Vereador de Firmino Alves presta depoimento à polícia após agressão

Suspeito de agredir a namorada da filha, o vereador Edmilson Freitas, presidente da Câmara de Firmino Alves, se apresentou à delegacia na manhã desta sexta-feira (10), com o advogado, e alegou que, como estava escuro no fundo da casa, cometeu o ato por achar que se tratava de um ladrão.

Vereador acusado da agressão.

Ele disse não ter reconhecido nem mesmo a filha, segundo a polícia, e foi liberado da delegacia. A Polícia Civil vai ouvir mais testemunhas e encaminhar o inquérito à Justiça. O crime aconteceu na noite de terça-feira (7).

Ele disse que sempre entram no quintal para roubar galinha. É um lugar grande, com árvore. Ele disse que estava escuro, que não percebeu quem era. Mas diss que não aceita [o namoro da filha] na família e que tem a posição dele“, afirmou o delegado.

 

A vítima tem 16 anos e namora a filha mais velha do vereador. Ela teve dedo quebrado, marcas de facão na perna e hematomas pelo corpo. Mesmo negando ter reconhecido as duas, informa a polícia, o principal suspeito disse que tem família religiosa e não aprova o relacionamento, que já era conhecido. A esposa e a filha mais nova, 15 anos, também teriam cometidos a agressão.

A vítima foi submetida ao exame de corpo de delito na quinta-feira (9) e a mãe, Rosenildes da Silva, prestou queixa também na delegacia da mulher. A filha do vereador também teria ficado ferida e é aguardada na delegacia. Relembre o caso clicando aqui.

Agricultores enfurecidos agridem supostos índios

Buerarema – Cleiton Teles de Souza e Josevaldo de Jesus Souza foram agredidos nesta sexta-feira (30), por pequenos produtores que perderam suas terras no último conflito entre os tupinambás.

A motivação para às agressões foi a revolta dos agricultores ao verem a dupla supostamente indígena andando tranquilamente pelas ruas do município. Indignados, os trabalhadores sentiram-se afrontados e foram até os índios para tirar satisfação quando começaram a agredi-los, com pedras e madeiras. Na confusão, um dos índios sofreu um corte na cabeça e necessitou ser levado até o Posto da FSESP.

A Polícia Militar foi acionada e conteve os ânimos. Segundo o comandante da viatura, Ten. Nelito , após a chegada da guarnição a confusão parou, e os soldados Valadares e Teixeira, conduziram os supostos índio até a Delegacia, para a segurança dos mesmos.

Homens espancam e jogam jovem no mar durante Carnaval de Porto Seguro

Um flagrante de selvageria foi registrado durante o Carnaval de Porto Seguro deste ano. As imagens deixam claro que um jovem não identificado foi agredido com socos e chuta pés, e sem esboçar reação alguma foi lançado à beira do mar da movimentada passarela do álcool ou descobrimento.

Confira o vídeo exclusivo:

)

Entre tapas e beijos: Homem agride esposa, caso vai parar na Delegacia e ambos fazem as pazes

Itabuna – Na noite deste domingo (9), um homem identificado pelo prenome de, Murilo, foi preso pela Polícia Militar acusado de ter agredido fisicamente a sua companheira, Erivalda. O caso aconteceu no bairro Nova Califórnia.

Segundo informações policiais, durante uma briga entre o casal, Murilo enfureceu-se e atacou a sua esposa. Ferida, ela pediu ajuda aos vizinhos que acionaram a polícia. Uma viatura da PM foi até o endereço onde deteve o valentão.

Na Delegacia, Murilo estava sendo enquadrado na Lei Maria da Penha, quando, ambos acabaram fazendo as pazes.

Fotógrafo de site é agredido por segurança de ACM Neto

Na tarde desta quinta-feira (16) o fotógrafo do site Bocão News, Juarez Matias, foi agredido por um segurança de ACM Neto durante caminhada na Lavagem do Senhor do Bonfim, em Salvador.
Fotógrafo flagra ação de segurança (Juarez Matias/Bocão News)
Fotógrafo flagra ação de segurança (Juarez Matias/Bocão News)
Quando chegava perto da Colina Sagrada, próximo ao Colégio Militar de Salvador, um rapaz tentou ultrapassar a barreira de seguranças do prefeito ACM Neto e logo foi impedido por um deles, que mobilizou o rapaz com uma “gravata” (imobilização com o braço no pescoço da pessoa. Ao presenciar a ação, o fotógrafo Juarez começou a registrar o momento, porém, quando estava fazendo seu trabalho, Juarez foi atingido por um soco no rosto, vindo de outro segurança de Neto. “Ele me agrediu. Me deu um murro na boca só porque eu estava registrando o fato. Estava ali trabalhando e não fiz nada de errado”, relatou o fotógrafo.
Segurança que agrediu o fotógrafo (Foto: Juarez Matias/Bocão News)
Segurança que agrediu o fotógrafo (Foto: Juarez Matias/Bocão News)
Ainda segundo Juarez, a violência foi registrada por um coronel, que acalmou o segurança. O agressor colocou a mão na cabeça quando Juarez, devidamente identificado, se apresentou e pediu que a polícia tomasse uma providência.
O segurança agressor foi retirado do local rapidamente.
Informações do Bocão News

Agressão entre irmãos termina no Hospital de Base

Nesta manhã de sexta-feira (10) dois irmãos e uma mulher se envolveram em uma briga na Travessa da Liberdade, no bairro Santo Antonio em Itabuna. Segundo a Polícia Militar, um dos envolvidos é usuário de drogas, e por isso as agressões se formaram.

William Santos teria envolvimento com drogas (Foto: Ednaldo Pinto)
William Santos teria envolvimento com drogas (Foto: Ednaldo Pinto)

De acordo com a PM, o envolvido se chama William Santos de Oliveira. Ele se armou com ferro e pau para agredir o irmão, mas durante a briga fraturou o braço. A cunhada de William e o irmão tiveram ferimentos leves. Os três foram encaminhados ao Hospital de Base de Itabuna.

 

Homem agride mulher e mantém filha de 2 meses refém em Teixeira de Freitas

Homem manteve criança como refém (Imagem: Reprodução)
Homem manteve criança como refém (Imagem: Reprodução)

Uma criança de dois meses de idade foi mantida refém pelo pai durante cerca de oito horas em Teixeira de Freitas. De acordo com a polícia, o suspeito de 23 anos agrediu a companheira na noite de quinta-feira (26). A mulher conseguiu fugir, mas a menina ficou sozinha com o homem dentro de casa.

“Foi uma briga, em que um rapaz agrediu a esposa. Como foi em apartamento, ela conseguiu escapar e desceu para pedir socorro aos familiares. Depois, ele se trancou em casa, com um facão e com a criança. Quando a PM chegou, ele não desceu. Ele manteve a criança refém não no sentido penal do sequestro, cárcero privado, mas no sentido de mantê-la contra a sua vontade”, descreve o delegado plantonista de Teixeira de Freitas, Júlio Cesar Telles.

Segundo o delegado, para liberar a menina o homem exigia que a companheira voltasse para casa. “Ele estava sob efeito de álcool e maconha, mas não houve ameaça contra a vida da criança. Ele queria que a mulher retornasse, mas isso não foi atendido”, acrescenta o delegado.

A negociação para a liberação da menina foi intermediada por um pastor, que chegou a entrar na residência para conversar com o homem. A polícia entrou na casa por volta das 3h10 desta sexta-feira. Em seguida, o pai liberou a menina.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Teixeira de Freitas. “Ele foi autuado na Lei Maria da Penha nos crimes de lesão corporal, ameaça e no Código da Criança e Adolescente, porque ele colocou a criança em risco”, informou o delegado.

Informações: G1

Padastro é suspeito de acorrentar e agredir criança em Ubaitaba

No domingo (24) um adolescente de 14 anos foi encontrado acorrentado e com marcas de espancamento dentro de casa no distrito de Oricó, em Ubaitaba. De acordo com o delegado titular da cidade, Gilberto Souza Mouzinho, o padrasto do menino é o principal suspeito de ter cometido as agressões.

Menino era acorrentado e agredido dentro de casa (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)
Menino era acorrentado e agredido dentro de casa (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)

“A informação é que ele estava sendo acorrentado há algum tempo. Foi um vizinho que o ouviu gritando e entrou em casa. Parece que a mãe nunca denunciou porque estava sendo ameaçada. Não considero ele [padrasto] foragido. Ele é esperado até amanhã [hoje]. Se não se apresentar, vou determinar que seja feita diligência”, afirma o delegado.

Segundo o delegado, o jovem era agredido com “bainha” de facão. A corrente em que ele estava amarrado, que é de aço, foi levada para a delegacia da cidade. O garoto foi levado para um hospital, medicado e em seguida encaminhado para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em Ubaitaba.

Casa onde a criança residia (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)
Casa onde a criança residia (Foto: Divulgação/Ubaitaba.com)

A mãe da criança foi ouvida nesta segunda-feira (25) na delegacia da cidade e confirmou as agressões sofridas pelo garoto. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

Menor de idade é agredida a facadas e agressora afirma legítima defesa

Foi conduzida à delegacia na madrugada desta quinta-feira (21) a jovem Mariela Araujo dos Santos, de 26 anos, após esfaquear uma adolescente de 16 anos. O crime aconteceu na Rua das Flores, bairro Novo Horizonte, na quarta-feira (20) à noite. Segundo Mariela, ela havia sido agredida pela menor antes de a esfaquear e tentava se defender.

Menor foi esfaqueada na perna e no pescoço (Foto: Ednaldo Pinto)
Menor foi esfaqueada na perna e no pescoço (Foto: Ednaldo Pinto)

A adolescente teria ido até a casa de Mariela para discutir sobre uma pensão, pois a agressora é casada com o ex-marido da adolescente. Mariela relata que a menor e uma amiga chegaram na casa dela a agredindo e, para se defender, usou uma faca como arma.

Uma unidade do SAMU socorreu a menor e a encaminhou para o Hospital de Base de Itabuna. A amiga dela, que fez companhia na ambulância, teria desmaiado ao chegar no Hospital. As duas passam bem.

Deficiente é agredido com golpes de facão por negar R$ 5 reais

Nesta terça-feira (24) um deficiente físico foi agredido a golpes de facão no bairro Marinalva, em Ubatã.  De acordo com a polícia local, Paulo Arruda Santos, 49 anos, foi preso em flagrante por uma guarnição da PM após tentar matar Anísio Souza Santos, de 73 anos. Segundo a vítima, Paulo, que estava embriago, lhe pediu a quantia de R$ 5 reais e, ao negar, lhe feriu com golpes de facão.

Anísio foi transferido para o Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães / Fotos: Ednaldo Pinto
Anísio foi transferido para o Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães / Fotos: Ednaldo Pinto

Anísio foi atingido por golpes de facão no rosto, nas mãos e em algumas regiões do corpo e inclusive pode perder alguns dedos. A vítima foi socorrida e transferida para o Hospital de Base em Itabuna. O agressor está à disposição da justiça. A Polícia Civil investiga o caso.

A vítima não tem a mão esquerda e pode perder dedos da mão direita após a agressão / Foto: Ednaldo Pinto
A vítima não tem a mão esquerda e pode perder dedos da mão direita após a agressão / Foto: Ednaldo Pinto

 

Advogado do Hipercard é agredido no Fórum de Ilhéus

Nesta quinta-feira (29), José Henrique Chaves, advogado do Hipercard, foi agredido no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, em Ilhéus. A violência foi cometida por um homem que move ação contra a administradora dos cartões.

O agressor do advogado foi detido no local por um soldado da Polícia Militar e levado para a sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin). O caso foi comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil.

Em novembro do ano passado, José Henrique Chaves disputou o comando da subseção da OAB de Itabuna, perdendo para Andirlei Nascimento, que foi reeleito para a presidência da entidade.

Informações: Pimenta

Filho espanca própria mãe e vizinho idoso

Fotógrafo: Ednaldo Pinto
Fotógrafo: Ednaldo Pinto

Nesta quarta-feira (7) a senhora Elza Malheiro, de 54 anos, foi espancada pelo próprio filho, Jackson Malheiro, 25 anos, em Jussari. Segundo Elza, seu filho é portador de deficiência mental e começou a usar drogas.

Ela explica que o filho chegou em casa agredindo com chutes e socos e estava a  procura da sobrinha recém-nascida. Elza foi ameaçada de morte caso não ele achasse a criança, então ela acabou mentindo para o filho, dizendo que o neném estava em um dos cômodos, quando aproveitou para fugir do local. Na rua, Jackson agrediu o vizinho Aurelino Ribeiro da Rocha, 70 anos, que estava sentado em uma calçada. Aurelino levou uma pedrada na cabeça. Jackson foi internado.

Com informações do Radar Notícias.

Salvador: Adolescente acusa segurança de boate por agressão

Uma jovem de 25 anos acusa o segurança de uma casa de shows de Salvador  de ter agredido ela e a prima, de 23 anos, após um show realizado na madrugada deste domingo (7). Apelo por justiça feita por familiar em Facebook já tem mais de 8.300 compartilhamentos.

“Fui para um show na madrugada de domingo. Antes de terminar o show, paguei a minha comanda e a comanda da minha irmã. Quando terminou o show, minha prima e uma amiga estavam na fila para poder pagar as comandas delas, e passei pela corda de isolamento para poder acompanhá-las. Foi nesse momento em que o segurança pediu para eu sair porque eu estaria furando fila. Tentei argumentar e explicar que eu só estava acompanhando as meninas, que eu já tinha pago a minha comanda, mas ele foi bruto e me jogou para fora do estabelecimento. Minha prima foi interferir, e ele a jogou para fora do local. Com isso, ela caiu e fraturou o pulso”, explicou ao site G1.

Mariana explica que a irmã dela, assim como a amiga, também tentaram argumentar com o segurança, mas nesse momento outro segurança interferiu no diálogo, e, segundo a vítima, o funcionário foi truculento.

“Os dois foram bastante grosseiros. Nos jogaram para fora do bar na frente de outros clientes. Frequento esse local há mais de dois anos. Com toda essa situação, chamei a polícia e registrei queixa. Depois, eu e minha prima realizamos o exame de corpo de delito”, disse. A queixa foi registrada na delegacia da Barra, em Salvador.

Em nota oficial, o Groove Bar, local onde aconteceu o incidente, informou que a “confusão aconteceu entre clientes”. A casa de show afirma que um outro cliente abordou a jovem por acreditar que ela estava furando a fila. O estabelecimento informa ainda que, “a partir deste mal entendido, iniciou-se a confusão, direcionando-se para a saída do bar. O gerente da casa e o porteiro da noite responderam aos questionamentos dos policiais, que informaram a impossibilidade de realizar qualquer tipo de ação naquele momento, pois o outro cliente envolvido já havia se ausentado do local. Os policiais sugeriram que elas se dirigissem à delegacia mais próxima. O Groove Bar lamenta o ocorrido”.

A jovem discorda do posicionamento do estabelecimento. “Era um segurança, não cliente. Estava todo de preto, com equipamento no ouvido facilmente identificável. Os outros seguranças apenas o observavam nos agredir, sem interferir. Provavelmente era o chefe de segurança, mas isso não posso confirmar. Os funcionários de segurança do Groove Bar usam terno, mas sei que os chefes de segurança geralmente andam à paisana. Garanto que não era um cliente e garanto que não foi um cliente chateado por achar que furei a fila”, diz a cliente.

Mariana é estagiária de jornalismo, e a fratura no pulso pode deixar sequelas.
Mariana é estagiária de jornalismo, e a fratura no pulso pode deixar sequelas.

Menor denuncia policiais militares da base do Monte Cristo

Foto: Ednaldo Pinto

Uma menor de 14 anos, moradora de Itabuna, procurou a redação do BLOG DO TOM, denunciando três policiais militares da Base Comunitária do Monte Cristo. Segundo a menor, tudo começou com uma briga envolvendo uma maior de 18 anos  na porta de uma Igreja Evangélica.

A menor contou que foi agredida com socos, arranhões e ponta pés  em seguida os policiais militares da base chegaram ao local e levaram as duas para o interior do módulo. A garota de 14 anos contou a nossa reportagem que foi arrastada pelo pescoço e interrogada pelos militares sem direito a defesa.

Com a palavra os policias militares do módulo…