Bolsa Família completa dez anos e Governo comemora

Nesta quarta-feira (30)  a presidente Dilma Rousseff e vários ministros participam de cerimônia em comemoração aos dez anos do Bolsa Família. O evento será às 11h no Museu da República. Também estarão presentes parlamentares e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Atualmente, 13,8 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, o que representa  50 milhões de pessoas.  Com o programa, 36 milhões de brasileiros saíram da linha de pobreza extrema.

Como parte das comemorações, será lançado às 16h, também no Museu da República, o livro Programa Bolsa Família – Uma Década de Inclusão e Cidadania. A iniciativa é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Ministério do Desenvolvimento Social.

O ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos e presidente do Ipea, Marcelo Neri, e a ministra Tereza Campello apresentam a obra. Os artigos reunidos na publicação traçam um panorama da evolução do programa, resgatam as principais contribuições do Bolsa Família para as políticas de assistência social e apresentam dados sobre seu impacto nos indicadores de saúde, educação e proteção social e na redução da pobreza.

Ministério identifica 2.168 políticos que recebiam Bolsa Família

Brasília – Levantamento feito pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDA) cruzando dados do cadastro de beneficiários do Bolsa Família e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) identificou que 2.168 políticos eleitos no pleito municipal do ano passado continuaram a receber o benefício mesmo depois de empossados.

Depois de constatada a irregularidade, em janeiro deste ano, o ministério suspendeu o pagamento do benefício em fevereiro.  A estimativa do MDS é que tenham sido sacados aproximadamente R$ 308 mil de forma irregular. O montante representa R$ 142 por parlamentar.

Leia mais…

Beneficiários do Bolsa Família podem agendar atualização por telefone

A partir de agora os beneficiários do Bolsa Família em Salvador podem fazer o agendamento para atualização de dados cadastrais por telefone. A iniciativa é válida para as pessoas que estão com os dados desatualizados há dois anos ou mais.

Quem se enquadrar nesse caso deve ligar para o telefone 0800-285-8000 e digitar opção 4, para marcar horário e local de atendimento. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 18h, e informa o local onde o beneficiário deverá atualizar o cadastro. A estimativa é que 22 mil cadastros sejam atualizados.

Atividades do ProJovem Adolescente são iniciadas

A Secretaria da Assistência Social (SAS) de Itabuna iniciou na segunda-feira (12) as atividades do ProJovem Adolescente com a mobilização de jovens na faixa etária de 15 a 17 anos que residem nas áreas de abrangência dos núcleos coletivos dos bairros Novo Horizonte, Monte Cristo, Nova Itabuna, Nova Ferradas e Jorge Amado.

Nesta semana, o trabalho dos técnicos que atuam no programa está centrado na triagem e efetivação da matrícula dos jovens beneficiários do Bolsa Família, um dos públicos alvo do ProJovem Adolescente. Desenvolvido pelo governo federal em parceria com a Prefeitura de Itabuna, o programa caracteriza-se como um serviço de convivência e fortalecimento de vínculos dos adolescentes com a família e a comunidade.

De acordo com a diretora do Departamento de Proteção Básica II da SAS, Luciana Seara Sousa Lima, os adolescentes assistidos pelo ProJovem também são incentivados ao retorno à escola e a permanência com sucesso no sistema de ensino com a formação cidadã e a sua transformação como agente ativo de mudança em seu meio.

Os núcleos, denominados de coletivos, funcionam como centros onde são ministradas oficinas e palestras, de segunda a quinta-feira, com ênfase em temáticas de convivência social, participação cidadã, formação de caráter e opiniões.

A diretora Luciana Seara ressalta ainda que os participantes do ProJovem Adolescente recebem capacitação para sua inserção no mercado de trabalho e geração de renda, por meio do desenvolvimento de habilidades e trabalhos artísticos, lazer e música. O programa também atende adolescentes encaminhados pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) que estejam cumprindo medidas socioeducativas.

Para a efetivação da matrícula os jovens devem buscar atendimento nos seguintes endereços: