT).

Mas como isso não aconteceu, Lanns Almeida optou por continuar mesmo insatisfeito no governo do prefeito Claudevane Leite (PRB).

Informações do Políticos do Sul da Bahia

Marcos Feliciano deixa cargo de presidente da Comissão de Direitos Humanos

Pastor Marcos Feliciano (Foto: André Dusek / Estadão)
Pastor Marcos Feliciano (Foto: André Dusek / Estadão)

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), encerrou nesta quarta-feira (18) sua gestão com a aprovação de propostas consideradas homofóbicas e sob críticas de militantes da área. As pautas, porém, não avançaram fora da comissão, que neste ano ficou sob controle da bancada evangélica da Casa.

O primeiro enfrentamento promovido por Feliciano na cadeira de presidente foi a votação do projeto apelidado de “cura gay”, que suspendia resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proibiu profissionais da área de oferecer tratamento para homossexualidade. O deputado conseguiu comandar a aprovação do projeto no colegiado em meio às manifestações de junho, mas os líderes da Casa levaram a proposta imediatamente a plenário para rejeitá-la com esmagadora maioria e mostrar que a Casa não referendava a atuação.

Após o revés, a comissão refluiu e só no fim de novembro temas polêmicos voltaram à pauta. Foi aprovada uma proposta de plebiscito para decidir sobre a união civil de pessoas do mesmo sexo, na tentativa de reverter decisão favorável do Supremo Tribunal Federal.

A comissão votou também a suspensão da decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que obriga os cartórios a celebrar casamentos de homossexuais. Foi aprovado um parecer contrário a um projeto que visava tornar lei que companheiros homossexuais de servidores e beneficiários da Previdência Social passariam a ser considerados dependentes.

Informações do Estadão

Dr. Plínio Adry assume cargo na Secretaria de Saúde

Na tarde desta quarta-feira (7) o pneumologista Plínio Ferreira Adry assumiu o cargo da de Secretário de Saúde em uma solenidade com presença de autoridades. Segundo ele, somente aceitou retornar à cidade pelo seu compromisso com a atenção básica de saúde. No mês de julho, o ex-secretário Renan Araújo foi exonerado pelo prefeito Claudevane Leite.

“Tenho certeza de que com as unidades em atividade plena, o trabalho aparece e a população fica satisfeita” disse Plínio em discurso de posse. O médico recordou sua luta como secretário de saúde entre 1989 e 1992 para a municipalização dos serviços em Itabuna. “Tivemos muitos problemas no início, já que a cidade não tinha hospital público e a hierarquização do Sistema Único de Saúde exigia. Então, iniciamos o projeto do Hospital de Base, que atualmente está sendo recuperado pelo médico Paulo Bicalho com o apoio decisivo do prefeito Claudevane Leite”, disse, acrescentando que, com a atenção básica funcionando, os postos de saúde voltarão a ser “portão de entrada do sistema”, a sua principal finalidade.

Mesmo reconhecendo avanços na gestão municipal da saúde, o prefeito Claudevane Leite disse que as coisas não estão ainda como deseja. “Conseguimos recuperar algumas unidades básicas, a urgência e emergência do Hospital de Base, o Centro de Referência à Doença Falciforme (Cedorf), mas ainda é pouco. O desafio é fazer a atenção básica operar com todas as unidades com exames e consultas médicas para atendimento da população. Este será o desafio doutor Plínio, mas o senhor contará com o apoio do governo”, afirmou o prefeito.

Vane disse que o retorno da plena para a gestão da saúde é bom, mas não significa a solução de todas as questões referentes ao atendimento da população. “Tenho certeza de que Itabuna deseja sucesso na sua gestão da Saúde, já que você é um profissional experiente, com mais de 60 anos de idade e o vigor da juventude. Vamos ter cobranças, mas estou certo de que seu amor à profissão e o seu desejo de ver a população atendida perto de casa serão responsáveis pelo seu sucesso frente ao desafio”, destacou o prefeito de Itabuna, acrescentando que a contratação de mais de 300 profissionais através de seleção pública reforça a atenção básica.

A solenidade contou com a presença da prefeita de Itajuipe, Gilka Badaró, que veio trazer o abraço ao seu conterrâneo Plínio Adry, o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, o representante do Conselho Regional de Medicina e vice-provedor da Santa Casa de Misericórdia, Almir Alexandrino. Ainda, secretários da Educação, Dinalva Melo do Nascimento; da Industria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins; do Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Junior; de Assuntos Governamentais e Comunicação, Cleide Sousa Oliveira; da Assistência Social, José Carlos Trindade; de Esportes e Recreação, Evans Maxwel Silva; presidente da FICC, Roberto José da Silva; da Emasa, Ricardo Campos; e da Fasi, Paulo Bicalho.

Também prestigiaram a solenidade, os vereadores Aldenes Meira, presidente da Câmara Municipal, César Brandão, líder do Governo; Pastor Francisco Edes; Glaby Andrade, Geraldo Barbosa, Antonio Cavalcanti, Walter Socorrinho, Joilson Rosa, Jairo Araújo e Valéria Moraes, e o representante da ABIH, Eduardo Fontes Neto.