Morre em Salvador, aos 32 anos, a advogada itabunense Andrezza Brandão

Na noite desta segunda-feira (02), morreu em Salvador, vítima de doença não diagnosticada, a advogada itabunense Andrezza Brandão. Ela esteve internada em Itabuna e na capital do estado, após intensa luta contra uma doença que os médicos não conseguiram chegar a uma precisa constatação. Os exames deram negativo para o novo coronavírus.

Foram muitos os cuidados médicos e os esforços da família e amigos. Andrezza estava sendo preparada para uma cirurgia no cérebro, quando apresentou piora significativa no seu quadro clínico e não resistiu.

Andrezza era filha de José Carlos (José Carlos do Chapéu), funcionário da Ceplac, e de Marta Brandão. A equipe do Verdinho Itabuna expressa profundos sentimentos aos familiares e amigos de Andrezza.

Os comentários estão fechados.