Detento cria chave artesanal e 17 fogem da cadeia

Dezessete presos fugiram da cadeia de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, na tarde desta sexta-feira (27). De acordo com o delegado José Ribeiro, o grupo escapou após produzir uma chave artesanal, abrir as celas e sair pela porta da frente da unidade.

“Aconteceu na hora do almoço. Um dos internos é ladrão, especialista em furto de carro, e internamente fabricou uma chave. Só tinha um carcereiro no momento. Eles o dominaram com uma pedaço de ferro. Depois eles fugiram calmamente pela porta frente, andando pelas ruas”, descreve o delegado.

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Segundo Ribeiro, entre os fugitivos está um suspeito de participar de três homicídios. “Um deles se destaca. Conhecido como “Coca”, ele é homicida perigosíssimo. Ele tentou resgatar o irmão que estava preso em Caetité e matou um policial civil. Ele tem comprovadamente participação em três homicídios. Um dos juris dele estava marcado para acontecer no dia 3 de outubro”.

O delegado conta que a cadeia está localizada no centro de Bom Jesus da Lapa e que a unidade tem capacidade para abrigar 12 detentos, mas tinha cerca de 80 no momento da fuga.

“É complicado. É um prédio antigo, que não oferece condições de segurança para a população e para os servidores. Nós não temos agentes penitenciários, quem faz a segurança são policiais civis e servidores da prefeitura. Na semana passada houve um princípio de rebelião”, afirma José Ribeiro.

Um dos fugitivos se apresentou acompanhado de um advogado à delegacia ainda na sexta-feira. Segundo o delegado, os outros dezesseis permanecem sendo procurados.