Babau, o índio nos moldes do século XXI

Um delegado federal participou de evento no Rotary Club de Itabuna e fez comparação entre sua própria situação econômica e as condições de vida do “Cacique Babau”, líder indígena que lidera as ocupações de terra na região da Serra do Padeiro, em Buerarema. Dizia a autoridade:

Sou servidor público federal há cerca de 20 anos e há pouco tempo terminei de pagar o financiamento de um carro 2011, além de ainda não ter quitado meu apartamento… Fiquei impressionado quando cheguei à zona rural de Buerarema e encontrei Babau em uma grande casa de fazenda, onde havia estacionadas cinco picapes de luxo. Ao que parece, ele é hoje um homem milionário.

O mesmo policial não deixou animados os produtores rurais presentes no evento. Segundo ele, as coisas caminham para que a reserva indígena na região seja realmente estabelecida.

(Por Davidson Samuel – Pimenta)

Justiça marca leilão de bens da FTC

A Justiça do Trabalho marcou para o dia 19 de novembro, a partir das 08:30, no Fórum Humberto Machado, em Itabuna, o leilão de 18 datashows e 16 computadores penhorados em maio na FTC Itabuna.

O processo foi movido por uma ex-funcionária e o leilão tem a finalidade de saldar dívida trabalhista.

A faculdade vem enfrentando problemas judiciais devido à não indenização de ex-funcionários. Recentemente a justiça determinou que a marca da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), seria levada a leilão. Mas a FTC pagou a dívida trabalhista de R$ 24.662,77, e evitou que a marca da instituição fosse leiloada.

Jornalista Matheus Feitosa