Prisão de GEDDEL pode atrapalhar eleição de Deputados do PMDB

Detido em prisão domiciliar desde julho, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, do PMDB, foi preso preventivamente (sem prazo determinado) na manhã desta sexta-feira (8), em Salvador, três dias após a Polícia Federal (PF) apreender R$ 51 milhões em um imóvel supostamente utilizado pelo peemedebista.

A situação está incomodando vários prefeitos do partido, que já estão esperando a janela para sair do PMDB. Já alguns deputados do partido estão com receio do desgaste do PMDB da Bahia não influenciar negativamente na eleição de 2018. O certo é que o PMDB da Bahia terá que passar por uma renovação, o partido está há mais de 20 anos sendo comandado pela família de Geddel Vieira Lima.

Mas o comando do PMDB da Bahia nacional tem receio de retirar o comando de Geddel do partido, e com isso uma possível de delação premiada do ex-ministro mirar vários caciques do partido.

 

Deixar uma Resposta