Ônibus é atingido por tubos de aço; 15 pessoas se feriram

Na madrugada de sábado (11) um acidente envolvendo um ônibus e um caminhão deixou cerca de 15 pessoas feridas no trecho de Fervedouro, na BR-116, a 50km de Muriaé. O coletivo que saiu de Vitória da Conquista com 50 passageiros e seguia para São Paulo foi atingido por tubos de aço que caíram da carroceria de um caminhão.

Frente do ônibus ficou destruída (Foto: Divulgação/Aranas)
Frente do ônibus ficou destruída (Foto: Divulgação/Aranas)

Segundo informações, o caminhão carregado com 13 mil kg de “tubulões” – usados para água ou esgoto – seguia de Barra Mansa (RJ) para Pernambuco, e ao fazer uma curva, os tubos se deslocaram e as cintas de amarração se arrebentaram por não suportarem a carga. A tubulação caiu atingindo a frente lateral esquerda do ônibus, que passava no sentido contrário.

Tubos de aço caíram do caminhão e atingiram o ônibus (Foto: Divulgação/Aranas)
Tubos de aço caíram do caminhão e atingiram o ônibus (Foto: Divulgação/Aranas)

O motorista do caminhão contou que ao perceber o problema com a carga, ainda conseguiu piscar os faróis para o condutor do coletivo, que “jogou” o veículo para o acostamento o máximo possível, evitando consequências trágicas. O ônibus teve a frente destruída, bem como muitos danos na lateral e na parte traseira.

Traseira do ônibus também ficou danificada (Foto: Divulgação/Aranas)
Traseira do ônibus também ficou danificada (Foto: Divulgação/Aranas)

Cerca de 15 passageiros ficaram feridos e foram socorridos para hospitais da região. Cinco deles estariam em estado grave, incluindo um homem que perdeu um dos braços. O motorista do caminhão não se feriu.

Os nomes dos acidentados não foram divulgados. A Salutaris / Águia Branca ainda não se manifestou sobre o assunto.

Informações do Aranas.

Ônibus iluminado para marcar o Natal da Águia Branca na Bahia

Na noite desta quinta-feira (19) em Itabuna, comemorando o Natal, época de confraternização e de compartilhar bons sentimentos junto às pessoas queridas, a Águia Branca promoverá uma ação para desejar um Feliz Natal a todos os moradores de Itabuna, no Estado da Bahia com um ônibus iluminado e sonorizado, preparado especialmente para o Natal em Itabuna.

Ônibus especial vai passar por Itabuna
Ônibus especial vai passar por Itabuna

A ação, que é realizada pela primeira pela Águia Branca, prevê que o ônibus saia da garagem, às 18h30, e passe pelas principais ruas dos municípios de Itabuna. O ônibus de Natal da Águia Branca fará paradas para que os funcionários da empresa desçam e desejem um Feliz Natal a todos os que estiverem presentes. O passeio do ônibus em comemoração ao Natal tem previsão de durar duas horas e meia.

Acidente na BR-101 deixa dois homens gravemente feridos

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

George dos Santos Silva, de 18 anos, e outro homem de prenome Deni ficaram gravemente feridos após envolverem-se em um acidente na manhã desta quinta-feira (12), na BR-101, trecho entre os municípios de Buerarema e São José da Vitória.

De acordo com informações prestadas por um patrulheiro da PRF, os dois homens estavam em um veículo tipo Strada e tentaram ultrapassar um caminhão e acabaram chocando-se com um ônibus da São Geraldo que vinha na direção contrária. Além disso, um outro ônibus da Rota que vinha atrás do São Geraldo acabou batendo em sua traseira.

O carro carregado de frutas ficou totalmente destruído, e os bombeiros tiveram dificuldades para remover a vítimas. Duas unidades do SAMU realizaram o socorro e encaminharam os dois homens ao Hospital de Base em Itabuna.

 

Caso Águia Branca: Peritos denunciados pelo Ministério Público serão ouvidos

Serão ouvidos em audiência nesta quinta-feira (27) às 14 horas na 2ª Vara Criminal em Itabuna, no Fórum Ruy Barbosa, os quatro peritos envolvidos na elaboração e aprovação do laudo de acidente ocorrido em 5 de janeiro de 2008, na rodovia Ilhéus-Itabuna. Paulo Roberto Libório, Robson Lincoln Farias, Sérgio Murilo Cardoso e Sérgio Selma dos Santos, do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna, foram denunciados por falsa perícia pelo Ministério Público da Bahia.

A colisão do carro Ford Fiesta (JOK-7698) com o ônibus da Águia Branca (MQM-0992) em frente à Churrascaria Los Pampas provocou a morte das estudantes Larisa Alpoim, Priscyla Gama, Tatiana Franco e Elis Maiane Santana. Os técnicos do DPT itabunense negam erros ou favorecimentos à empresa Águia Branca e acabaram absolvidos em processo administrativos devido à prescrição das investigações.

A denúncia contra os peritos foi feita pela promotora pública Renata Dacach. Ela comparou resultados de laudos confeccionados pelos peritos do DPT de Itabuna com os laudos da equipe da corregedoria do DPT e da Polícia Civil e um laudo independente para oferecer a denúncia à Justiça.

“Alterou a verdade dos fatos”
Além disso, a promotora observou diversas ligações e suspeitas de favorecimento da Águia Branca ao perito Paulo Libório, contra o qual solicitou quebra de sigilos bancário e fiscal.  Para Dacach, Libório “alterou a verdade dos fatos relativos ao acidente em troca de benefício ou promessa de benefício” da Águia Branca. Lincoln, Sérgio Murilo e Sérgio Selma acabaram denunciados por subscrever um segundo laudo do acidente e que chegou às mesmas conclusões do trabalho de Libório.

As suspeitas de favorecimento por parte da empresa de ônibus para mudar o resultado do laudo é reforçada pela série de ligações de um funcionário da Águia Branca para Libório. Outro ponto destacado pela promotora na denúncia é que a empresa ingressou com ação contra a família de Priscyla, cobrando R$ 5 mil pelo reparo do para-choque do ônibus, mesmo antes do laudo ter sido tornado público ou chegado às mãos do delegado que investigava o caso.

Acidente
A colisão que provocou a morte das quatro universitárias ocorreu por volta das 19h45min de 5 de janeiro de 2008, quando elas retornavam da formatura para Itabuna em um Ford Fiesta. No quilômetro 25 da Ilhéus-Itabuna, houve o acidente com o ônibus da Águia Branca.

O laudo de Libório diz que a colisão foi provocada pela motorista do Fiesta, Priscyla Gama. Já os laudos da corregedoria do DPT e da empresa contratada por familiares de duas das vítimas apontavam a invasão da mão contrária por parte do ônibus da Águia Branca, conduzido pelo motorista Almir Silva Lima.