Polícia Civil em ação! Três quilos de maconha são apreendidos no morro dos Canecos

Foto: Ednaldo Pinto.
Foto: Ednaldo Pinto.

Em mais uma operação realizada nas ruas de Itabuna cerca de 3 quilos de maconha foram apreendidos no bairro Vila das Dores, popularmente conhecido como Alto dos Canecos. A apreensão aconteceu na manhã desta sexta-feira (7) por policiais civis, após denúncias anônimas.

De acordo com informações prestadas por Evi Paternostro, atual coordenador da 6ª Coorpin, o Centro Integrado de Comunicação da Polícia (CICOM) foi informado sobre um carregamento de drogas que chegaria em uma casa no morro dos Canecos, e que seria do traficante “Didiu” que está preso na Colônia Penal de Itabuna.

O coordenador explicou que outros traficantes a mando de “Didiu” expulsaram os moradores da casa onde a droga foi apreendida, para ali comercializarem o produto. No entanto, o cerco foi fechado e 2,960kg de maconha foram apreendidos, pinos para colocar cocaína, duas facas e uma tesoura. No momento da prisão não havia ninguém na casa.

Todo material foi encaminhado até o Complexo Policial onde será periciado.

Espada ninja é apreendida em casa no Alto dos Canecos

Itabuna – Após denúncias, a Polícia Militar realizava buscas por supostos pontos de vendas de drogas no bairro Vila das Dores, conhecido como “Alto dos Canecos”, na manhã desta sexta-feira (7).

Durante a diligência, os pm’s apreenderam uma “espada ninja” com acabamento artesanal e que poderia ser utilizada para assassinar alguém. Dois jovens foram detidos por porte ilegal de arma branca e conduzidos até o Complexo Policial onde irão prestar esclarecimentos.

Homem armado é preso em flagrante no Alto dos Canecos

Na tarde desta quinta-feira (5) uma guarnição da CETO, Polícia Militar de Itabuna, prendeu Márcio Cardoso, 30 anos, em flagrante. Ele foi abordado em atitude suspeita no Alto dos Canecos. Com Márcio foi encontrado um revólver calibre 32 municiado e um celular.

Marcinho VP foi preso no Alto dos Canecos (Foto: Ednaldo Pinto)
Marcinho VP foi preso no Alto dos Canecos (Foto: Ednaldo Pinto)

Conhecido como “Marcinho VP”, o suspeito já é conhecido pela polícia por tráfico de drogas. Ele deve ser transferido para o presídio nesta sexta-feira (6).

Arma apreendida com Marcinho VP (Foto: Ednaldo Pinto)
Arma apreendida com Marcinho VP (Foto: Ednaldo Pinto)

Acusado de tentativa de homicídio é preso em Itabuna

Fotógrafo: Ednaldo P.
Fotógrafo: Ednaldo P.

A Polícia Militar realizou na tarde desta sexta-feira (16) a prisão de Sérgio Januário Dos Santos, após determinação de uma ordem judicial.

A investigação sobre o caso está em andamento, entretanto, Sérgio é apontado como o principal suspeito de tentar matar uma pessoa na cidade. Segundo a polícia, ele é irmão de “Didiu” ex-comandante do tráfico de drogas que atuava no bairro Vila das Dores, também conhecido como Alto dos Canecos.
Sérgio foi apresentado na 6ª Cooprin – Delegacia de Polícia, onde permanece detido e está à disposição da Justiça.
Atualmente, o Didiu está encarcerado no Conjunto Penal de Itabuna, onde cumpre pena deste fevereiro deste ano.

Jovem é morto a tiros por causa de rixa

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Everton Batista dos Santos foi morto a tiros na manhã deste domingo (14), logo após marcar dois gols em uma partida futebolística no campo do bairro Vila das Dores, conhecido como ‘Alto dos Canecos’.

Segundo informações de testemunhas oculares a vítima havia terminado de jogar no campo de futebol e foi até a Associação de Moradores do bairro na rua Santa Cruz para assinar um documento, quando foi surpreendido por dois homens que deflagaram vários disparos, sendo que quatro tiros o atingiram.

Ainda segundo os moradores os assassinos já estavam a espera do Everton em uma casa ao lado da Associação, sendo que a casa é da avó de um deles (confira nas fotos). Familiares e amigos afirmavam que os matadores ainda estavam dentro da casa, e que iriam invadi-la como forma de vingança e lincha-los.

Parte da vizinhança presenciou o momento do crime. Sendo que muitos já sabiam que eram os autores, com isso foi preciso a Polícia Militar escoltar familiares de um dos criminosos, prevenindo uma represália.

A motivação do crime foi uma rixa, algum tempo atrás Everton brigou com um dos atiradores e mandou que o mesmo fosse embora da cidade senão iria mata-lo. O tempo passou e esse atirador voltou para cidade, sabendo onde Everton transitava planejou e executou-o brutalmente.

A vítima deixa sua esposa (fotos) e filha que nasceu há 1 mês.

A polícia militar e peritos do IML estiveram no local, e o corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna.