Homem agride mulher e mantém filha de 2 meses refém em Teixeira de Freitas

Homem manteve criança como refém (Imagem: Reprodução)
Homem manteve criança como refém (Imagem: Reprodução)

Uma criança de dois meses de idade foi mantida refém pelo pai durante cerca de oito horas em Teixeira de Freitas. De acordo com a polícia, o suspeito de 23 anos agrediu a companheira na noite de quinta-feira (26). A mulher conseguiu fugir, mas a menina ficou sozinha com o homem dentro de casa.

“Foi uma briga, em que um rapaz agrediu a esposa. Como foi em apartamento, ela conseguiu escapar e desceu para pedir socorro aos familiares. Depois, ele se trancou em casa, com um facão e com a criança. Quando a PM chegou, ele não desceu. Ele manteve a criança refém não no sentido penal do sequestro, cárcero privado, mas no sentido de mantê-la contra a sua vontade”, descreve o delegado plantonista de Teixeira de Freitas, Júlio Cesar Telles.

Segundo o delegado, para liberar a menina o homem exigia que a companheira voltasse para casa. “Ele estava sob efeito de álcool e maconha, mas não houve ameaça contra a vida da criança. Ele queria que a mulher retornasse, mas isso não foi atendido”, acrescenta o delegado.

A negociação para a liberação da menina foi intermediada por um pastor, que chegou a entrar na residência para conversar com o homem. A polícia entrou na casa por volta das 3h10 desta sexta-feira. Em seguida, o pai liberou a menina.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Teixeira de Freitas. “Ele foi autuado na Lei Maria da Penha nos crimes de lesão corporal, ameaça e no Código da Criança e Adolescente, porque ele colocou a criança em risco”, informou o delegado.

Informações: G1

Os comentários estão fechados.