GCM interdita bar em Itabuna por descumprir Toque de Recolher; PM registra 97 abordagens

Em Itabuna, as forças de segurança têm atuado com intensidade desde a última sexta-feira (19), quando iniciou-se o Toque de Recolher, decretado pelo Governador Rui Costa para a maior parte do território baiano.

Durante o dia a Operação Oxigênio tem o objetivo de conscientizar a população para a adoção das medidas restritivas decorrentes da pandemia do novo coronavírus, causador da doença Covid-19. Os índices na Bahia são expressivos, alarmantes, e o percentual de ocupação nos leitos é considerado altíssimo.

Foto: Zé Drone.

Esta operação foi deflagrada nesta sexta-feira em Itabuna, com base em decreto municipal, e conta com coordenação da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública, com o suporte das Polícias Civil e Militar, Ministério Público, Guarda Civil Municipal, além das secretarias de Saúde; Indústria, Comércio, Emprego e Renda; fiscais da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Transportes e Trânsito.

Contudo, à noite, as fiscalizações são mais intensas, e com o intuito de fazer a população cumprir os decretos estabelecidos. E com esse propósito, a Polícia Militar registrou, apenas na noite desta sexta-feira, a abordagem de 78 transeuntes, 12 veículos e sete estabelecimentos comerciais. Blitzen também foram realizadas para fiscalizar se as pessoas estão utilizando máscara de proteção facial e adotando outras medidas preventivas.

Guarnições da Guarda Civil Municipal interditaram um bar, localizado no bairro São Caetano, e nele, apreenderam um aparelho de som. Este bar ficará fechado por sete dias, por ter descumprido os decretos. Outras cidades do interior da Bahia, como Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Ilhéus, Jequié, Ipiaú e Juazeiro, também tiveram esse tipo de operação.

Deixar uma Resposta