Agências bancárias de Ituberá são assaltadas por quadrilha fortemente armada

Ituberá – Duas agências bancárias, uma do Banco do Brasil e a outra da Caixa Econômica Federal foram assaltadas nesta segunda-feira (7).

De acordo com informações, aproximadamente 20 homens fortemente armados assaltaram as agências, realizando disparos pelas ruas da cidade. Os bandidos levaram funcionários e clientes dos bancos como reféns, contudo os mesmos já foram liberados.

Ainda segundo relatos de testemunhas, o grupo entrou na agência do Bradesco, mas não cometeram o assalto. O comércio de Ituberá foi fechado até que tudo fosse normalizado. Para evitar que a polícia se aproximasse, os elementos jogaram dinheiro para que a população pegasse na frente das agências.

A Polícia empreendeu busca em direção a praia de Pratigi, mas ninguém foi preso. Acredita-se que uma embarcação aguardava a quadrilha. O Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (GRAER) foi acionado para ajudar nas buscas.

Há um mês ocorreu uma tentativa de assalto no município, porém a mesma foi frustada pela polícia, na ocasião dois bandidos foram mortos em troca de tiros.

Banco é condenado a pagar R$ 2 milhões por danos morais

Ministério Público do Trabalho sediado em Itabuna.
Ministério Público do Trabalho sediado em Itabuna.

O Banco do Brasil foi condenado pela Justiça do Trabalho da Bahia, a pagar indenização por danos morais e coletivos no valor de R$ 2 milhões. A ação foi movida com a ajuda do Sindicato dos Bancários da Bahia, após a denúncia de funcionários feita em 2009.

Segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT-BA), a denúncia era bem fundamentada e um inquérito foi instaurado contra o banco. De acordo com a denúncia, a Superintendência Regional do Banco submetia os funcionários a situações excessivas de pressão, além de ofensas, apelidos e constrangimentos públicos, que configuram o chamado assédio moral, que é uma maneira de atingir a honra do trabalhador.

Concurso do Banco do Brasil tem inscrições prorrogadas

Agência do BB
Agência do BB

O Banco do Brasil prorrogou as inscrições do concurso para o cargo de escriturário. As inscrições devem ser feitas até as 23h59 desta quinta-feira (9) pelo site da Fundação Cesgranrio [clique aqui].

São oferecidas mais de 8 mil vagas para formação de cadastro de reserva para a Bahia, Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Tocantins, com salários de R$ 2.732,04, sendo R$ 1.892,00 de vencimentos iniciais, R$ 472,12 de auxílio-refeição e R$ 367,92 de cesta-alimentação, para carga de 30 horas semanais.

A taxa é de R$40. As provas objetivas e a Redação estão marcadas para 9 de fevereiro.

Ex-diretor do Banco do Brasil condenado no Mensalão foge para a Itália

Polícia Federal rastreia paradeiro do ex-diretor do BB (Foto: Divulgação)
Polícia Federal rastreia paradeiro do ex-diretor do BB (Foto: Divulgação)

O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, condenado a 12 anos e sete meses de prisão no escândalo do Mensalão [relembre aqui], fugiu para a Itália. Em uma carta assinada por ele, que será distribuída hoje por seu advogado, ele diz que, aproveitando a dupla cidadania, ele vai apelar para um novo julgamento italiano.

“Por não vislumbrar a mínima chance de ter um julgamento afastado de motivações político eleitorais, com nítido caráter de exceção, decidi consciente e voluntariamente fazer valer meu legítimo direito de liberdade para ter um novo julgamento, na Itália, em um Tribunal que não se submete às imposições da mídia empresarial, como está consagrado no tratado de extradição Brasil e Itália”, disse. Na noite de ontem, a Polícia Federal esteve no prédio onde Pizzolato morava, mas não o encontrou.

Segundo apurou o Broadcast, Pizzolato teria fugido do país por terra, por Pedro Juan Caballero, no Paraguai, há 45 dias. De lá, foi para a Itália, onde tentará um passar por um novo julgamento. O delegado de plantão na Polícia Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Nogueira, comentou que essa deve ser “uma nota falsa” porque familiares de Pizzolato informaram à Polícia Federal que ele iria se apresentar até o meio-dia deste sábado.

O advogado do ex-diretor do BB, Marthius Sávio Lobato, teria chegado a fazer um acordo para a apresentação dele à polícia. Segundo Nogueira, caso se confirme que Pizzolato está na Itália, o Brasil deverá entrar com um pedido formal de extradição junto àquele país e aguardar todo o trâmite legal.

Na avaliação pessoal do delegado, haveria grandes chances de o governo italiano negar o pedido em função do processo do ex-ativista italiano Cesare Battisti, cujo pedido de extradição foi negado pelo Brasil.

Na nota, Pizzolato reclamou do tratamento recebido pela Justiça brasileira. Ele foi  condenado a 12 anos de prisão em regime fechado por peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Fonte: Correio

Banco do Brasil brinca com alto preço do PlayStation em campanha publicitária

BB faz campanha de crediário para compra de videogame (Foto: Reprodução/Facebook)
BB faz campanha de crediário para compra de
videogame (Foto: Reprodução/Facebook)

O preço alto do PlayStation no Brasil, que gerou repercussão no Brasil e lá fora, serviu de mote para uma campanha publicitária do Banco do Brasil sobre uma linha de crédito, em sua página no Facebook.

“Com R$ 4 mil você pode: comprar uma TV de LED 3D, fazer a viagem que sempre quis, reformar a casa ou comprar um videogame”, diz o anúncio sobre o BB Crediário.

O PlayStation 4, videogame de nova geração da Sony, será lançado no Brasil no dia 29 de novembro por R$ 4 mil, segundo anunciou a Sony na última quinta-feira (17). Nos Estados Unidos, o preço do console é US$ 400.

O preço, segundo a empresa, é justificado pela alta carga tributária que o videogame recebe ao ser importado para o Brasil. “De 60% a 70% do preço final do PS4 no país corresponde a impostos de importação”.

Além do anúncio, o banco comentou: “Ficou mais caro do que você esperava? Nem tudo está perdido, o BB pode te ajudar”.

Os internautas se dividiram entre críticas, elogios e incredulidade em relação à propaganda.

Caixa eletrônico é explodido durante a madrugada

(Foto Diego Meireles/Ilhéus Notícias
(Foto Diego Meireles/Ilhéus Notícias

Na madrugada desta segunda-feira (30), por volta das 2h30, um caixa eletrônico do Banco do Brasil de Ilhéus foi explodido. De acordo com a Polícia Militar, cinco homens levaram um malote que estava no equipamento que fica dentro de um posto de gasolina.

Não há informações sobre o valor da quantia levada pelo grupo. Os bandidos fugiram após o roubo. Até por volta das 8h30 desta segunda-feira nenhum suspeito havia sido detido pela polícia.

Tentativa de assalto ao Banco do Brasil acaba com 4 homens sendo presos

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Na manhã desta sexta-feira (5), a Polícia Civil de Itabuna recebeu uma ligação informando que bandidos haviam sequestrado o filho do gerente de uma agência do Banco do Brasil de Itapé, e só iriam liberta-lo após o pagamento de uma alta quantia em dinheiro.

O sequestro aconteceu na noite de quinta-feira (4) em Ibicaraí.

Após esta denúncia viaturas da Polícia Civil juntamente com a Polícia Militar deslocaram-se para Itapé, chegando lá os policiais iniciaram o trabalho com levantamento de informações com o Gerente Reinaldo Benevides para tentar resgatar Vitor Benevides (o seu filho).

Com o passar do tempo os bandidos souberam que a agência em Itapé já estava cercada de policias, sendo assim, eles desistiram da ação e abandonaram Vitor na BR-415.  Uma viatura que passou logo em seguida viu um jovem na BR e o levou até Itapé, onde o mesmo passou informações para polícia capturar os criminosos.

Uma busca incessante foi iniciada, e após o bloqueio dos dois sentidos da BR-415, os policiais prenderam quatro suspeitos identificados como André Pereira Rocha, José André dos Santos, Carlos Alberto Pereira Rocha Júnior e Willys Gonçalves de Carvalho em um Cross Fox – Prata – Placa: JRP 6692 de CATU-BA (confira nas imagens).  Inicialmente eles passaram nomes falsos, mas, foi descoberto os nomes verdadeiros e são estes expostos logo acima. 

Sendo encaminhados para o Complexo Policial de Itabuna foi aberto um inquérito onde todos os suspeitos foram interrogados. No carro foi encontrada uma lona azul e várias roupas, e dentro do sistema de ar-condicionado havia 3 armas (duas 380 e uma 38, confira nas imagens).

Em uma coletiva na tarde desta sexta-feira o Delegado Evy Paternostro e o Tenente Coronel Lemos  afirmaram que  foram eles que sequestraram o Vitor Benevides e certamente existe mais 5 pessoas envolvidas. Todos os quatro indivíduos foram autuados em flagrante por sequestro, cárcere privado e formação de quadrilha.