Família pede ajuda para cobrir gastos de adolescente que se envolveu em acidente na Princesa Isabel

A partida entre Brasil e Chile, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, era emocionante. Disputada no sábado 28 de Junho no Mineirão em Belo Horizonte – MG, estava deixando os torcedores brasileiros aflitos. Em Itabuna, a cada minuto a aflição do grapiunense era grande. Seguindo o espírito nacionalista, uma família estava reunida no bairro Sarinha acompanhando o jogo, quando foi informada por volta das 15h30min de um trágico acontecimento que havia ocorrido na Avenida Princesa Isabel.

Ainda acontecia o jogo, quando um adolescente de apenas 15 anos, chamado Caliel Alberto, resolveu deixar uma motocicleta de lado e pedir a um amigo o carro para que fosse comer algo juntamente com colegas. Acompanhado de Ana Luiza Oliveira, de 13 anos e Henrique Gomes de 17, Caliel seguia em alta velocidade pela Avenida, quando perdeu o controle e colidiu em árvores do canteiro central. Com o impacto da colisão todos foram projetados para a frente sendo abruptamente lesionados.

Correria, pânico, sangue e início de fogo. Populares aglomeravam-se e ajudavam-nos debelando às chamas com extintores e baldes de água, enquanto o socorro era acionado. Os três adolescentes foram levados para Hospital correndo sérios riscos de vida.

Caliel sendo socorrido. Ele informou que perdeu o controle após um vulto preto tomar conta do para-brisa do carro.

Passados exatos 12 dias, os jovens continuam internados em estado grave, sendo que o quadro do Caliel é o mais estável. Contudo, o estado de Henrique é bastante delicado. Ele estava internado no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), e foi contemplado com uma transferência para o Hospital Calixto Midlej Filho, onde permanece entubado.

De origem pobre e humilde, Henrique mora em uma casa de tábuas com os pais na rua do Dendê, situada no bairro Nova Itabuna. Passando por dificuldades, os familiares não tem recursos suficientes para custear, exames, cirurgias e demais procedimentos médicos, ficando a mercê do Sistema Único de Saúde (SUS), que por muitas vezes, acaba sendo ineficaz.

Henrique Gomes, de apenas 17 anos, precisa de ajuda para sobreviver.
Henrique Gomes, de apenas 17 anos, precisa de ajuda para sobreviver.

Henrique precisa de doações para quando retornar para casa tenha uma boa recuperação, por isso, caso você possa o ajudar, entre em contato com a nossa redação através do telefone (73) 8843-8735. Agradecemos a compreensão de todos, e desejamos a rápida melhora dos três adolescentes envolvidos no acidente.

Atualizada às 13h11min (14/07)

O empresário Carlos Leahy que faz parte do Clube de Diretores e Lojistas de Itabuna, entrou em contato e afirmou que irá construir uma casa para a família do Henrique. Diante mão, agradecemos ao Leahy pela iniciativa, que Deus lhe retribua ricamente.

Fotos da casa de Henrique.

Notinhas: Vítimas de assalto pedem ajuda da população

Moto tomada de assalto
Moto tomada de assalto

Roubo de Moto

No último sábado (21) por volta das 17:40 um homem de prenome Fernando foi assaltado no bairro Zildolândia, em Itabuna. Dois elementos armados em uma moto de cor preta renderam a vítima na residência onde estava e tomaram uma moto modelo CG Titan 150cc de cor vermelho escuro (vinho) e placa NZI-7878, de Itabuna.

A vítima diz que precisa do veículo para trabalhar e pede que liguem à polícia (190) caso avistem a moto.

Assalto de professora

Na última segunda-feira (16) às 22h05 uma professora foi assaltada na rua Santa Rita, Bairro de Fátima, quando voltava do trabalho. Ela pede que a informem caso encontrem a bolsa que foi tomada em assalto, pois contem documentos pessoais (em nome de Célia), fotos, entre outras coisas.

É comum os bandidos jogarem as coisas fora após pegarem o que for de valor. Caso encontrem a bolsa, podem ligar para o Blog do Tom pelo telefone (73) 3215-3324 ou entregar nos colégios CISO ou Médici.

 

Apelo: Casal humilde precisa de ajuda para recomeçar

José Santos

Um casal procurou o Blog do Tom para fazer um apelo. José Santos Ramos, de 38 anos, e sua esposa Josilda da Conceição Ferraz, 48 anos, estão passando por grandes dificuldades. De acordo com José, ele e a mulher estão morando em um quartinho na rua Getúlio Vagas, bairro Mangabinha, mas tem até a próxima sexta-feira (13) para deixar o lugar. O ambiente não tem pia nem banheiro e o dono está despachando os dois porque é um lugar para solteiro. Além disso, José não tem mais como pagar os R$ 150 de aluguel e despesas.

Josilda tem problemas mentais, diabetes, pressão alta, problema no coração e toma vários tipos de remédios, inclusive controlados. Pela situação precária, José entrou com um pedido de aposentadoria para a mulher em Vitória da Conquista, onde viveram um tempo, mas o laudo médico preciso para comprovação dos problemas de saúde só pode ser feito após exames, marcados para o dia 6 de março de 2014.

Josilda da Conceição
Josilda da Conceição

Até lá, José procura um emprego ou algum bico para poder se alimentar, comprar os remédios da esposa e pagar um aluguel. Ele tem duas carteiras de trabalho assinadas, todas como servente de obras, e precisa com urgência de um novo emprego.

O que o casal pede é uma ajuda financeira de até R$ 250 para pagar aluguel até que José consiga um trabalho ou que Josilda consiga se aposentar. Fora isso, o casal, que tem até sexta-feira (13) para ir embora do Mangabinha, precisam de uma cesta básica e de um colchão novo. Eles relataram que chegam a esquentar comida em um fogueira de carvão. A vizinha deles, Luiza, é que ajuda do jeito que pode, dando um quilo de feijão, um biscoito, etc.

Os dois estão desesperados em busca de uma vida melhor. José Santos trouxe todos os documentos, até o pedido de aposentadoria e receitas de remédios. Eles só querem uma nova chance.

Quem puder ajudar, por favor, ligue para o Blog do Tom pelo número (73) 3215-3324. Qualquer doação será aceita. O Natal está chegando e não devemos pensar no próximo só nesta data.

PM prende homem e precisa de ajuda para identificação do suspeito

Na manhã desta terça-feira (3) a Polícia Militar de Itabuna prendeu um homem no bairro São Lourenço. Desde o momento em que foi preso, o suspeito já informou mais de 10 nomes diferentes. A PM pede aos populares que ajudem a identificar o rapaz. Ele é suspeito de cometer assaltos, estupros e ter envolvimento com tráfico de drogas.

Se o conhece pode ligar para a polícia (Foto: Ednaldo Pinto)
Se o conhece pode ligar para a polícia (Foto: Ednaldo Pinto)

Quem conhecer o homem pode entrar em contato com a Polícia pelos telefones 190 ou 197, ou, se tiver sido vítima do acusado, pode se dirigir ao Complexo Policial.

Todos Juntos Por João Rafael Kovalski

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Uma campanha sobre o desaparecimento de uma criança criada no Facebook já ultrapassou + de 150 mil curtições. João Rafael Kovalski, de apenas 2 anos, desapareceu  por volta das 11h:00min de (24/08/2013), enquanto brincava no quintal de casa, localizada em AdrianópolisParaná. Desde então, diversas pessoas comovidas pela causa, compartilham diariamente fotos e informações com características de Rafael. Nós do Blog do Tom, estamos ajudando essa corrente, caso queira também participar clique aqui e acesse a página no Facebook.

Caso você tenha informações sobre o paradeiro de Kovalski, entre em contato com a nossa redação pelo telefone (73) 3215-3324 ou diretamente com os familiares no Paraná: (41) 8850 0273 / (41) 3678 6050 SICRIDE (41) 3224-6822./Sargento Tânia-41- 9758-6966

Mulher precisa de enfermeiro para filho deficiente

O Blog do Tom recebeu o apelo de uma senhora que está sofrendo com uma situação complicada dentro de casa. Nilza Souza tem hernia de disco e cuida de seu filho de 22 anos. Ele é deficiente e passa o dia na cama, pois não anda, nem fala, se alimenta por sonda, está com infecção respiratória e tomando medicamentos. De acordo com a mãe, o rapaz é paciente da empresa Cuidare Vita, pelo plano de saúde Planserv. Nesta madrugada, por volta das 4 horas da manhã, Nilza acordou para checar o estado de seu filho e se deparou com ele sujo de sangue. Segundo a mãe, o cateter de acesso venoso perdeu contato a veia e saiu do braço. O apelo da família é de conseguir um enfermeiro particular para olhar o rapaz, pois Nilza já entrou com um pedido na justiça, mas o juiz não quer liberar um enfermeiro. Quem estiver disposto a ajudar essa senhora, favor entrar em contato com o Blog do Tom pelo telefone (73) 3215-3324.

Morador de rua precisa de ajuda

O morador de rua conhecido como Fernando ou “Stanley” é usuário de drogas e vive nas ruas de Itabuna. A cerca de dois meses, Fernando colocou em seus dedos algumas “catracas” (peças de bicicleta) e em pouco tempo teve um de seus dedos prejudicados. O rapaz costuma perambular pelo bairro Conceição e avenida Cinquentenário, tendo uma vida como a maioria dos mendigos da cidade.

A estudante Branca Magalhães enviou esse relato para nossa equipe e faz um apelo em nome de Fernando. Quem puder ajuda-lo pode entrar em contato conosco.