Aluna é assaltada na porta da Faculdade em Itabuna

tiro_wallpaper

Em contado com nossa redação, estudantes da UNIME denunciam a falta de respeito e de segurança para os alunos da instituição, que fica a merce de bandidos. Frequente há assaltos na Avenida José Soares Pinheiro, nesta quarta-feira (28) não foi diferente, uma aluna  foi assaltada na porta da Faculdade no Campus I e o assaltante chegou a adentrar ao local armado.

Segundo informações de uma aluna, no momento que o bandido assaltou e entrou armado na instituição, os guardas da guarita saíram correndo. “Não temos ronda policial escolar, não temos segurança e pagamos caro na mensalidade, agora estamos com medo de ir pra faculdade por conta dos acontecimentos. Gostaria de expor a indignação como aluna, com o descaso para nós estudantes“, disse.

Em menos de um mês houve dois assaltos envolvendo alunos, o primeiro foi no ponto de ônibus em frente a Faculdade, com uma aluna, que ficou em prantos e desesperada. No local não há segurança, é escuro e os matos cobrem o ponto de ônibus, onde inclusive já foi encontrado um cadáver no matagal atras do ponto. Porém ontem foi o que mais assustou os alunos, ao deparar com o bandido armado dentro da instituição.

Os alunos cobram da UNIME um posicionamento em relação a esses assaltos e que medidas cabíveis sejam tomadas. “A falta de segurança é tão absurda que qualquer individuo tem acesso ao interior da faculdade. Nos alunos gostaríamos que a policia fizessem mais rondas na localidade”, disse Aluno.

Atualizada às 21h37min

A nossa redação foi informada que uma viatura da Polícia Militar juntamente com um carro de uma empresa de segurança permaneceram na porta do Campus I, desde às 18h40 até o termino das aulas, nesta quinta-feira (29).

O intuito era coibir qualquer ato de violência que pudesse novamente acontecer por criminoso (s). A noite foi tranquila e os universitários sentiram-se seguros com a presença da PM.

Alunos da UNIME reclamam do estacionamento precário e superlotado

Itabuna – Os estudantes da União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME), Campus II, localizado na Avenida JS. Pinheiro, estão revoltados com a situação precária do estacionamento.

De acordo com informações prestadas por alunos, há anos o estacionamento não sofre uma reforma em sua infraestrutura, acarretando no aparecimentos de buracos e poços de lama em épocas de chuva. Além disso, a faculdade aderiu a novos cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Produção e o PRONATEC, ou seja, o numero de estudantes aumentou, e o estacionamento superlotou. Conforme relatos, dias de segunda e terça é impossível encontrar uma vaga, e quando se encontra é dentro da lama (brejo), com direito a fundo musical de sapos e rãs.

A Direção da instituição de ensino poderia atenta-se ao problema. Uma camada asfáltica e a ampliação do local já seria digno ao valor pago mensalmente pelos acadêmicos.

Funcionários passam Natal sem o 13º terceiro

FTC Itabuna não paga funcionários

FTC

A Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC) de  Itabuna não pagou os 13º salário dos colaboradores e professores. Segundo informações, a direção informou que não tem previsão para o pagamento.

Em função disso os professores estão dispostos a não lançarem as notas da prova final na caderneta eletrônica até o pagamento do 13º salário. Com isso os estudantes serão prejudicados, já que vão passar o natal com a expectativa do resultado das provas.

Prefeitura

Alguns secretários de Itabuna acabaram não recebendo o 13º salário por opção do prefeito Claudevane Leite. O salário liquido do secretário no município é de R$ 13 mil, com o pagamento do 13º no mês de dezembro o salário seria de R$ 26 mil.

Mas o prefeito decidiu não pagar o 13º salário aos secretários e seguiu a orientação da procuradoria jurídica do município. Vale lembrar que no governo passado o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), determinou que os secretários devolvessem o 13º salário.

Santa Casa

Os servidores da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna denunciam que estão sem receber o 13º salário. De acordo com os funcionários, nenhuma parcela foi paga e não há previsão para o pagamento. O prazo máximo determinado por lei encerrou na sexta-feira (20).

Ainda com base nos funcionários, um aviso foi colocado no mural no final da tarde de sexta-feira (20) que décimo só será pago após o natal.

Alunos fazem manifestação em frente ao colégio CISO

Nesta manhã de quinta-feira (19) os alunos do colégio CISO, em Itabuna, estão fazendo uma manifestação reivindicando horários para fazerem as provas finais. Segundo eles, a diretora não determinou um horário fixo, o que faz com que os alunos cheguem cedo demais e ficam expostos nas ruas, correndo risco, sendo que a localidade é famosa por sofrer constantes assaltos.

Alunos fecharam rua do CISO (Foto: Ednaldo Pinto)
Alunos fecharam rua do CISO (Foto: Ednaldo Pinto)

O colégio encontra-se fechado e os estudantes estão parando a rua. A Polícia Militar está no local para garantir a segurança e disseram que os estudantes estão em seus direitos.


Jovem é atropelada durante teste de autoescola no Detran

Ilana Lima Marques, de 20 anos, foi atropelada por um aluno de autoescola na manhã desta sexta-feira (6). O acidente aconteceu no pátio do Detran de Itabuna quando o aluno fazia um teste de direção, perdeu o controle e atingiu uma aluna que aguardava no local para realização da mesma prova.

Ilana foi socorrida no local (Foto: Ednaldo Pinto)
Ilana foi socorrida no local (Foto: Ednaldo Pinto)

Segundo o instrutor responsável, o aluno pode realizar o teste prático sozinho, que já tinha passado por aulas teóricas e práticas.

A vítima atropelada é moradora do bairro de Fátima, e está fazendo aniversário nesta sexta-feira. O condutor do carro ficou assustado após o acidente.

Escolas públicas não terão aula durante a Copa de 2014

Os estudantes das escolas municipais e estaduais vão estar de férias durante a Copa do Mundo de 2014. Por conta do evento esportivo, o ano letivo vai começar mais cedo, em janeiro, na rede municipal e particular, e em março na rede estadual por conta da greve dos professores.

Datas de férias e início das aulas serão alteradas por causa da Copa (Foto: Divulgação)
Datas de férias e início das aulas serão alteradas por causa da Copa (Foto: Divulgação)

Nas escolas particulares, a orientação do sindicato é de que o ano letivo comece no dia 27 de janeiro e que as férias sejam do dia 19 de junho até 4 de julho. Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia (Sinepe), 300 escolas da capital baiana devem seguir a recomendação.

Nas escolas municipais, as aulas também começam no 27 de janeiro. Já as férias do meio do ano, que normalmente tem quinze dias, vão durar um mês, de 12 de junho a 13 de julho, exatamente no período da copa. O ano letivo vai terminar no dia 23 de dezembro

Nas escolas estaduais, o calendário é diferente também por causa da greve dos professores. No novo calendário, as aulas deste ano letivo terminam no dia 21 de janeiro do ano que vem. Já o ano letivo de 2014 começa no dia 10 de março. As férias também vão 12 de julho a 13 de julho. E as aulas terminam no dia 26 de janeiro de 2015.

Fonte: G1

Interessante ver que o futebol é mais importante que a educação no Brasil…

Estudantes de Serviço Social promovem encontro estudantil

Será realizado em novembro o VII Encontro Local de Estudantes de Serviço Social (ELESS) organizado pela base de Serviço Social onde todo ano estudantes de várias localidades e escolas da Bahia se reúnem para debater, refletir e articular ações na esfera do Movimento Estudantil de Serviço Social (MESS).

O VII ELESS Bahia 2013 apresentará à esfera do MESS a comunidade do Serviço Social itabunense de uma forma inédita na região e, ao mesmo tempo, contemplará os veteranos companheiros da construção do projeto societário.

Tratando de temas sociais e contemporâneos de acordo com os eixos de debate da Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social (ENESSO), o evento vai abranger vários debates.

O VII ELESS acontecerá nos dias 01, 02 e 03 de novembro de 2013 em Itabuna. As inscrições podem ser feitas no Campus II da UNIME ou pelo site http://viielessbahiaitabuna2013.wordpress.com/

Onde: Colégio Ciso – R. Francisco Ferreira da Silva, 97 – Fátima Itabuna – BA
Quando: 01, 02 e 03 de Novembro.
Inscrição: s/ alimentação + alojamento: R$ 40,00 – c/ alimentação+ alojamento: R$ 60,00.
Informações: (73) 8851-0476

Alunos da UESC se revoltam com atraso de pagamento das bolsas

Alunos estão sem receber desde junho.
Alunos estão sem receber desde junho.

Os estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) estão revoltados com o descaso da universidade desde o mês de junho. Segundo denunciantes, os próprios alunos, a UESC está atrasando o pagamento das bolsas, dinheiro que é de suma importância para os universitários.

A UESC seleciona todo ano cerca de 1060 alunos com carência declarada para serem contemplados com duas bolsas: a bolsa permanência, de R$ 950, com valor estipulado em R$ 270 mensais em oito parcelas (referentes a março – junho e agosto – novembro) e a bolsa moradia, de R$ 80, sendo $ 200 em dez parcelas (referentes a março – julho e agosto a dezembro). Os estudantes carentes precisam desta verba do governo para se manterem na universidade, pois, além de gastos com xerox, passagens de ônibus e livros, muitos alunos moram de aluguel por serem de outro município.

De acordo com os universitários, desde o mês de junho que eles são sabem qual o destino deste dinheiro. Questionados sobre o caso, os setores da UESC informam que a solução não é com eles, e que o repasse depende da Secretaria da Fazenda, que por sua vez, diz que já realizou o repasse da verba para a instituição. Mas os estudantes continuam sem receber o dinheiro das bolsas, e acabam dependendo de ajuda de amigos, familiares e vizinhos.

Atendimento aos alunos com necessidades especiais é aperfeiçoado

Escola Norma Vídero tem ampliação das Salas de Recursos Multifuncionais SRM.

A ampliação das Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) na Rede Pública Municipal de Ensino de Itabuna está possibilitando à Secretaria da Educação (SEC) o aperfeiçoamento do atendimento educacional especializado para alunos com necessidades educacionais especiais. Até o ano de 2012 eram 13 SRM funcionando, mas a partir deste ano o Ministério da Educação (MEC) contemplou o município com outras 25 Salas, das quais cinco já estão funcionando e vinte estão em processo de implantação em diversas unidades de ensino.

A Sala de Recursos Multifuncionais são espaços organizados com materiais didáticos, pedagógicos, equipamentos e profissionais com formação para o atendimento às necessidades educacionais especiais, por meio do desenvolvimento de estratégias de aprendizagem, centradas nem um novo fazer pedagógico. De acordo com o MEC, as SRM devem atender alunos que apresentam, ao longo de sua aprendizagem, alguma necessidade educacional especial, temporária ou permanente.

Segundo a assessora psicopedagógica da Educação Inclusiva da SEC, professora Márcia Peixinho, as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, compreende três grupos específicos: alunos com dificuldades acentuadas de aprendizagem, alunos com dificuldades de comunicação e sinalização diferenciadas dos demais alunos e estudantes com autismo, hiperatividade, déficit de atenção, dislexia, deficiência física, paralisia cerebral, síndrome diversas, entre outros.

Márcia explica que, antes da implantação das SRM, o atendimento aos alunos com dificuldades de aprendizagem era feito pelo Laboratório de Aprendizagem (Laps), um projeto implantado pelo município. “Com a ampliação das Salas de Recursos Multifuncionais, como programa do governo federal, a SEC realizou este ano a integração entre as SRM e o Laps, visando melhor atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais, dentro da escola, e a formação continuada dos profissionais que atuam nestas unidades”, elucida.

A assessora psicopedagógica ressalta que, ao contrário do que alguns imaginavam, estes alunos continuam sendo acompanhados nas SRM pelos mesmos profissionais que atuavam no Laboratório de Aprendizagens. Nas Salas de Recursos Multifuncionais Tipo I, os estudantes e profissionais dispõem de 33 itens, entre mobiliários, equipamentos tecnológicos, matérias didáticos e pedagógicos, incluindo software para comunicação alternativa, teclado com colméia, lupa eletrônica e dominós em Libras e com Textura. Já nas Salas de Recursos Tipo II, além de todos os recursos da Sala Tipo I, também estão disponíveis outros 10 itens, como impressora e máquina braile, reglete de mesa, guia de assinatura, calculadora sonora e software para produção de desenhos gráficos e táteis

Sinho Ferrari visita alunos da Fundação Marimbeta

Alunos abraçam o cantor em sua chegada.
Alunos abraçam o cantor em sua chegada.

Os alunos do Sítio II da Fundação Marimbeta no bairro Fonseca, em Itabuna, receberam na manhã desta quarta-feira (14) o cantor de arrocha Sinho Ferrari. A visita é uma tentativa de mostrar através do exemplo de vida do cantor e músico grapiúna, que é possível vencer na vida por meio da arte e da música.

O diretor-secretário da Fundação Marimbeta, Wadson Santos, explica: “Trabalhamos com crianças em área de vulnerabilidade social. Nosso objetivo maior é mostrar que elas podem crescer na vida. Sinho Ferrari saiu de uma família humilde, de uma cidade pequena do Sul da Bahia, como Ibicaraí, e hoje leva sua música para todo o Brasil”. Para Wadson, as crianças que fazem cursos de balé, jazz, música, teatro e artesanato na Fundação precisam ver no exemplo do artista que também podem chegar lá. “Queremos que elas saiam do contexto onde estão inseridas, olhem para fora, para o futuro”.

O gestor do Sítio II, Cironilton Gonçalves, lembrou que esse é um bom estímulo para os alunos da unidade. “Quando vêem um ídolo, a gente mostra para eles valorização do que fazem nas oficinas, onde cada dia a procura tem sido maior”.

O cantor Sinho Ferrari declarou o prazer de estar com as crianças do Sítio, já que acompanha os projetos sociais da Prefeitura de Itabuna desde a época em que cantava na banda Top Love. “Visitar hoje, fazendo uma carreira solo e receber o mesmo carinho é muito bom. Sou grato pelo convite.Tudo o que eu puder fazer para ver o sorriso no rosto dessas crianças farei”. O artista disse que o sonho faz parte da vida, mas correr atrás é o segundo passo. “Sempre corri atrás das oportunidades na minha vida toda. Desde os sete anos de idade que canto. Depois de um bom tempo é que estou conseguindo realizar alguns sonhos”, afirmou.

Sinho Ferrari lembrou às crianças que o importante é seguir sempre em frente, não desistir nunca e nem passar por cima de ninguém.