Funcionária da Santa Casa tem morte cerebral após cair tentando fugir de assalto em Itabuna

ABSURDO!

Uma funcionária da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna foi vítima da ação de criminosos na tarde desta quinta-feira (5) na Rua Monte Alto, bairro de Fátima em Itabuna. Trata-se de Maria Ferreira, de 56 anos, vítima de uma tentativa de assalto. Na ação criminosa, o assaltante tentou tomar a moto da vítima, que no susto tentou fugir e acabou caindo, batendo a cabeça de forma violenta na calçada.

Segundo informações, dona Maria que estava internada em estado grave no CTI da Santa Casa, não resistiu e teve morte cerebral no final desta tarde. O criminoso ainda não foi identificado, mas imagens estão sendo circuladas nas redes sociais que poderão ajudar a polícia na identificação e localização do indivíduo.

Polícia espera que imagens ajudem na prisão de assaltante que atacou funcionária da Santa Casa

Imagens da câmera de segurança da rua Monte Alto, bairro de Fátima, em Itabuna, vão ajudar a polícia a identificar e prender o assaltante que atacou, covardemente, a técnica de enfermagem, Maria Ferreira, de 56 anos, na tarde desta quinta-feira (05). A vítima, funcionária da Santa Casa de Misericórdia, pilotava uma motocicleta, no momento em que foi surpreendida pelo bandido, que a derrubou na tentativa de roubar o veículo.

Na queda, a mulher bateu violentamente a cabeça na calçada. Maria foi socorrida para o hospital Calixto Midlej Filho, onde continua internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI), embora, os médicos já tenham confirmado a morte cerebral no final da tarde de quinta-feira (05), segundo informações de pessoas ligadas à família da paciente, conforme informou Jefferson Teixeira do Verdinho.

Quanto ao criminoso, que até o momento continua foragido, é possível ver no vídeo que ele desiste de levar a moto, ao ver que a vítima estava gravemente ferida. Mesmo assim, o assaltante puxa algum objeto do corpo da enfermeira, antes de fugir do local. As imagens foram espalhadas nas redes sociais, na tentativa de fazer com que alguém reconheça o bandido e o denuncie.

Deixar uma Resposta