Família de Kaique doará órgãos do jovem morto no Carnaval

A família de Kaique Abreu, jovem morto após ser agredido com um soco enquanto saía do Circuito Dodô (Barra-Ondina), subindo uma ladeira no bairro da Graça, em Salvador, deve doar os órgãos do corpo do rapaz, que segue sendo periciado no Instituto Médico Legal (IML). O autor confesso do crime foi encaminhado na tarde desta quinta-feira (15) ao Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Os comentários estão fechados.