Perícia confirma que idoso teve genitália decepada em quarto de motel

A perícia confirmou que o empresário Alfons Ludwig Boness, de 72 anos, teve a genitália decepada pela também idosa Sônia Souza Soares, 70, que logo após executá-lo, se matou. O crime aconteceu neste final de semana no bairro do Costa Azul, em Salvador.

Ao jornal Correio, um taxista que frequentemente levava Alfons, disse que Sônia era corretora de imóveis e conheceu o microempresário mostrando alguns imóveis e que ela era ciumenta.

Edilce, irmã do idoso, falou que ele era uma pessoa tranquila e bondosa. Ela afirmou que estranhou que o irmão tinha se atraso no retorno do mercado.

“Era um irmão muito querido, meu companheiro em todos os momentos. Como viúva, ele me acompanhou todos esses anos, sempre meu deu cobertura, gostava muito de mim. Ele nunca chegava atrasado sem me avisar”, disse.

Nesta segunda-feira (09), o motel reiterou todo o aparato de segurança que disponibiliza para seus clientes e destacou que está colaborando com as investigações, inclusive disponibilizando para a Justiça as imagens das câmeras de segurança.

Deixar uma Resposta