Na China, governador Rui Costa assina acordo para viabilizar Porto Sul e Fiol

O governador Rui Costa assina na manhã desta sexta-feira (1º), na China, um memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento do projeto do Porto Sul, que será implantado em Ilhéus. O acordo também visa a execução da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e a exploração de uma mina de minério de ferro localizada no sudoeste da Bahia.

Foto: Mateus Pereira / GOVBA

O documento estabelece que o governo estadual, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, “desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro”. O consórcio chinês formado pelas cinco empresas deve liderar o grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos.

O Porto Sul deve ser construído no Litoral Norte de Ilhéus, na região de Aritaguá, com investimento de R$ 2,7 bilhões. Ele será usado para dar vazão ao minério de ferro explorado no sudoeste baiano, além de grãos do oeste do estado que chegarão ao Porto pela Fiol.

A ferrovia está em construção e terá extensão de 1.527 quilômetros, sendo 1.100 quilômetros na Bahia, com trecho de Ilhéus a Figueirópolis, no Tocantins.

Os comentários estão fechados.