Gratidão traz inúmeros benefícios quando inserida no cotidiano das pessoas

A gratidão não é um estilo de vida muito partilhado na sociedade. É notável que as pessoas passam muito mais tempo se queixando por não terem determinadas coisas, sejam posses, relacionamentos e outros valores que são ostentados no nosso dia a dia, do que agradecendo pelas coisas boas que possuem. No entanto, essa qualidade pode ser trabalhada como um hábito.

Mesmo quando a Bíblia e até William Shakespeare atestam que “a gratidão é o único tesouro dos humildes”, algumas pessoas insistem em reproduzir os mesmos discursos derrotistas. Mas para psicóloga e coach Bia Nóbrega, é essencial remar contra essa maré e fazer algo a respeito: “há comprovação científica que identificar e agradecer pelas coisas boas que acontecem todos os dias melhora a vida dos indivíduos“, garante.

De acordo com a psicóloga, a gratidão opera através da Lei da Atração, que controla toda a energia do Universo. Segundo essa lei, você atrai para si tudo o que pensa e sente. Portanto, se você pensa coisas positivas, muda sua frequência pessoal e atrai coisas boas.

Por essa razão ela propaga ideias e também um pequeno programa para exercitar a gratidão no cotidiano, apesar dos problemas normais da vida cotidiana. As atividades foram apresentadas durante a palestra “1, 2, 3 já é hora de mudar a sua Vida” no Congresso Mundial da Gratidão e englobam 3 passos, sendo elas: autoconexão, conexão física e conexão social.

Para iniciar, é preciso saber quais são as áreas da sua vida você deseja melhorar, como saúde, relacionamento, finanças etc. Quanto mais precisão, melhor. Na sequencia você aprende técnicas simples para se conectar melhor consigo mesmo, o seu corpo, o ambiente em que você vive e as pessoas ao seu redor.

Com base nas respostas das perguntas sugeridas pela psicóloga é mais simples identificar quais são os caminhos que você deve seguir para alcançar o objetivo. Na última etapa basta colocar os ensinamentos em prática para ser mais feliz.

Deixar uma Resposta