Homens tentam furar barreira e trocam tiros com a polícia próximo a Jequié

Um homem identificado como Sidnei Leal de Araújo, 32 anos, conhecido no ramo do crime pelo apelido de ‘Piá, o Barão do Pó‘, tentou escapar de uma barreira montada pela polícia na BR-116, próximo da cidade de Jequié, na noite desta sexta-feira (13). Ele é apontado pela polícia como assaltante de banco e homicida.

Sidnei e mais dois suspeitos Edvan Alves da Silva, 34 anos, e Fabrício Félix Silva Ferreira, 30, foram surpreendidos por guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Central e do 19° Batalhão da Polícia Militar.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, quando viram as forças de segurança, Piá, Edvan e Fabrício abandonaram um veículo e se esconderam em um matagal. Durante varredura, o trio disparou contra as guarnições e no confronto foi atingido. Eles foram socorridos para o Hospital Geral Prado Valadares, mas não resistiram.

Piá, que em 2012 foi apresentado no auditório da Secretaria da Segurança Pública por ter explodido caixas do banco Bradesco em Itatim, liderava uma quadrilha na cidade de Santo Estevão e região.

Segundo informações iniciais da SSP, Sidnei estava escondido fora do país e agia em conjunto com quadrilhas do Sudeste do Brasil em ações de tráfico e explosões de bancos. Com o grupo foram apreendidos uma pistola calibre 9mm de uso restrito das Forças Armadas e Polícia Federal e dois revólveres calibres 38.

O comandante da Cipe Central, major Fábio Rodrigo de Melo Oliveira, informou que as armas apreendidas foram apresentadas na Delegacia Territorial de Jequié, onde toda a ocorrência foi registrada.

Os comentários estão fechados.