Prefeita afasta secretários e instaura sindicância após operação da PF

A prefeita de Camamu, Emiliana Assunção, publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira (21) o afastamento preventivo dos secretários de Educação e Cultura e Finanças, Andrea Rita Lima Ramos Rocha e próprio irmão Manoel Assunção Santos, respectivamente. Os gestores foram afastados em função da sindicância instaurada para investigar administrativamente a contratação da empresa KBM, objeto da operação da Polícia Federal ‘Águia de Haia’.

A empresa é suspeita de desviar verbas públicas destinadas à educação em Camamu e em outros 25 municípios da Bahia, além de outros estados brasileiros. O ex-corregedor geral do município, Leandro Fonseca Pereira, assumiu a Secretaria de Finanças. A chefia pasta da Educação e Cultura permanece sem titular.

Os comentários estão fechados.