Médico é acusado de agredir com tapas adolescente em parto

Uma adolescente foi agredida com dois tapas no rosto durante um parto na Maternidade Ester Gomes, em Itabuna, segundo depoimento a polícia da senhora Andreia Nascimento, mãe da menor L.S.P, de 16 anos.

De acordo com a vítima, ela está com 37 semanas aproximadamente de gestão, sentindo dores, urinando com sangue e defecando ao mesmo tempo. Diante da situação da filha, Andreia a socorreu para maternidade, chegando lá o médico Luiz Leite iniciou o atendimento. Porém, ao fazer o toque na grávida, ela gritou de dores, após sua reação, ele lhe agrediu com os tapas em cada face.

“Ele ainda disse que a gente não deveria voltar lá, que fosse para o Manoel Novaes”, relatou Andréia ao Plantão Policial de Itabuna.
Conforme uma investigadora, a menina chegou ao complexo com sinais de vermelhidão no rosto, que ao relato o fato, deixou a todos perplexo e sensibilizados com a história. “A mãe saiu daqui afirmando que iria procurar o Ministério Público”, diz.

 

Fonte/Plantão Itabuna

Deixar uma Resposta